NATIONAL FILM BOARD – OS MELHORES DE 2016

O NFB, National Film Board, a organização nova-iorquina formada por produtores, cineastas, cinéfilos, pesquisadores, estudantes e críticos de cinema anunciou os seus Melhores Filmes de 201. Diferentemente do ano passado, quando escolheu a ficção científica Mad Max: estrada da Fúria, de George Miller , como o melhor do ano, neste se concentrou em uma das produções mais louvadas da temporadas: o drama Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonnergan

Casey Affleck em MANCHESTER Á BEIRA-MAR (2016), de Kenneth Lonnergan: 4 prêmios

Casey Affleck em MANCHESTER Á BEIRA-MAR (2016), de Kenneth Lonnergan: 4 prêmios

Há detalhes preciosos na premiação do NFB. Pela primeira vez o novo filme de Martin Scorsese, Silêncio (Silence), aparece numa relação, aqui agraciado como o Melhor Roteiro, de autoria de Jay Cocks e Martin Scorsese. Amy Adams, nomeada 5 vezes para o Oscar e com 55 prêmios e outras 145 nomeações ao longo da carreira iniciada em 1999 com Lindas de Morrer (Drop Dead Georgeus, lançado direto no vídeo), parece ter finalmente alcançado o posto de estrela em 2016 com 3 filmes de sucesso: Batman vx Superman: a Origem da Justiça (Batman vs Superman: dawn of justice), de Zack Snyder, Animais Noturnos (Nocturnal Animals), de Tom Ford, e A Chegada (The Arrival), de Dennis VilleneuveEleita a Melhor Atriz, se torna uma fortíssima concorrente ao Globo de Ouro e ao Oscar de sua categoria. Na mesma toada está Casey Affleck, o irmão de Ben, ganhador do independente Gotham, tem quase tudo para abocanhar as futuras indicações, embora uma reportagem da imprensa estadunidense aponte que ele tenta se livrar de uma denúncia de estupro, ocorrida em 2010, a qual deve superar. A sua atuação em Manchester à Beira-Mar eleva-o, ressaltam os críticos, ao panteão dos grandes atores.

Outros 3 detalhes: Kubo e as Cordas Mágicas, de Travis Knight, uma animação filosófica e de passagem meteórica nos cinemas brasileiros, sai para a briga. Jeff Bridges retorna à competição ao ser eleito o Melhor Coadjuvante por A Qualquer Custo (Hell or High Water, 2016), em vias de estrear por aqui; e, o ressurgimento do iraniano Asghar Farhadi, cujo novo trabalho, O Apartamento(Furushande/The Salesman, 2016), lançado em Cannes, chega aos cinemas ocidentais com 5 prêmios internacionais nova investida sobre o tema do estupro, infidelidade e a crise dos relacionamentos entre casados.

Amy Adams em Achegada (2016); e Jeff Bridges em À Qualquer Custo (2016): melhores na categoria de interpretação

Amy Adams em A CHEGADA (2016); e Jeff Bridges em Á QUALQUER CUSTO (2016): melhores atores

Conheça os vencedores

MELHOR FILME
Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonnergan

MELHOR DIRETOR
Barry Jenkins, Moonlight

MELHOR ATRIZ
Amy Adams, A Chegada

MELHOR ATOR
Casey Affleck, Manchester à Beira-Mar

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Naomie Harris, Moonlight

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Jeff Bridges, A Qualquer Custo

Veja o trailer de A Qualquer Custo.

MELHOR ROTEIRO
Kenneth Lonergan, Manchester à Beira-Mar

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Jay Cocks e Martin Scorsese, Silêncio

MELHOR ANIMAÇÃO
Kubo e as Cordas Mágicas, de Travis Knight

REVELAÇÃO FEMININA
Royalty Hightower, The Fits

REVELAÇÃO MASCULINA
Lucas Hedges, Manchester à Beira-Mar

MELHOR DIRETOR ESTREANTE
Trey Edward Shults, Krisha

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
O Apartamento (Forushande/The Salesman, Irã-França), de Asghar Farhadi

Conheça o trailer de O Apartamento.

MELHOR DOCUMENTÁRIO
O.J.: Made in America, de Ezra Edelmanezra

MELHOR ELENCO
Estrelas Além do Tempo (Hidden Figures), de Theodore Melfi

PRÊMIO SPOTLIGHT
A parceria criativa de Peter Berg e Mark Wahlberg em filmes como O Grande Herói (Lone Survivor, 2013), Horizonte Profundo – Desastre no Golfo (Deepwater Horizon, 2016)) e Dia de Heróis (Patriots Day, 2016)

PRÊMIO DE LIBERDADE DE EXPRESSÃO
Cameraperson, de Kirsten Johnson

Veja o trailer de Silêncio.

GOTHAM-2016 – A CONSAGRAÇÃO DE MOONLIGHT

Foram entreguem, ontem à noite, no Ciprianmi Wall Street, os 10 prêmios Gotham aos filmes que se destacaram na temporada 2016. O drama racial Moonlight, de Barry Jenkins, foi, como se esperava, o grande vencedor com os prêmios de Melhor Filme e Melhor Roteiro. Casey Affleck, eleito o Melhor Ator, por Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonnergan, e Isabelle Huppert, pelo corajoso trabalho em Elle, de Paul Verhoeven, que está em exibição no circuito Cinema de Arte do Cinépolis

tREVANTE rHODES EM moonlight (2016), de Barry Jenkiss: vencedor do Gotham-2016

Trevante Rhodes em MOONLIGHT (2016), de Barry Jenkins: vencedor do Gotham-2016

Conheça todos os vencedores, lembrando que Moonlight não tem ainda previsão de lançamento no Brasil e Manchetser à Beira-Mar, tem exibição confirmada para 12 de janeiro.

MELHOR FILME
MELHOR ROTEIRO
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Moonlight, de Barry Kenkins

MELHOR ATRIZ
Isabelle Huppert, Elle

MELHOR ATOR
Casey Affleck, Manchester à Beira-Mar

ATOR REVELAÇÃO
Anya Taylor-Joy, A BRUXA

MELHOR DOCUMENTÁRIO
O. J.: Made in America, de Ezra Edelman

PRÊMIO BINGHAM RAY DE DIRETOR REVELAÇÃO
Trey Edward Shults, Krisha

MELHOR SERIE REVELAÇÃO/FORMATO LONGO
Crazy Ex-Girlfriend, de Rachel Bloom e Aline Brosh McKenna

MELHOR SÉRIE REVELAÇÃO/FORMATO CURTO
Her Story, de Jen Richards and Laura Zak (herstoryshow.com)

PRÊMIOS HONORÁRIOS
Ethan Hawke – Ator
Oliver Stone – cineasta
Arnon Milchon -fundador da produtora New Regency

Abaixo,na matéria sobre a nemeaação ao Gotham, confira os trailers dos principais vencedores.

Está aberta, oficialmente, na indústria cinematográfica dos EUA, a temporada de premiação. Nesta 5ª feira, dia 20 de outubro, foram anunciadas as produções independentes que concorrerão ao Gotham International Film Awards. Manchester à Beira-Mar, de Kenneth Lonergan; Certas Mulheres, de Kelly Reichardt; Paterson, de Jim Jarmusch; Jovens, Loucos e Mais Rebeldes, de Richard Linklatter, e Moonlight, de Barry Jenkins, concorrem ao troféu de Melhor Filme

GOTHAM 2016

Vários dos filmes nomeados ao Gotham estão em exibição na 40ª Mostra de Cinema de São Paulo e entrarão em cartaz a partir de janeiro, quando se abre a pré-temporada do Oscar. As indicações, abrangendo 10 categorias, seleciona algumas das mais destacadas produções do cinema independente. No detalhe, a maioria dos cineastas, apesar de famosos e cultuados em festivais internacionais,é totalmente desconhecida no Brasil.

É o caso de Kenneth Lonergan. Manchester à Beira-Mar (Manchester by the Sea), o recordista de indicações com 4 categorias, aplaudido nos festivais de Sundance, Nova York e Telluride e com estreia prevista nos EUA em 18 de novembro. Terceiro longa do cineasta, trata-se de um drama sobre um homem que, com a morte do irmão, adota o sobrinho e isso lhe traz à tona o passado quando uma tragédia tirou-lhe a alegria pela existência. Outro destaque: a atuação de Casey Affleck, irmão de Ben, o novo Batman e em cartaz em O Contador.

Veja o trailer de Manchester à Beira-Mar

Também é o caso de Kelly Richardt, já ganhadora de 11 prêmios e realizadora dos aclamados Meek’s Cutoff (2010) e Night Moves (2013, ambos inéditos), que em Certas Mulheres (Certain Woman), adaptação do conto de Maille Meloy, acompanha o drama de 3 mulheres de uma pequena cidade do interior dos EUA cujas vidas se cruzam entre angústias e esperança. O elenco de atrizes é formado por Kristen Stewart, Michelle Williams e Laura Dern.

Confira o trailer de Certas Mulheres.

Também desconhecido no Brasil, Barry Jenkins faz de Moonlight uma obra premiada que, segundo os analistas, deverá ser destaque nas premiações do cinema independente nas categorias de roteiro e elenco. Jenkins adapta o livro de Tarell McCraney – que também assina o roteiro -, o qual traça a luta de um jovem negro na transição da adolescência para a fase adulta para encontrar o seu lugar na sociedade racista e intolerante de Miami. Uma história de auto-descobertas.

Conheça o trailer de Moonlight.

Os mais conhecidos cineastas dos trabalhos indicados a melhor filme são Richard Linklatter, 56, com Jovens, Loucos e Mais Rebeldes; e Jim Jarmusch, com Paterson. Linklatter, dando continuidade à linha de seus recentes trabalhos anteriores, o cineasta aborda a sua geração, retorna aos anos 80 e enfoca um grupo de amigos estudantes e jogadores de basquete de uma universidade que inicia um questionamento quanto ao futuro e que é almejado ao chegar à vida adulta. O elenco é formado por atores totalmente desconhecidos e talentosos.

Veja o trailer de Jovens, Loucos e Mais Rebeldes.

Jarmusch, um dos realizadores mais cultuados e que ultimamente estava em baixa, retoma o antigo vigor com Peterson, drama que acompanha um motorista de ônibus (Adam Driver) que tem o nome da cidade e que todo dia e sob a mesma rotina observa a do para-brisas de seu veículo e ouve fragmentos das conversas dos passageiros, sob os mais diversos assuntos. Durante seis dias, Jarmusch acompanha a história desse homem simples que ama a mulher e por ela é amado na mesma medida e cujas existências ele expressa em poesias escritas num notebook. Nellie, o cão que o acompanha ganhou o inusitado prêmio Palma Dog, em Cannes.

Confira o trailer de Paterson.

PRÊMIOS HONORÁRIOS

Na área da televisão os destaques vão para as nomeações de Jessica Jones, A Girlfriend Experience e Horace and Pete, entre outros.

Arnon Milcham, produtor de O Regresso (2015), de Alejandro G. Iñarritu;, Oliver Stone, diretor do inédito Snowden; Amy Adfams e Ethan Hawke, atores, receberão no Cipriani Wall Street, Nova York, em 28 de novembro, o prêmio Gotham Honorário.

Confira todos os concorrentes

MELHOR FILME
CERTAS MULHERES (Certain Women), de Kelly Reichardt
JOVENS, LOUCOS E MAIS REBELDES (Everybody Wants Some!!),
de Richard Linklater
MANCHESTER Á BEIRA-MAR (Manchester by the Sea), de Kenneth Lonergan
MOONLIGHT (Moonlight), de Barry Jenkins
PATERSON (Paterson), de Jim Jarmusch

MELHOR ATOR
Casey Affleck, MANCHESTER À BEIRA-MAR
Jeff Bridges, A QUALQUER CUSTO (Hell or High Water)
Adam Driver, PATERSON
Joel Edgerton, LOVING
Craig Robinson, MORRIS FROM AMERICA

MELHOR ATRIZ
Kate Beckinsale, AMOR & AMIZADE
Annette Bening, 20TH CENTURY WOMEN
Isabelle Huppert, ELLE
Ruth Negga, LOVING
Natalie Portman, JACKIE

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
O Elenco de MOONLIGHT

MELHOR DOCUMENTARIO
CAMERAPERSON, de Kirsten Johnson
I AM NOT YOUR NEGRO, de Raoul Peck
O. J.: MADE IN AMERICA, de Ezra Edelman
TOWER, de Keith Maitland
WEINER, de Josh Kriegman e Elyse Steinberg

PRÊMIO BINGHAM RAY DE DIRETOR REVELAÇÃO
Robert Eggers, A BRUXA (The Witch)
Anna Rose Holmer, THE FITS
Daniel Kwan e Daniel Scheinert, SWISS ARMY MAN
Trey Edward Shults, KRISHA
Richard Tanne, SOUTHSIDE WITH YOU

ATOR REVELAÇÃO
Lily Gladstone, CERTAS MULHERES
Lucas Hedges, MANCHESTER Á BEIRA-MAR
Royalty Hightower, THE FITS
Sasha Lane, AMERICAN HONEY
Anya Taylor-Joy, A BRUXA

MELHOR ROTEIRO
Taylor Sheridan, A QUALQUER CUSTO
Whit Stillman, AMOR & AMIZADE
Kenneth Lonergan, MANCHESTER Á BEIRA-MAR
Barry Jenkins e Tarell Alvin McCraney, MOONLIGHT
Jim Jarmusch, PATERSON

MELHOR SERIE REVELAÇÃO/FORMATO LONGO
CRAZY EX-GIRLFRIEND – Rachel Bloom e Aline Brosh McKenna
THE GIRLFRIEND EXPERIENCE – Steven Soderbergh e produtores
HORACE AND PETE – Louis C.K (autor)
JESSICA JONES – Melissa Rosenberg
MASTER OF NONE – Aziz Ansari e Alan Yang (autores)

MELHOR SÉRIE REVELAÇÃO/FORMATO CURTO
THE GAY AND WONDROUS LIFE OF CALEB GALLO – Brian Jordan Alvarez, creator (YouTube)
HER STORY – Jen Richards and Laura Zak (AUTORES, herstoryshow.com)
THE MOVEMENT – Darnell Moore e Host (Mic.com)
SITTING IN BATHROOMS WITH TRANS PEOPLE – Dylan Marron (autor, Seriously.TV)
SURVIVING – Reagan Gomez (autor, YouTube)

DATAS DE ESTREIA NO BRASIL

Confirmados que entrarão nos circuitos brasileiros, mas apenas nos cinemas destinados aos filmes de arte.

EM EXIBIÇÃO
JOVENS, LOUCOS E MAIS REBELDES

22 DE DEZEMBRO
A QUALQUER CUSTO

12 DE JANEIRO
MANCHESTER Á BEIRA-MAR (Sony)

Conheça o trailer de A Qualquer Custo.