RANKING BRASIL – JOGOS VORAZES mantém liderança

O quinto filme da franquia Jogos Vorazes manteve a liderança do ranking Brasil em sua terceira semana em cartaz no país, ainda sustentando uma boa renda que lhe assegura a posição com folga. No Coração do Mar estreou com uma boa recepção de público, terminando o fim de semana na segunda posição. Também em seu fim de semana de estreia, a comédia brasileira Bem Casados ficou em terceiro lugar. Fechando o Top 5, Victor Frankenstein e 007 Contra Spectre terminaram o fim de semana na quarta e quinta posição, respectivamente.

Jennifer Lawrence em cena de JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA - FINAL.

Jennifer Lawrence em cena de JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA – FINAL

Estrelado por Jennifer Lawrence, Jogos Vorazes: A Esperança – Final continua a dominar o ranking Brasil. Em sua terceira semana em cartaz, a aventura acumulou ainda uma boa renda no fim de semana, aproximadamente R$ 6,2 milhões, que lhe garantiu com segurança a primeira posição. Ainda exibido em cerca de 900 salas no país, A Esperança levou pouco menos de 400 mil espectadores aos cinemas no período, ficando com a segunda melhor média de público por sala do fim de semana, de 429. O filme acumula cerca de R$ 50,5 milhões em receita no país.

Chris Hermsworth em cena de NO CORAÇÃO DO MAR.

Chris Hermsworth em cena de NO CORAÇÃO DO MAR

Em segundo lugar ficou No Coração do Mar, que mesmo com uma má recepção da crítica americana, conseguiu levar muitos aos cinemas em seu fim de semana de estreia no Brasil, terminando o domingo na segunda posição do ranking com uma renda próxima de R$ 5,0 milhões. A nova aventura dirigida por Ron Howard foi exibida em pouco mais de 600 salas no país em seu primeiro fim de semana em exibição, tendo levado cerca de 290 mil espectadores aos cinemas no período, que lhe garantiu a melhor média de público por sala da semana, de 455.

Alexandre Borges e Letícia Lima em cena de BEM CASADOS.

Alexandre Borges e Letícia Lima em cena de BEM CASADOS

A comédia brasileira Bem Casados também se deu bem, terminando o fim de semana de estreia na terceira posição do ranking com uma renda de aproximadamente R$ 2,0 milhões. Exibido em pouco mais de 400 salas no país, a comédia foi assistida por cerca de 140 mil espectadores no período, terminando o domingo com uma média de público por sala de 313, a quarta melhor dentre os 10 primeiro colocados do ranking. Com a arrecadação de segunda, Bem Casados passou acumular cerca de R$ 3,1 milhões no país.

Daniel Radcliffe e James McAvoy nos bastidores de VICTOR FRANKENSTEIN.

Daniel Radcliffe e James McAvoy nos bastidores de VICTOR FRANKENSTEIN

Estrelado por Daniel Radcliffe, o terror Victor Frankenstein também agradou o público de forma razoável, como o brasileiro Bem Casados, tendo terminado o fim de semana na quarta posição do ranking, com uma renda acumulada próxima de R$ 1,7 milhão. Em sua segunda semana em cartaz, o filme esteve em exibição em pouco mais de 400 salas no país, tendo levado cerca de 120 mil espectadores aos cinemas brasileiros no período, ficando com uma média de público por sala de 287. Com o resultado, Victor Frankenstein passou a acumular cerca de R$ 5,5 milhões em receita no país.

Daniel Craig em cena de 007 CONTRA SPECTRE

Daniel Craig em cena de 007 CONTRA SPECTRE

Enquanto isso, em sua quinta semana em cartaz no país, 007 Contra Spectre parece estar se despedindo do Top 5 do ranking Brasil, tendo terminado o último fim de semana na quinta posição com grande queda em relação o desempenho do fim de semana anterior, cerca de 60%. Exibido em cerca de 180 salas no país, 007 não levou mais de 50 mil espectadores aos cinemas no período, fazendo uma média de público baixa, de 261 espectadores por sala. A ação estrelada por Daniel Craig arrecadou cerca de R$ 830 mil no fim de semana, acumulando atualmente uma receita próxima de R$ 30,4 milhões no país.

Confira abaixo a tabela com os dez melhores do ranking Brasil no último fim de semana.

RBRA-49

Veja o trailer de Bem Casados.

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 48 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Um dos destaques da semana é A Visita (2015), a volta de M. Night Shyamalan ao gênero horror. Em uma semana atípica, predominam uma quantidade fora do normal de documentários: Malala (2015), de Davis Guggenheim; Chico – Artista Brasileiro (2015), de Miguel Faria Jr.; Samba & Jazz (2014), de Jefferson Mello; e Ídolo (2014), de Ricardo Calvet. Também se destacam a comédia Mistress America (2015), de Noah Baumbach; a comédia de ação American Ultra – Armados e Alucinados (2015), de Nima Nourizadeh; e a aventura Victor Frankenstein (2015), de Paul McGuigan. Em pré-estreia, três títulos: o drama Pegando Fogo (2015), de John Wells; a comédia Bem Casados (2015), de Aluízio Abranches; e o drama Tudo Que Aprendemos Juntos (2015), de Sérgio Machado

Cena de A VISITA (2015), de M. Night Shyamalan

Cena de A VISITA (2015), de M. Night Shyamalan

Ainda há quem seja entusiasta do cinema de M. Night Shyamalan. E com boas razões, apesar de alguns filmes pouco atraentes em sua filmografia recente. A Visita é o seu retorno ao universo do cinema de horror, gênero que o consagrou desde O Sexto Sentido (1999). A diferença é que não temos mais o apoio de um grande elenco e o cineasta volta às origens, trabalhando com um orçamento pequeno e usando algo que está na moda atualmente no gênero, o found footage, por mais desgastado que já esteja. Na trama, um garoto e sua irmã são mandados pela mãe para visitar os avós, que moram em uma fazenda remota. Não demoram muito para que eles descubram que os velhos estão envolvidos em coisas bem sinistras. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A VISITA (The Visit, EUA, 2015), de M. Night Shyamalan. Com Olivia DeJonge, Ed Oxembould, Deanna Dunagan, Peter McRobbie, Kathryn Hahn, Celia Keenan-Bolger, Samuel Stricklen, Patch Darragh, Jorge Cordova, Steve Annan. 94 min. Universal. 12 anos.

Lola Kirke em MISTRESS AMERICA (2015), de Noah Baumbach

Lola Kirke em MISTRESS AMERICA (2015), de Noah Baumbach

O diretor Noah Baumbach e a encantadora Greta Gerwig (esposa do diretor) fizeram um imenso sucesso no circuito comercial com o lindão Frances Ha (2012). Agora eles estão de volta com Mistress America, ao que parece, com a mesma vibe alegre do anterior. Na trama, Tracy (Lola Kirke), recém-ingressa na faculdade, é uma moça solitária em Nova York. Sua vida muda quando ela conhece Brooke (Greta Gerwig), uma moça descolada e filha de seu futuro padrasto que tem a intenção de resgatar a nova amiga (e futura meia-irmã) de sua clausura  e levá-la para situações inusitadas, que muito têm a ver com as alterações de humor de Brooke, que de uma hora para a outra dá atenção toda especial à pessoa para, logo em seguida, ignorá-la completamente. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MISTRESS AMERICA (EUA, 2015), de Noah Baumbach. Com Greta Gerwig, Lola Kirke, Seth Barrish, Juliet Brett, Andrea Chen, Michael Chernus, Cindy Cheung, Clare Foley, Charlie Gillete, Gail Golden. 84 min. Vitrine. 12 anos.

Cena de MALALA (2015), de Davis Guggenheim

Cena de MALALA (2015), de Davis Guggenheim

Neste momento bastante propício, em que os direitos da mulher e a violência contra a mulher voltaram à pauta com força, um filme como Malala é muito bem-vindo. Trata-se de um documentário que acompanha a comovente história de superação e coragem de uma jovem ativista paquistanesa, Malala Yousafzai, que ousou contrariar as ordens do Talibã e falar sobre a educação das mulheres de seu país e quase morreu por isso. Uma vez que ela sobreviveu, passou a ser uma porta-voz dos direitos da mulher em um lugar tão complicado como o Oriente Médio. Malala chegou, inclusive, a discursar na ONU e ganhou o Nobel da Paz em 2014. A direção é de Davis Guggenheim, conhecido no terreno do documentário por Uma Verdade Inconveniente (2006). Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MALALA (He Named Me Malala, Emirados Árabes Unidos/EUA, 2015), de Davis Guggenheim. Documentário. 88 min. Fox. Classificação a definir.

Jesse Eisenberg e Kristen Stewart em AMERICAN ULTRA - ARMADOS E ALUCINADOS (2015), de Nima Nourizadeh

Jesse Eisenberg e Kristen Stewart em AMERICAN ULTRA – ARMADOS E ALUCINADOS (2015), de Nima Nourizadeh

Jesse Eisenberg e Kristen Stewart se juntam mais uma vez em um filme depois do querido Férias Frustradas de Verão (2009), de Greg Mottola. American Ultra – Armados e Alucinados, do mesmo diretor de Projeto X – Uma Festa Fora de Controle (2012), chega ao Brasil com classificação indicativa 16 anos, devido, obviamente, ao uso contínuo da maconha, que é consumida pelos protagonistas. O filme brinca com filmes de ação e espionagem, ao mostrar o personagem de Eisenberg como um rapaz que possui habilidades excepcionais de luta e não sabe disso. Na verdade, ele é um agente do governo que está sem memória e aguardando o momento certo para ser convocado. O uso da maconha na história serve para tornar o filme mais divertido para que piadas possam ser inseridas nas cenas de ação. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

AMERICAN ULTRA – ARMADOS E ALUCINADOS (American Ultra, EUA/Suíça, 2015), de Nima Nourizadeh. Com Jesse Eisenberg, Kristen Stewart, Connie Britton, Topher Grace, Walton Goggins, John Leguizamo, Bill Pullman, Tony Hale, Stuart Greer, Michael Papajohn. 96 min. Paris. 16 anos.

Chico Buarque em CHICO - ARTISTA BRASILEIRO (2015), de Miguel Faria Jr.

Chico Buarque em CHICO – ARTISTA BRASILEIRO (2015), de Miguel Faria Jr.

Muito provavelmente Chico – Artista Brasileiro é um documentário endereçado mais para os fãs do artista, que não são poucos. Dirigido pelo mesmo Miguel Faria Jr. responsável por Vinícius (2005), trata-se também de um filme-homenagem, em que o diretor aproveita sua amizade e sua admiração pelo artista para traçar um retrato da história de sua vida contada pelo próprio Chico e por pessoas que o conhecem. Há também apresentações musicais de artistas diversos interpretando canções que fogem dos hits do cantor e compositor. O filme também nos apresenta à intimidade do seu lar, ao modo como ele se vê e vê a sua vida profissional e pessoal, além de discussões sobre literatura. Em cartaz no UCI Iguatemi e Cinépolis RioMar.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

CHICO – ARTISTA BRASILEIRO (Brasil, 2015), de Miguel Faria Jr. Documentário. 116 min. Sony. 10 anos.

James McAvoy e Daniel Radcliffe em VICTOR FRANKENSTEIN (2015), de Paul McGuigan

James McAvoy e Daniel Radcliffe em VICTOR FRANKENSTEIN (2015), de Paul McGuigan

Curioso como o personagem de Mary Shelley continua exercendo fascínio e vem recebendo novas roupagens e revisões em diferentes filmes e até em séries de televisão e quadrinhos. Victor Frankenstein foca a atenção no criador, aqui vivido por James McAvoy, mas narrado do ponto de vista de Igor, o jovem assistente do cientista maluco, vivido por Daniel Radcliffe. Fiel ao amigo, Igor tenta ajudar Victor antes que a sua loucura traga consequências terríveis. A história da recriação de vida a partir de um corpo morto já é velha conhecida de muitos. O que conta aqui é ver como Paul McGuigan, do ótimo Paixão à Flor da Pele (2004), resolve recontar essa história por um viés mais contemporâneo, ainda que não deixe de lado as origens românticas. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

VICTOR FRANKENSTEIN (EUA, 2015), de Paul McGuigan. Com Daniel Radcliff, James McAvoy, Jessica Brown Findlay, Bronson Webb, Daniel Mays, Spencer Wilding, Robin Pearce, Andrew Scott, Callum Turner, Di Botcher. 109 min. Fox. 12 anos.

Cena de SAMBA & JAZZ (2014), de Jefferson Mello

Cena de SAMBA & JAZZ (2014), de Jefferson Mello

A própria ideia de Samba & Jazz é por si só interessante: além de falar desses dois estilos de música tão importantes das culturas brasileira e americana, ainda trata de colocar um sambista em Nova Orleans e um jazzista no Rio de Janeiro, a fim de que ambos os músicos possam captar a semelhança entre os estilos, o que há de comum, que é principalmente a paixão pela música que esses dois sons apresentam. O documentário acompanha essa trajetória musical e geográfica com muito amor e respeito pela música de raízes negras nascida em diferentes polos do continente americano. O diretor, Jefferson Mello, é autor do livro Os Caminhos do Jazz (2005). Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

SAMBA & JAZZ (Brasil/EUA, 2014), de Jefferson Mello. Documentário. 86 min. Tremè Produções. Classificação a definir.

Cena de ÍDOLO (2014), de Ricardo Calvet

Cena de ÍDOLO (2014), de Ricardo Calvet

Ao que parece, esta é a semana dos documentários. Nunca tantos documentários dominaram o circuito comercial fortalezense num só semana. Pode ser um bom sinal, ou apenas uma obrigação contratual de lançar o filme em uma única sessão para, em seguida, retirá-lo de cartaz. Ídolo trata da vida e dos feitos de um dos maiores jogadores de futebol do Brasil, Nilton Santos, que hoje está em decadência física devido ao Mal de Alzheimer, mas que conheceu sua glória nos bons tempos do Botafogo. Nilton tinha o apelido de “enciclopédia”, tamanho o conhecimento que possuía e até hoje é considerado o melhor lateral esquerdo da história do futebol brasileiro. Ídolo é possivelmente um filme mais adequado a fãs do esporte, mas pode ser que consiga atrair a atenção de um público maior. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

ÍDOLO (Brasil, 2014), de Ricardo Calvet. Documentário. 90 min. Nossa/Remake Filmes. Livre.

Pré-estreias

Bradley Cooper em PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

Bradley Cooper em PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

O cinema e a culinária costumam ter um namoro já há bastante tempo. De vez em quando alguns filmes surgem para dar água na boca do espectador. Alguns exemplos mais recentes são Julie & Julia, de Nora Ephron, Chef, de Jon Favreau, e Lunchbox, de Ritesh Batra, embora o último esteja mais focado na história de amor.  Pegando Fogo é o exemplo mais recente. Estrelado por Bradley Cooper, o astro interpreta Adam Jones, um homem que destrói sua carreira de chef com drogas e comportamento agressivo. Depois de um detox, ele retorna a Londres para se redimir e construir um restaurante que se tornaria um dos mais famosos e bem criticados da cidade. O filme de John Wells (Álbum de Família, 2013) também conta com um elenco de apoio admirável. Em cartaz no fim de semana, no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PEGANDO FOGO (Burnt, EUA, 2015), de John Wells. Com Bradley Cooper, Sienna Miller, Daniel Brühl, Lily James, Omar Sy, Alicia Vikander, Uma Thurman, Matthew Rhys, Stephen Campbell Moore, Emma Thompson. 101 min. Paris. 12 anos.

Letícia Lima e Camila Morgado em BEM CASADOS (2015), de Aluízio Abranches

Letícia Lima e Camila Morgado em BEM CASADOS (2015), de Aluízio Abranches

Aluízio Abranches ainda é mais lembrado por sua estreia em longa-metragem, no drama erótico Um Copo de Cólera (1999), em que ele trazia o então casal Alexandre Borges e Júlia Lemmertz em cenas tórridas. Depois da separação do casal, ao que parece a amizade do cineasta com o ator continuou, já que eles estão juntos no novo Bem Casados, comédia romântica que também conta com a presença de Camila Morgado e outros rostos conhecidos. O filme nos apresenta ao solteirão convicto (Borges) que ganha a vida comandando uma equipe que registra cerimônias de casamento. Ele se mete em encrenca quando uma amiga desesperada (Camila Morgado) resolve entrar no grupo com o objetivo de destruir o casamento do amante. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

BEM CASADOS (Brasil, 2015), de Aluizio Abranches. Com Alexandre Borges, Camila Morgado, Bianca Comparato, João Gabriel Vasconcellos, Fernanda Nizzato, Letícia Lima, Ingra Liberato, Fernando São Thiago, Christine Fernandes, Rose Campos. 90 min. Imagem. 12 anos.

Lázaro Ramos em TUDO QUE APRENDEMOS JUNTOS (2015), de Sérgio Machado

Lázaro Ramos em TUDO QUE APRENDEMOS JUNTOS (2015), de Sérgio Machado

Muito provavelmente o ponto alto da carreira de Sérgio Machado seja Cidade Baixa (2005), um filme sobre um triângulo amoroso tenso, sensual e dramático entre uma garota de programa e dois amigos. A parceria com Lázaro Ramos é retomada dez anos depois com Tudo Que Aprendemos Juntos, um trabalho totalmente diferente daquele, e com um alcance de público muito maior. O filme acompanha a história de Laerte (Ramos), um violinista talentoso que, depois de ser reprovado no exame da OSESP, torna-se professor em uma favela, na periferia de São Paulo, enfrentando uma série de obstáculos. Lá ele descobre um jovem talentoso e, por meio da música, Laerte faz com que ele abandone o mundo do tráfico. Sessão de pré-estreia com diretor e elenco no Cine São Luiz, na quinta-feira, 26, às 19 hs.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TUDO QUE APRENDEMOS JUNTOS (Brasil, 2015), de Sérgio Machado. Com Lázaro Ramos, Kaique de Jesus, Elzo Vieira, Fernanda de Freitas, Sandra Corveloni, Hermes Baroli, Thogun Teixeira, Graça de Andrade, Criolo, Rappin’ Hood. 100 min. Fox. Classificação a definir.

Saem de cartaz

As Mil e uma Noites: Volume 1, o Inquieto
Amizade Desfeita
Atividade Paranormal – Dimensão Fantasma
Grace de Mônaco
Mamma Roma
Perdido em Marte
Ponte dos Espiões

As estreias nacionais desta quinta-feira, 26, que não entram em cartaz em Fortaleza

Ausência
Eu Sou Carlos Imperial
Garota Sombria Caminha pela Noite
Iván
Joe
Os Sonhos de um Sonhador – A História de Frank Aguiar
Para o Outro Lado
Relacionamento à Francesa
Três Lembranças da Minha Juventude

Veja o trailer de Eu Sou Carlos Imperial

Imagem de Amostra do You Tube

CINEMA 2015: LIVROS QUE SERÃO ADAPTADOS PARA A TELONA

Já se tornou comum vermos adaptações de livros na tela grande. O ano de 2015 reserva uma grande lista de filmes que provêm de obra literária. Tem romance erótico, Dostoiévski, filme de guerra, documentário, saga adolescente, drama, história real, clássico, biografia, enfim, pra todo gosto. Confira a lista:

Imagem promocional de CINQUENTA TONS DE CINZA

Imagem promocional de CINQUENTA TONS DE CINZA

CINQUENTA TONS DE CINZA (Fifty Shades of Grey), de Sam Taylor-Johnson

Capa do livro Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James

Capa do livro Cinquenta Tons de Cinza, de E. L. James

Previsão de estreia no Brasil: 12/02/2015

Aguardada adaptação do romance de E. L. James enfim chega às telas em 2015. Sucesso da literatura mundial, um dos maiores fenômenos de venda com mais de 90 milhões de cópias em todo o mundo, transformou-se num dos ícones do chamado soft porn. A obra narra a história do relacionamento apimentado, com toques de sadomasoquismo, entre Anastasia Steele (Dakota Johnson), uma estudante universitária ingênua que se vê atraída pelo excêntrico multimilionário Christian Grey (James Dornan); Logo quando descobre que sua atração é correspondida ambos embarcam em um sensual e apaixonado acordo, em que Ana irá descobrir os grandes segredos e demônios que existem por trás da fachada de Christian. Assim como os livros, o filme também será o início de uma trilogia (isso se não dividirem o final em Parte 1 e Parte 2!).

SERVIÇO

Título: Cinquenta Tons de Cinza
Autora: E. L. James
Tradução: Adalgisa Campos da Silva
Editora: Intrínseca
Páginas: 480

Confira o trailer de Cinquenta Tons de Cinza:

Imagem de Amostra do You Tube

Capa do livro O Duplo de Fiodor Dostoipevski

Capa do livro O Duplo, de Fiodor Dostoipevski

O DUPLO (The Double, 2013), de Richard Ayoade

Previsão de estreia no Brasil: 12/02/2015

Baseado na obra de  Dostoiévski. O Duplo narra  as  terríveis inquietações em torno de Simon, quando um colega lhe usurpa a identidade, numa versão melhorada. Enquanto ele é tímido, inseguro e incapaz de se fazer notar,  seu sósia é extrovertido, carismático e muito sedutor, o que leva a Simon a tomar uma atitude, revelando uma força que ele não possuía, ou pelo  menos achava não possuir. Com Jesse Eisenberg e Mia Wasikowska no elenco.

SERVIÇO

Título: O Duplo
Autor: Fiódor Dostoiévski
Tradução: Paulo Bezerra
Editora: 34
Páginas: 306

Confira o trailer de O Duplo:

Imagem de Amostra do You Tube

SNIPER AMERICANO (American Sniper, 2014), de Clint Eastwood

Capa do livro Sniper Americano de Chris Kyle

Capa do livro Sniper Americano, de Chris Kyle

Previsão de estreia no Brasil: 19/02/2015

Baseado na autobiografia American Sniper: The Autobiography of the Most Lethal Sniper in U.S, de Chris Kyle, mostra o autor atuando ao longo de uma década como membro das Forças de Operações Especiais da Marinha dos Estados Unidos. Após relatar a experiência bélica em livro, sua história chega aos cinemas em um filme dirigido por Clint Eastwood e protagonizado por Bradley Cooper, num papel que lhe rendeu indicação ao Oscar. Kyle foi ao Iraque com a missão de proteger seus irmãos de armas. Sua precisão salva inúmeras vidas no campo de batalha e as histórias de suas corajosas façanhas se espalham até que ele receba o apelido de “Lenda”. No entanto, sua reputação também está crescendo por trás das linhas inimigas, colocando sua cabeça a prêmio e tornando-o alvo principal de insurgentes. Ele também está enfrentando um tipo de batalha diferente à frente de seu lar: se esforçando para ser um bom marido e bom pai mesmo estando do outro lado do mundo. No entanto, ao retornar para sua esposa, Taya Renae Kyle, e para as crianças, Chris descobre que é a guerra que ele não pode deixar para trás. No elenco liderado por Cooper, temos também Sienna Miller, Jake McDorman, Luke Grimes, Navid Negahban e Keir O’Donnell. A autobiografia ficou 18 semanas na lista de best-sellers do New York Times, sendo 13 em 1º lugar.

SERVIÇO

Título: Sniper Americano
Autor: Chris Kyle
Tradução: André Gordirro
Editora: Intrínseca
Páginas: 344

Confira o trailer de Sniper Americano:

Imagem de Amostra do You Tube

O SAL DA TERRA (The Salt of the Earth, 2014), de Wim Wenders

Capa do livro Genesis de Sebastião Salgado

Capa do livro Genesis, de Sebastião Salgado

Previsão de estreia no Brasil: 12/03/2015

Documentário indicado ao Oscar sobre um dos fotógrafos mais respeitados do mundo. No livro Genesis, Sebastião Salgado buscou registrar as regiões do planeta ainda inexploradas pelo homem. Nos últimos 40 anos, Sebastião Salgado tem viajado através dos continentes, aos passos de uma humanidade sempre em mutação. Ele testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente: conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. Uma homenagem à beleza do planeta, reveladas por seu filho, Juliano Salgado e pelo renomado diretor Wim Wenders. Vencedor do Prêmio Especial na mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes 2014 e Prêmio de Melhor Filme eleito pelo público no Festival de San Sebastian 2014.

SERVIÇO

Título: Genesis
Autor: Sebastião Salgado
Editora: Taschen
Páginas: 520

Confira o trailer de O Sal da Terra:

Imagem de Amostra do You Tube

A SÉRIE DIVERGENTE: INSURGENTE (Insurgent, 2015), de Robert Schwentke

Capa do livro Insurgente de Verônica Roth

Capa do livro Insurgente, de Verônica Roth

Previsão de estreia no Brasil: 19/03/2015

Segundo livro da série criada por Veronica Roth dá continuidade à história que se passa em uma Chicago futurista e as facções apresentadas no primeiro volume da saga começam a passar por problemas, cabendo a Tris (Shailene Woodley) salvar as pessoas enquanto também precisa se manter viva. Assim, os riscos dela aumentam quando ela sai à procura de aliados. Ela e Quatro (Theo James) são agora fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los.

SERVIÇO

Título: Insurgente
Autor: Veronica Roth
Tradução: Lucas Peterson
Editora: Rocco
Páginas: 512

Confira o trailer de A Série Divergente: Insurgente.

Imagem de Amostra do You Tube

NO CORAÇÃO DO MAR (In the Heart of the Sea, 2015), de Ron Howard

Capa do livro No Coração do Mar de Nathaniel Philbrick

Capa do livro No Coração do Mar. de Nathaniel Philbrick

Previsão de estreia no Brasil: 19/03/2015

Dirigido por Ron Howard, trata-se da adaptação para o cinema da história real que inspirou Moby Dick, um dos maiores clássicos da literatura de língua inglesa. Baseado em ampla pesquisa e fontes inéditas, o historiador Nathaniel Philbrick reconstitui todos os detalhes do naufrágio do baleeiro Essex, que em 1820 foi atacado por um cachalote enfurecido e afundou rapidamente, deixando os náufragos à deriva por 3 meses, sofrendo de inanição, desidratação, doenças e chegando à prática do canibalismo.

SERVIÇO

Título: No Coração do Mar
Autor: Nathaniel Philbrick
Tradutor: Rubens Figueiredo
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 302

Confira o trailer de No Coração do Mar:

Imagem de Amostra do You Tube

VÍCIO INERENTE (Inherent Vice, 2014), de Paul Thomas Anderson

Capa do livro Vício Inerente de Thomas Pynchon

Capa do livro Vício Inerente, de Thomas Pynchon

Previsão de estreia no Brasil: 26/03/2015

Um dos autores mais complexos da língua inglesa, Thomas Pynchon constrói em Vício Inerente uma conspiração formada por surfistas, traficantes, contrabandistas e uma agiota, que são investigados por um detetive particular que tenta desvendar uma das ações mais audaciosas do bando. Dirigido por Paul Thomas Anderson e no elenco nomes como Joaquin Phoenix, Josh Brolin, Owen Wilson, Katherine Waterston, Reese Witherspoon e Benicio Del Toro. A trilha sonora foi composta por Jonny Greenwood, do Radiohead.

SERVIÇO

Título: Vício Inerente
Autor: Thomas Pynchon
Tradução: Caetano Galindo
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 464

 Confira o trailer de Vício Inerente:

Imagem de Amostra do You Tube

A VIAGEM MAIS LONGA (The Longest Ride, 2015), de George Tillman Jr.

Capa do livro Uma Longa Jornada de Nicholas Sparks

Capa do livro Uma Longa Jornada, de Nicholas Sparks

Previsão de estreia no Brasil: 21/05/2015

Adaptação de obra de Nicholas Sparks. Sophia Danko (Britt Robertson) conhece o cowboy Luke Collins (Scott Eastwood, filho de Clint Eastwood), que a apresenta um mundo com a qual não estava acostumada. O caminho dos dois vão se cruzar com o de um idoso, que relembra a sua juventude e o relacionamento que teve com o grande amor da sua vida, que se foi.

SERVIÇO

Título: Uma Longa Jornada
Autor: Nicholas Sparks
Tradução: Maria Clara De Biase
Editora: Arqueiro
Páginas: 368

 

Confira o trailer de A Viagem Mais Longa:

Imagem de Amostra do You Tube

Peter Pan (Pan, 2015), de Joe Wright

Capa do livro Peter Pan de J. M. Barrie

Capa do livro Peter Pan, de J. M. Barrie

Previsão de estreia no Brasil: 16/07/2015

Versão do clássico Peter Pan, de J. M. Barrie. O filme conta a história de um órfão que se transporta para a mágica Terra do Nunca. Lá, ele encontra diversão e perigos para, finalmente, descobrir o seu destino – se tornar o herói que será conhecido para sempre como Peter Pan. O elenco é estrelado por Hugh Jackman como Barba Negra, Garrett Hedlund como Capitão Gancho, Rooney Mara como Tiger Lilly, Adeel Akhtar como Smee, Levi Miller como Peter, Amanda Seyfried como Mary, e Leni Zieglmeier como Wendy.

SERVIÇO

Título: Peter Pan
Autor: J. M. Barrie
Tradução: Julia Romeu
Editora: Zahar
Páginas: 256

Confira o trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

CIDADES DE PAPEL (Paper Towns, 2015), de Jake Schreier

Capa do livro Cidades de Papel de John Green

Capa do livro Cidades de Papel de John Green

Previsão de estreia no Brasil: Junho, em data a ser definida

Depois do sucesso de A Culpa É das Estrelas, John Green está de volta aos cinemas na adaptação de Cidades de Papel, que não tem nenhuma relação com a obra anterior. Conta a história do garoto Quentin (Natt Wolff) que desde pequeno nutre uma paixão pela sua vizinha Margo (Cara Delavigne), de quem era muito próximo na infância. Já na adolescência ela virou a garota popular da escola e ele o garoto nerd da turma. No entanto, Margo invade o quarto do garoto na calada da noite, vestida de ninja, e o convoca para uma missão secreta, uma aproximação que causa inúmeras situações, fazendo Quentin descobrir que Margo não é nem de perto a garota que ele pensava que conhecia. Jake Schreier será o diretor.

SERVIÇO

Título: Cidades de Papel
Autor: John Green
Tradução: Juliana Romeiro
Editora: Intrínseca
Páginas: 368

MAZE RUNNER – PROVA DE FOGO (Maze Runner: The Scorch Trials, 2015), de Wes Ball

Capa do livro Prova de Fogo de James Dashner

Capa do livro Prova de Fogo, de James Dashner

Previsão de estreia no Brasil: 17/09/2015

Sequencia da saga Maze Runner, Prova de fogo dá continuidade a trama, logo após escapar do labirinto, Thomas (Dylan O’Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

SERVIÇO

Título: Maze Runner – Prova de Fogo
Autor: James Dashner
Tradução: Henrique Monteiro
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 400

 

 

VICTOR FRANKENSTEIN (Victor Frankenstein, 2015), de Paul McGuigan

Capa do livro Frankenstein de Mary Shelley

Capa do livro Frankenstein, de Mary Shelley

Previsão de estreia no Brasil: 01/10/2015

Nova versão da história do médico que cria um monstro a partir de partes de cadáveres humanos, lançada em 1818, a história é narrada por Victor Frankenstein. O romance já foi adaptado para o teatro em 1820 e também já recebeu diversas versões cinematográficas. Em 2015 teremos mais uma, dirigida por Paul McGuigan, com Daniel Radcliffe e James McAvoy no elenco.

SERVIÇO

Título: Frankenstein
Autora: Mary Shelley
Tradução: Bruno Gambarotto
Editora: Hedra
Páginas: 272

 

 

O PEQUENO PRÍNCIPE (The Little Prince, 2015), de Mark Osborne

Capa do livro O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry

Capa do livro O Pequeno Príncipe,
de Antoine de Saint-Exupéry

Previsão de estreia no Brasil: 08/10/2015

No ano em que o clássico de Antoine de Saint-Exupéry cai em domínio público, o diretor Mark Osborne leva sua interpretação da obra para o cinema com um elenco que conta, dentre outros, com Rachel McAdams, James Franco e Benício Del Toro. Na animação, um piloto de avião sofre um acidente e cai em pleno deserto do Saara. Lá, acaba conhecendo um jovem garoto, um pequeno príncipe que vem de outro planeta. Os dois acabam embarcando numa jornada de sonhos, onde o garoto irá contar suas histórias ao novo amigo, que redescobrirá valores da infância.

SERVIÇO

Título: O Pequeno Príncipe
Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Tradução: Frei Betto
Editora: Geração Editorial
Páginas: 160

Confira o trailer de O Pequeno Príncipe:

Imagem de Amostra do You Tube

JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA – PARTE 2 (The Hunger Games: Mockingjay – Part 2), de Francis Lawrence

Capa do livro A Esperança de Suzanne Collins

Capa do livro A Esperança, de Suzanne Collins

Previsão de estreia no Brasil: 19/11/2015

A segunda parte da versão cinematográfica de A Esperança finaliza a adaptação da obra de Suzzane Collins. A heroína Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) continua sua luta com a Capital, que ficou inconformada com o fato dela ter sobrevivido duas vezes aos jogos vorazes. A heroína está disposta a lutar em nome de sua causa e também por seus amigos e familiares.

 

SERVIÇO

Título: A Esperança
Autora: Suzane Collins
Tradução: Alexandre D’Elia
Editora: Rocco
Páginas: 424

 

FALLEN (Fallen, 2015), de Scott Hicks

Capa do livro Fallen de Lauren Kate

Capa do livro Fallen,
de Lauren Kate

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

Série que já vendeu mais de 1 milhão de exemplares somente no Brasil, contará com produção da Disney. A história se desenrola com a relação entre Daniel Grigori e Luce, que deseja descobrir qual é o segredo que o garoto vive escondendo. A história gira em torno de Lucinda (Addison Timlin) a jovem que se vê envolvida no mistério da morte de seu namorado e é enviada para um reformatório. Lá ela conhece Daniel (Jeremy Invine) por quem se apaixona. O que ela não sabe é que ele na verdade é um anjo que se apaixonou por ela há milênios. Lá Lucinda também encontra Cam (Harrison Gilbertson), outro que luta há tempos pelo seu amor.

SERVIÇO

Título: Fallen
Autora: Lauren Kate
Tradução: Alda Lima
Editora: Galera Record
Páginas: 406

 

MINHA FAMA DE MAU (2015), de Lui Farias

Capa do livro Minha Fama de Mau de Erasmo Carlos

Capa do livro Minha Fama de Mau, de Erasmo Carlos

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

O diretor Lui Farias transformará em filme a autobiografia de Erasmo Carlos, um dos cantores e compositores mais importantes da música nacional. A trajetória de Erasmo Carlos é contada desde o início, quando ele ainda estudava música, até conhecer Roberto Carlos, Wanderléa e conquistar a fama. O documentário retrata inclusive a vida de excessos e a decadência do artista. Lutando para sobreviver e se virando entre pequenos trabalhos, o jovem Erasmo Carlos alimentava uma paixão: o rock and roll. Fã de Elvis Presley, Bill Halley & The Comets e Chuck Berry, ele aprende a tocar violão e passa a perseguir a ideia de viver da música. Misturando talento e um pouco de sorte, ele conquista a admiração do apresentador de TV Carlos Imperial, um cara influente no meio artístico, e através dele conhece o cantor Roberto Carlos, com quem passaria a compor diversas músicas de rock. A parceria começa a dar certo e o sucesso logo chega, transformando para sempre a vida de Erasmo, que se tornaria um dos maiores ídolos da música jovem e apresentaria, ao lado de Roberto e Wanderléa, o programa de TV Jovem Guarda. Com a fama, dinheiro, carrões e mulheres não eram problema para ele, mas o sucesso tem seu preço e um certo preconceito começou a pesar em cima deles, levando o programa ao fim. Longe dos holofotes, ele segue em frente e encara difíceis batalhas para se manter de pé e roqueiro num ambiente hostil ao estilo de música que tanto curtia e o consagrou..

SERVIÇO

Título: Minha Fama de Mau
Autor: Erasmo Carlos
Editora: Ponto de Leitura
Páginas: 368

 

O OUTRO LADO DO PARAÍSO (2015), de André Ristum

Capa do livro O Outro Lado do Paraíso de Luiz Fernando Emediato

Capa do livro O Outro Lado do Paraíso, de Luiz Fernando Emediato

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

Sobre as aventuras de um homem idealista narradas pelo seu filho, um garoto de 12 anos, que, por meio das histórias, mostra como o golpe militar de 1964 impactou em sua família. Lançado em 1981, O Outro Lado do Paraíso ganha adaptação para o cinema feita por André Ristum e estrelada por Eduardo Moscovis. Antônio (Eduardo Moscovis) faz o que pode para conseguir dinheiro para o sustento do lar. Já tentou garimpo, bicos diversos, e agora pensa ter encontrado finalmente seu lugar: Brasília. Atraído pelas promessas do presidente João Goulart e pela ampla oferta de emprego, ele se muda para a capital com a esposa e os filhos. O sonho da prosperidade, no entanto, é interrompido pelo golpe militar e Antônio, envolvido com o sindicalismo, começa a viver um pesadelo.

SERVIÇO

Título: O Outro Lado do Paraíso
Autor: Luiz Fernando Emediato
Editora: Geração Editorial
Páginas: 48

Confira o trailer de O Outro Lado do Paraíso:

Imagem de Amostra do You Tube