BAFTA-2016 – OS INDICADOS

Os indicados ao BAFTA, o prêmio da Academia Britânica de Artes da Televisão e do Cinema, conhecido como o Oscar britânico, já é do conhecimento de todos. Mas vale comentar o meu filme preferido, o qual é uma das maiores criações do cinema desde que Stanley Kubrick fez o maior de todos: 2001: uma Odisséia no Espaço. O Regresso é uma produção de Hollywood que se abre à análise filosófica sobre homem e a sua natureza, a construção de sua civilização sob duas vertentes: a história e a religião. E além, é claro da relacionar os pretendes à premiação em cada categoria

1

Ponte dois Espiões (Bridge of Spies), já exibido, e Carol, que estreia na próxima 5a feira, 14, são os recordistas de indicações, 9 cada. A obra-prima O Regresso (The Revenants), do mexicano Alejandro González Iñarritu, pelo qual torcerei fervorosamente, tem 8 indicações. Na sequência, Mad Mad: Estrada de Fúria, com 7; e Perdido em Marte e Brooklyn, em 6 categorias. E destaco, ainda, outra obra de porte, a ficção-científica Ex-Machina – Instinto Artificial, do estreante Alex Garland.

A British Academy of Film and Television Arts fez, realmente, uma seleção ponderada das melhores produções feitas em 2015. Mas, há uma mistureba com produções norte-americanas, a forma de garantir a atenção do público e da crítica. Neste quesito, Carol, o belo drama de Todd Haynes adaptado do livro The Price of Salt, de Patricia Highsmith (que é destaque aqui no Cinemaeartes e recomendamos a leitura) parece levar nítidas vantagem sobre os seus concorrentes. Não me parece que Ponte dos Espiões seja um filme com força suficiente para desbancá-lo, e Spotlight – Segredos Revelados, com o seu enredo incômodo e mesmo tendo sido considerada a melhor produção de Hollywood em 2015.não tem o seu diretor, Thomas McCarthy, indicado à sua categoria. Resta então, como principal concorrente, o belíssimo e difícil O Regresso.

Leonardo Di Caprio: o por de sol a cada dia na jornada de sacrifiicio do homem para compor uma civilização

Leonardo Di Caprio: o por de sol a cada dia na jornada de sacrifiicio do homem para compor uma civilização

Eis o meu filme preferido: O Regresso. Não me dedico a estudar a a rever um filme assim desde que os meus sentidos se viram invadidos pela Zaratrusta de 2001: uma Odisséia no Espaço, a obra-prima de Stanleu Kubrick (é, a meu ver, a maior de todas as suas criações). Estou simplesmente encantado com este The Revenants, de Iñarritu. É um filme de concepção montada em 3 aspectos da criação do homem em sua evolução: filosófica, histórica e religiosa. Atentos: não dá para analisá-lo sem se focar nesses 3 aspectos.

Não escrevo críticas há quase 2 anos e este filme de instiga a fazê-lo. Estou pensando, mas como só vai estrear em fevereiro, deve ter um tempinho para encarar a análise. Não li e nem vou ler, antes de concluir e postar o texto, ler qualquer entrevista de Iñarritu sobre a sua criação. Quero reter, o máximo possível o meu encanto com as descobertas que o roteiro, a montagem, a fotografia, a trilha sonora, a sequência do ataque do urso e as sua quase 3 horas de duração me proporcionam de inquietação para juntar o que Iñarritu entende como o progresso e a evolução do homem em meio à sua selvageria (advinda de seu estado de natureza) e a crença na espiritualidade. Sim, senhoras e senhores, o filme é premente de amor, ódio, sangue, padecimento, choque de culturas, religião, proposto como instrumento de renovação e depuração do homem. Nada de místico ou fantástico, mas na crença de que somos espíritos e que isso tem a ver com a continuidade da vida após a morte.

É um filme fascinante, duro, difícil,ousado, que deve obter um grande circuito, muito mais pela presença magnética de Leonardo Di Caprio, mas que não acredito que vá fazer sucesso de público. Para este, o público, assisti-lo, será um teste de paciência e aceitar o jogo de quebra-cabeças.

A cerimônia de premiação acontece no dia 14 de fevereiro no Royal Opera House e será apresentada pelo ator inglês Stephen Fry.

Confira a lista completa de indicados:

MELHOR FILME
A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Carol
O Regresso
Spotlight – Segredos Revelados

Confira o trailer de O Regresso.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR DIRETOR
Adam McKay, por A Grande Aposta
Steven Spielberg, por Ponte dos Espiões
Todd Haynes, por Carol
Ridley Scott, por Perdido em Marte
Alejandro Gonzáles Iñárritu, por O Regresso

MELHOR FILME BRITÂNICO
45 Anos, de Andrew Haigh
Amy, de Asif Capadia
Brooklyn, de John Crowley
A Garota Dinamarquesa, de Tom Hooper
Ex Machina – Instinto Artificial, de Alex Garland
The Lobster, de Yorgos Lanthimos

MELHOR ESTREIA – ROTEIRISTA/DIRETOR/PRODUTOR BRITÂNICO
Alex Garland (diretor), por Ex Machina – Instinto Artificial
Debbie Tucker Green (roteirista/diretor), por Second Coming
Naji Abu Nowar (roteirista/diretor) e Rupert Lloyd (produtor), por Theeb
Sean McAllister (diretor/produtor) e Elhum Shakerifar (produtor), por A Syrian Love Story
Stephen Fingleton (roteirista/diretor), por The Survivalist

Veja o trailer de Ex-Machina: Instinto Artificial.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
A Assassina (Nie yin niang, China), de Hou Hsiao Hsien
Força Maior (Force Mejeure, Suécia), de Ruben Ostlund
Theeb (Emirados Árabes Unidos-Qatar-Jorania-Reino Unido), de Naji Abu Nowar
Timbuktu (Mauritânia/França), de Abderrahmane Sissako
Relatos Selvagens (Argentina), de Damian Szifrón

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Amy (EUA) de Asif Kapadia
Cartel Land (EUA-0México), de Matthew Heineman
Malala (EUA), de  Davis Guggenheim
Listen to Me Marlon (EUA), de Davis Guggenheim
Sherpa (Austrália Nepal), de Jennifer Peedom

MELHOR ANIMAÇÃO
Divertida Mente
Minions
Shaun: O Carneiro

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Matthew Charman, Ethan Coen, Joel Coen, por Ponte dos Espiões
Alex Garland, por Ex Machina – Instinto Artificial
Quentin Tarantino, por Os Oito Odiados
Josh Cooley, Pete Docter, Meg LeFauve, por Divertida Mente
Tom McCarthy, Josh Singer, por Spotlight – Segredos Revelados

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Adam McKay, Charles Randolph, por A Grande Aposta
Nick Hornby, por Brooklyn
Phyllis Nagy, por Carol
Emma Donoghue, por O Quarto de Jack
Aaron Sorkin, por Steve Jobs

Confira o trailer de O Quarto de Jack.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR ATOR
Bryan Cranston, por Trumbo: Lista Negra
Eddie Redmayne, por A Garota Dinamarquesa
Leonardo DiCaprio, por O Regresso
Matt Damon, por Perdido em Marte
Michael Fassbender, por Steve Jobs

MELHOR ATRIZ
Alicia Vikander, por A Garota Dinamarquesa
Brie Larson, por O Quarto de Jack
Cate Blanchett, por Carol
Maggie Smith, por A Senhora da Van
Saoirse Ronan, por Brooklyn

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Benicio del Toro, por Sicario: Terra de Ninguém
Christian Bale, por A Grande Virada
Idris Elba, por Beasts of No Nation
Mark Ruffalo, por Spotlight – Segredos Revelados
Mark Rylance, por Ponte dos Espiões

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alicia Vikander, por Ex Machina – Instinto Artificial
Jennifer Jason Leigh, por Os Oito Odiados
Julie Walters, por Brooklyn
Kate Winslet, por Steve Jobs
Rooney Mara, por Carol

Veja o trailer de Brooklyn.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Thomas Newman, por Ponte dos Espiões
Ennio Morricone, por Os Oito Odiados
Ryuichi Sakamoto, Carsten Nicolai, por O Regresso
Jóhann Jóhannsson, por Sicario: Terra de Ninguém
John Williams, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR FOTOGRAFIA
Janusz Kamiński, por Ponte dos Espiões
Ed Lachman, por Carol
John Seale, por Mad Max: Estrada da Fúria
Emmanuel Lubezki, por O Regresso
Roger Deakins, por Sicario: Terra de Ninguém

MELHOR MONTAGEM
Hank Corwin, por A Grande Aposta
Michael Kahn, por Ponte dos Espiões
Margaret Sixel, por Mad Max: Estrada da Fùria
Pietro Scalia, por Perdido em Marte
Stephen Mirrione, por O Regresso

MELHOR DESENHO DE PRODUÇÃO
Adam Stockhausen, Rena DeAngelo, por Ponte dos Espiões
Judy Becker, Heather Loeffler, por Carol
Colin Gibson, Lisa Thompson, por Mad Max: Estrada da Fúria
Arthur Max, Celia Bobak, por Perdido em Marte
Rick Carter, Darren Gilford, Lee Sandales, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR FIGURINO
Odile Dicks-Mireaux, por Brooklyn
Sandy Powell, por Carol
Sandy Powell, por Cinderela
Paco Delgado, por A Garota Dinamarquesa
Jenny Beavan, por Mad Max: Estrada da Fúria

Conheça o trailer de A Garota Dinamarquesa.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO
Morna Ferguson, Lorraine Glynn, por Brooklyn
Jerry DeCarlo, Patricia Regan, por Carol
Jan Sewell, por A Garota Dinamarquesa
Lesley Vanderwalt, Damian Martin, por Mad Max: Estrada da Fúria
Sian Grigg, Duncan Jarman, Robert Pandini, por O Regresso

MELHOR SOM
Drew Kunin, Richard Hymns, Andy Nelson, Gary Rydstrom, por Ponte dos Espiões
Scott Hecker, Chris Jenkins, Mark Mangini, Ben Osmo, Gregg Rudloff, David White, por Mad Max: Estrada da Fúria
Paul Massey, Mac Ruth, Oliver Tarney, Mark Taylor, por Perdido em Marte
Lon Bender, Chris Duesterdiek, Martin Hernandez, Frank A. Montaño, Jon Taylor, Randy Thom, por O Regresso
David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Matthew Wood, Stuart Wilson, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS
Jake Morrison, Greg Steele, Dan Sudick, Alex Wuttke, por Homem-Formiga
Mark Ardington, Sara Bennett, Paul Norris, Andrew Whitehurst, por Ex Machina: Instinto Artificial
Andrew Jackson, Dan Oliver, Tom Wood, Andy Williams, por Mad Max: Estrada da Fúria
Chris Lawrence, Tim Ledbury, Richard Stammers, Steven Warner, por Perdido em Marte
Chris Corbould, Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR CURTA-METRGAEM DE ANIMAÇÃO
Edmond
Manoman
Prologue

MELHOR CURTA-METRGAEM BRITÂNICO
Elephant
Mining Poems or Odes
Operator
Over
Samuel-613

ESTRELA EM ASCENSÃO/Escolhido pelo público
Bel Powley
Brie Larson
Dakota Johnson
John Boyega
Taron Egerton

Veja o trailer de 45 Anos.

Imagem de Amostra do You Tube

 

PREMIAÇÕES DE HOLLYWOOD/2015 – QUE HORAS ELA VOLTA? NO CRITICS CHOICE E FORA DO OSCAR

Que Horas Ela Volta? obteve, nesta semana, nos EUA, uma boa notícia e uma má notícia. A boa: no início da semana recebeu a indicação do Critics’ Choise Awards, a premiação da Broadcast Film Critics Association-BFCA, a qual reúne cerca de 250 analistas de filmes dos EUA e do Canadá, para concorrer ao Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. A má notícia: na noite de ontem, a Academia de Ciências e Artes Cinematográficas de Hollywood o colocou fora da disputa ao Oscar da mesma categoria.  manhã desta feira 

Regina Casé em QUE HORAS ELA VOLTA?, de Ana Muylaert: indicado a melhor filme estrangeiro

Regina Casé em QUE HORAS ELA VOLTA?, de Ana Muylaert: indicado a melhor filme estrangeiro

Oscar, Globo de Ouro e César. Estas são, pela ordem, as mais importantes premiações do cinema internacional. O Critics Choise Awards vem em seguida. Para a seleção dos filmes à premiação, um Conselho dirige os trabalhos e chega a relação final. E acompanhando uma tendência internacional, Max Mad: Estrada da Fúria, de George Miller, lidera com indicações em 13 categorias. Revele-se que, nessa tendência mundial, o filme foi eleito o melhor do ano em vários países. Será que é filme para tudo isso? Avalio que não. Perdido em Marte, em termos de futurismo, é bem importante, mais cerebral, menos visionário. Ambos equilibram 2 temas fundamentais para o homem e a ciência: a conquista de Marte e a posse da água, seja aqui, seja nos planetas alhures. Mas, bem tudo, pois de qualquer forma a ficção-científica, no Cinema, está obtendo prêmios e destaques, deixando o preconceito para trás.

Mas, o que nos interessa, aqui, é a relação dos indicados a Melhor Filme Estrangeiro pela associação dos críticos dos EUA e do Canadá.

Confira os 9 candidatos que continuam na disputa ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro-2015. Dessa lista aí,  4 serão eliminados.  Todos os indicados serão anunciados em 14 de janeiro.

O Novíssimo Testamento (Le tout nouveau testament, Bélgica), de Jaco Van Dormael
O Abraço da Serpente (El abrazo de la serpiente, Colômbia), de Ciro Guerra
A War (Krtigen, Dinamarca), de Tobias Lindholm
O Esgrimista (Miekkailija, Finlândia), de Klaus Härö
5 Graças (Mustang, Turquia-França-Qatar-Alemanha), de Deniz Gamze Ergüven
Labirinto de Mentiras (Im Labyrinth des Schweigens, Alemanha), de Giulio Ricciarelli
Filho de Saul (Saul Fia, Hungria), de László Nemes – Hungria
Viva (Irlanda), de Paddy Breathnach
Theeb (Emirados Árabes-Qatar-Jordânia-Reino Unido), de Naji Abu Nowar

E, ainda, há novidades quanto aos indicados aos prêmios de interpretação masculina. Você imaginaria que 2 dos atores de Hollywood mais apedrejados pelos críticos, em sua maioria, um dia ganharam indicações entre os 5 melhores do ano? Pois é. Sylvester Stallone e Jason Statham, dois astros de filmes porreteiros ganharam indicações. O primeiro, Sylvester Stallone, indicado a ator coadjuvante por sua atuação, aliás, elogiadíssima pela crítica, por Creed: nascido Para Lutar. Aliás, há quem diga que o nome dele pode aparecer na lista do Oscar – e seria a segunda vez. E Jason Statham ganhou indicação, como melhor ator de comédia por A Espiã que Sabia Demais.

Na área da televisão, a série Fargo obteve 8 indicações, lembrando que a entrega será em 17 de janeiro, um domingo.

Charlize Theron, Riley Keough, Zoë Kravitz, Abbey Lee e Courtney Eaton em MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA (2015), de George Miller: indicado a melhor filme

Charlize Theron, Riley Keough, Zoë Kravitz, Abbey Lee e Courtney Eaton em MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA (2015), de George Miller: indicado a melhor filme

Confira todos os indicados de CINEMA.

MELHOR FILME
A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Brooklyn
Carol
Mad Max: estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
O Quarto de Jack
Sicario: terra de Ninguém
Spotlight: segredos Revelados

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
Anomalisa
O Bom Dinossauro
Divertida Mente
Peanuts: o Filme
Shaun: o Carneiro

MELHOR FILME DE AÇÃO
Velozes e Furiosos 7
Jurassic World
Mad Max: estrada da Fúria
Missão Impossível – nação Secreta
Sicario

INDICADOS AO OSCAR-2015 DE FILME ESTRANGEIRO

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
A Assassina (Nie yin niang, China), de Hou Hsiao-Hsien
Boa Noite, Mamãe! (Ich seh, ich seh, Áustria), de Severin Fiala e Veronika Franz
5 Graças (Mustang, Turquia-França-Qatar-Alemanha), de Deniz Gamze Ergüven
O Filho de Saul (Saul Fia, Hungria), de László Nemes
Que Horas Ela Volta? (Brasil), de Ana Muylaert

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Amy
Cartel Land
Going Clear: scientology and the Prison of Belief
Malala
The Look of Silence
Where to Invade Next

MELHOR DIRETOR
Todd Haynes – Carol
Alejandro González Iñárritu – O Regresso
Tom McCarthy – Spotlight
George Miller – Mad Max: estrada da Fúria
Ridley Scott – Perdido em Marte
Steven Spielberg – Ponte dos Espiões

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Ponte dos Espiões
Ex Machina
Os 8 Odiados
Divertida Mente
Spotlight

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
A Grande Aposta
Brooklyn
Perdido em Marte
O Quarto de Jack
Steve Jobs

MELHOR ELENCO
A Grande Aposta
Os 8 Odiados
Spotlight
Straight Outta Compton
Trumbo: Lista Negra

MELHOR ATOR
Bryan Cranston – Trumbo: Lista Negra
Matt Damon – Perdido em Marte
Johnny Depp – Aliança do Crime
Leonardo DiCaprio – O Regresso
Michael Fassbender – Steve Jobs
Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa

MELHOR ATRIZ
Cate Blanchett – Carol
Brie Larson – O Quarto de Jack
Jennifer Lawrence – Joy: o Nome do Sucesso
Charlotte Rampling – 45 Anos
Saoirse Ronan – Brooklyn
Charlize Theron – Mad Max: estrada da Fúria

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Paul Dano – Love & Mercy
Tom Hardy – O Regresso
Mark Ruffalo – Spotlight
Mark Rylance – Ponte dos Espiões
Michael Shannon – 99 Homes
Sylvester Stallone – Creed: nascido Para Lutar

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Jennifer Jason Leigh – Os 8 Odiados
Rooney Mara – Carol
Rachel McAdams – Spotlight
Helen Mirren – Trumbo: Lista Negra
Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa
Kate Winslet – Steve Jobs

MELHOR ATOR/ATRIZ JOVEM
Abraham Attah – Beasts of No Nation
RJ Cyler – Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer
Shameik Moore – Um Deslize Perigoso
Milo Parker – Mr. Holmes
Jacob Tremblay – O Quarto de Jack

MELHOR FOTOGRAFIA
Carol
Os 8 Odiados
Mad Max: estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Sicario

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Ponte dos Espiões
Brooklyn
Carol
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte

MELHOR MONTAGEM
A Grande Aposta
Mad Max: estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Spotlight

MELHOR FIGURINO
Brooklyn
Carol
Cinderela
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: estrada da Fúria

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM
Aliança do Crime
Carol
A Garota Dinamarquesa
Os 8 Odiados
Mad Max: estrada da Fúria
O Regresso

MELHOR EFEITOS VISUAIS
Ex Machina
Jurassic World: o Mundo dos Dinossauros
Mad Max: estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
A Travessia

MELHOR ATOR EM FILME DE AÇÃO
Daniel Craig – 007 Contra Spectre
Tom Cruise – Missão Impossível – Nação Secreta
Tom Hardy – Mad Max: estrada da Fúria
Chris Pratt – Jurassic World
Paul Rudd – Homem-Formiga

MELHOR ATRIZ EM FILME DE AÇÃO
Emily Blunt – Sicario
Rebecca Ferguson – Missão Impossível – nação Secreta
Bryce Dallas Howard – Jurassic World
Jennifer Lawrence – Jogos Vorazes: a Esperança – o Final
Charlize Theron – Mad Max: estrada da Fúria

MELHOR COMÉDIA
A Grande Aposta
Divertida Mente
Joy: o Nome do Sucesso
Irmãs
A Espiã que Sabia Demais
Descompensada

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Christian Bale – A Grande Aposta
Steve Carell – A Grande Aposta
Robert De Niro – Um Senhor Estagiário
Bill Hader – Descompensada
Jason Statham – A Espiã que Sabia Demais

MELHOR ATRIZ DE COMÉDIA
Tina Fey – Sisters
Jennifer Lawrence – Joy: o Nome do Sucesso
Melissa McCarthy – A Espiã que Sabia Demais
Amy Schumer – Descompensada
Lily Tomlin – Grandma

MELHOR FILME DE FICÇÃO-CIENTÍFICA/TERROR
Ex Machina
Corrente do Mal
Jurassic World
Mad Max: estrada da Fúria
Perdido em Marte

MELHOR CANÇÃO
50 Tons de Cinza – Love Me Like You Do
Velozes e Furiosos 7 – See You Again
The Hunting Ground – Til It Happens To You
Love & Mercy – One Kind of Love
007 Contra Spectre – Writing’s on the Wall
Youth – Simple Song #3

MELHOR TRILHA SONORA
Carol
Os 8 Odiados
O Regresso
Sicario
Spotlight

TELEVISÃO

MELHOR ATOR EM COMÉDIA
Anthony Anderson – Black-ish
Aziz Ansari – Master of None
Will Forte – The Last Man on Earth
Randall Park – Fresh Off the Boat
Fred Savage – The Grinder
Jeffrey Tambor – Transparent

MELHOR ATOR EM DRAMA
Hugh Dancy – Hannibal
Rami Malek – Mr. Robot
Clive Owen – The Knick
Liev Schreiber – Ray Donovan
Justin Theroux – The Leftovers
Aden Young – Rectify

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Wes Bentley – American Horror Story: Hotel
Martin Clunes – Arthur & George
Idris Elba – Luther
Oscar Isaac – Show Me a Hero
Vincent Kartheiser – Saints & Strangers
Patrick Wilson – Fargo

MELHOR ATRIZ EM COMÉDIA
Rachel Bloom – Crazy Ex-Girlfriend
Aya Cash – You’re the Worst
Wendi McLendon-Covey – The Goldbergs
Gina Rodriguez – Jane the Virgin
Tracee Ellis Ross – Black-ish
Constance Wu – Fresh Off the Boat

MELHOR ATRIZ EM DRAMA
Shiri Appleby – UnREAL
Carrie Coon – The Leftovers
Viola Davis – How to Get Away With Murder
Eva Green – Penny Dreadful
Taraji P. Henson – Empire
Krysten Ritter – Jessica Jones

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Kathy Bates – American Horror Story: Hotel
Kirsten Dunst – Fargo
Sarah Hay – Flesh and Bone
Alyvia Alyn Lind – Dolly Parton’s Coat of Many Colors
Rachel McAdams – True Detective
Shanice Williams – The Wiz Live!

MELHOR COMÉDIA
Black-ish
Catastrophe
Jane the Virgin
Master of None
The Last Man on Earth
Transparent
You’re the Worst

MELHOR DRAMA
Empire
Mr. Robot
Penny Dreadful
Rectify
The Knick
The Leftovers
UnREAL

MELHOR ATRIZ/ATOR CONVIDADO EM COMÉDIA
Ellen Burstyn – Mom
Anjelica Huston – Transparent
Cherry Jones – Transparent
Jenifer Lewis – Black-ish
Timothy Olyphant – The Grinder
John Slattery – Wet Hot American Summer: First Day of Camp

MELHOR ATOR/ATRIZ CONVIDADO EM DRAMA
Richard Armitage – Hannibal
Justin Kirk – Manhattan
Patti LuPone – Penny Dreadful
Margo Martindale – The Good Wife
Marisa Tomei – Empire
B.D. Wong – Mr. Robot

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME
Childhood’s End
Fargo
Luther
Saints & Strangers
Show Me a Hero
The Wiz Live!

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM COMÉDIA
Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine
Jaime Camil – Jane the Virgin
Jay Duplass – Transparent
Neil Flynn – The Middle
Keegan-Michael Key – Playing House
Mel Rodriguez – Getting On

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM DRAMA
Clayne Crawford – Rectify
Christopher Eccleston – The Leftovers
Andre Holland – The Knick
Jonathan Jackson – Nashville
Rufus Sewell – The Man in the High Castle
Christian Slater – Mr. Robot

MELHOR ATORE COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
David Alan Grier – The Wiz Live!
Ne-Yo – The Wiz Live!
Nick Offerman – Fargo
Jesse Plemons – Fargo
Raoul Trujillo – Saints & Strangers
Bokeem Woodbine – Fargo

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM COMÉDIA
Mayim Bialik – The Big Bang Theory
Kether Donohue – You’re the Worst
Allison Janney – Mom
Judith Light – Transparent
Niecy Nash – Getting On
Eden Sher – The Middle

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM DRAMA
Ann Dowd – The Leftovers
Regina King – The Leftovers
Helen McCrory – Penny Dreadful
Hayden Panettiere – Nashville
Maura Tierney – The Affair
Constance Zimmer – UnREAL

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
Mary J. Blige – The Wiz Live!
Laura Haddock – Luther
Cristin Milioti – Fargo
Sarah Paulson – American Horror Story: Hotel
Winona Ryder – Show Me a Hero
Jean Smart – Fargo

MELHOR SÉRIE ANIMADA
Bob’s Burgers
BoJack Horseman
South Park
Star Wars Rebels
The Simpsons

Confira o trailer de 5 Graças.

 

Semana 44 – PERDIDO EM MARTE

Em mais um final de semana de bilheterias fraquíssimas, a sci-fi Perdido em Marte continuou levando a melhor e liderou o ranking novamente. Principais estréias da semana, Pegando Fogo e Especialista em Crise registraram arrecadações pífias e se tornaram pontos baixos das carreiras de Bradley Cooper e Sandra Bullock

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Pela segunda vez consecutiva, a sci-fi Perdido em Marte foi a campeã das bilheterias norte-americanas. De volta ao topo da lista dos mais rentáveis na semana passada devido ao fraco desempenho das estreias, o filme de Ridley Scott se beneficiou novamente da falta de interesse do público pelas novidades em cartaz nas telonas locais e conseguiu manter sua posição, agora com um faturamento de US$ 11,40 milhões. Ao todo, Perdido em Marte acumula uma renda de ótimos US$ 182,80 milhões, o que o deixa a um passo de se tornar a maior bilheteria da carreira de Scott, superando os US$ 187,70 milhões obtidos por Gladiador.

Na esquerda, cena de GOOSEBUMPS e na direita cena de PONTE DOS ESPIÕES

Na esquerda, cena de GOOSEBUMPS e na direita cena de PONTE DOS ESPIÕES

Em segundo e terceiro lugar, também mantendo as suas colocações, estão a comédia de terror Goosebumps: Monstros e Arrepios e o thriller Ponte dos Espiões, que faturaram respectivamente US$ 10,21 milhões e US$ 8,06 milhões. Em três semanas Goosebumps soma uma bilheteria de US$ 57,10 milhões, encostando assim em seu orçamento (US$ 58 milhões), enquanto que Ponte dos Espiões soma no mesmo período US$ 45,20 milhões.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Na sequência do ranking aparece a animação Hotel Transilvânia 2, que fez US$ 5,83 milhões e subiu da quinta para a quarta posição. No total, o longa animado detém uma renda de US$ 156 milhões, já superando dessa forma os números do filme original, que encerrou sua trajetória nos cinemas norte-americanos com US$ 148,31 milhões.

Banner internacional de PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

Banner internacional de PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

O quinto lugar coube ao drama estreante Pegando Fogo (Burnt), que, com projeções de abertura apontando para modestos US$ 7 milhões, não conseguiu chegar a tanto e encerrou o final de semana com apenas US$ 5,03 milhões arrecadados, o que representa o terceiro fracasso seguido do ator Bradley Cooper, que neste ano já amargou os péssimos desempenhos de Serena e Sob o Mesmo Céu. É um filme pequeno e nós não gastamos muito dinheiro nele, mas obviamente nós esperávamos mais, declarou à Variety o presidente de distribuição da Weinstein Company, Erik Lomis, sobre a performance de Pegando Fogo, cujo orçamento é estimado em US$ 20 milhões. No Brasil, o filme chega aos cinemas no dia 3 de dezembro.

Banner internacional de ESPECIALISTA EM CRISE (2015), de David Gordon Green

Banner internacional de ESPECIALISTA EM CRISE (2015), de David Gordon Green

Mais abaixo, na oitava colocação, está outra novidade, a dramédia Especialista em Crise (Our Brand is Crisis), que foi outro filme que decepcionou bastante ao faturar nos seus três primeiros dias míseros US$ 3,43 milhões, transformando-se na pior abertura da carreira da atriz Sandra Bullock. Nós estamos orgulhosos do filme, nós tínhamos expectativas maiores e nós estamos obviamente desapontados, disse também à Variety Jeff Goldstein, vice-presidente de distribuição da Warner, estúdio que por sinal não está tendo um bom ano, tendo em vista que Terremoto: A Falha de San Andreas e Mad Max: Estrada da Fúria foram os seus únicos filmes a alcançar à marca de US$ 100 milhões em bilheteria em 2015. Especialista em Crise tem estreia no Brasil agendada para o dia 31 de março de 2016.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Pegando Fogo:

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 42 – GOOSEBUMPS: MONSTROS E ARREPIOS

Em um final de semana repleto de estreias, a comédia de terror Goosebumps: Monstros e Arrepios foi a única que realmente se deu bem. Novo filme de Steven Spielberg, Ponte dos Espiões obteve um desempenho mediano, enquanto que A Colina Escarlate foi um fracasso

Banner internacional de GOOSEBUMPS: MONSTROS E ARREPIOS (2015), de Rob Letterman

Banner internacional de GOOSEBUMPS: MONSTROS E ARREPIOS (2015), de Rob Letterman

Maior lançamento da semana no mercado norte-americano, a comédia de terror Goosebumps: Monstros e Arrepios (Goosebumps) se saiu muito bem nas telonas locais e foi direto para o topo do ranking das bilheterias. Presente em 3.501 salas de cinema, o longa estrelado por Jack Black (Escola de Rock) conquistou o público familiar e encerrou seus três primeiros dias em cartaz com um faturamento de US$ 23,50 milhões, quantia elogiável que supera bastante os US$ 15 milhões esperados pelos executivos da Sony. Ficar em primeiro lugar em um final de semana tão competitivo é um resultado incrível. Esse é o começo de uma franquia, declarou ao Hollywood Reporter o chefe de distribuição da Sony, Josh Greenstein. Por aqui, Goosebumps: Monstros e Arrepios chega aos cinemas na próxima quinta-feira, 22.

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Em uma próxima segunda colocação aparece a sci-fi Perdido em Marte, que continuou forte em sua terceira semana e fez US$ 21,50 milhões. No total, a produção acumula uma excelente bilheteria de US$ 143,79 milhões, posicionando-se assim como o terceiro filme mais rentável da carreira do diretor Ridley Scott, ficando atrás apenas de Hannibal (US$ 165,09 milhões) e Gladiador (US$ 187,70 milhões).

Banner internacional de PONTE DOS ESPIÕES (2015), de Steven Spielberg

Banner internacional de PONTE DOS ESPIÕES (2015), de Steven Spielberg

Nova parceria do diretor Steven Spielberg com o ator Tom Hanks, o thriller Ponte dos Espiões (Bridge of Spies) ficou com a medalha de bronze após registrar uma abertura de US$ 15,38 milhões, desempenho não muito expressivo, mas que ficou dentro das expectativas do pessoal da Disney, que espera que as boas críticas, o boca-a-boca positivo e as apostas em relação a indicações ao Oscar 2016 ajudem o filme a ter uma longa e sólida trajetória nas telonas norte-americanas. Ponte dos Espiões também estreia no Brasil na quinta-feira.

Banner internacional de A COLINA ESCARLATE (2015), de Guillermo del Toro

Banner internacional de A COLINA ESCARLATE (2015), de Guillermo del Toro

Na sequência do ranking aparece o terror gótico A Colina Escarlate (Crimson Peak), que, alvo de grande expectativa, acabou se tornando uma grande decepção ao arrecadar somente US$ 12,85 milhões em seu final de semana de estreia, valor bem abaixo das projeções de mercado (que apontavam para US$ 19 milhões) e praticamente irrisório frente ao orçamento do filme, estimado em US$ 55 milhões. Em declaração ao Hollywood Reporter, o chefe de distribuição da Universal, Nick Carpou, atribuiu a fraca performance de A Colina Escarlate à concorrência. Há vários filme voltados para o público adulto em cartaz neste momento, então esse foi um grande desafio, disse. A Colina Escarlate já está em exibição nos cinemas nacionais.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

A quinta colocação ficou com a animação Hotel Transilvânia 2, que mesmo perdendo espaço para Goosebumps conseguiu se sustentar bem e obteve US$ 12,25 milhões de sexta a domingo. No acumulado, o longa animado soma uma bilheteria de ótimos US$ 136,40 milhões.

Banner internacional de WOODLAWN (2015), de Andrew Erwin e Jon Erwin

Banner internacional de WOODLAWN (2015), de Andrew Erwin e Jon Erwin

Quarta novidade da semana, o drama religioso Woodlawn também figurou entre os dez primeiros colocados, tendo ocupado o nono lugar com US$ 4,10 milhões, resultado que não chega a ser empolgante, mas que é consideravelmente melhor que as aberturas dos dois últimos filmes do gênero lançados nas telonas locais, 90 Minutes in Heaven (US$ 2,03 milhões) e Captive (US$ 1,39 milhão). Por enquanto, Woodlawn não possui data de estreia definida no Brasil.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

07

Assista ao trailer de Goosebumps: Monstros e Arrepios.

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 41 – Perdido em Marte

Única estreia de porte da semana, a aventura Peter Pan foi um grande fracasso de arrecadação e com isso o caminho ficou livre para que Perdido em Marte liderasse novamente a lista dos mais rentáveis do final de semana

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Conforme o esperado, o reinado da sci-fi Perdido em Marte nas bilheterias norte-americanas se estendeu por mais uma semana. Após registrar uma abertura recordista no final de semana passado, o filme de Ridley Scott continuou bastante badalado nas telonas locais e conseguiu sem dificuldade se manter no topo do ranking dos mais rentáveis, agora com uma arrecadação de US$ 37 milhões, resultado que representa uma queda de apenas 32%. Em dez dias, Perdido em Marte já acumula uma renda de US$ 108,71 milhões, valor que cobre os seus custos de produção e que faz com que os analistas acreditem que o filme terá força o suficiente para alcançar a marca dos US$ 200 milhões arrecadados.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

A segunda posição coube novamente à animação Hotel Transilvânia 2, que continuou apresentando uma boa sustentação e fez mais 20,30 US$ milhões. No total de três semanas, o longa animado rendeu para a Sony ótimos US$ 116,82 milhões, desempenho por sinal superior ao do filme original, que no mesmo período de tempo havia faturado US$ 102,13 milhões.

Banner internacional de PETER PAN (2015), de Joe Wright

Banner internacional de PETER PAN (2015), de Joe Wright

Em terceiro lugar aparece o principal lançamento da semana, a aventura Peter Pan (Pan), que, originalmente agendada para julho, teve sua estreia adiada pela Warner para este final de semana de modo driblar concorrentes de peso, estratégia que no final das contas acabou não surtindo muito efeito, tendo em vista que a produção terminou por naufragar nas bilheterias tendo faturado fracos US$ 15,53 milhões de sexta a domingo, quantia que, além de ficado abaixo das já pouco animadoras projeções de mercado (que apontavam para uma abertura de US$ 22 milhões), se torna ínfima quando comparada ao orçamento da produção, estimado em US$ 150 milhões. Com isso, acho seguro afirmar que os planos da Warner de tornar Peter Pan o início de uma quadrilogia foram por água abaixo… Peter Pan atualmente está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Na esquerda cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de SICARIO

Na esquerda, cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de SICARIO

Na sequência do ranking vem a comédia Um Senhor Estagiário, que registrou uma perda de somente 26% na sua arrecadação (a menor queda entre do Top 10) e obteve US$ 8,66 milhões, garantindo a quarta colocação e ficando acima de Sicario: Terra de Ninguém, que ocupou o quinto lugar com US$ 7,35 milhõs. Ao todo, Um Senhor Estagiário soma uma bilheteria de US$ 49,57 milhões, enquanto que Sicario contabiliza US$ 26,70 milhões.

Cena de A TRAVESSIA

Cena de A TRAVESSIA

Mais abaixo, na sétima colocação, está o drama A Travessia (The Walk), que após faturar inexpressivos US$ 1,56 milhão em sua estreia em 448 salas IMAX na semana passada, teve seu circuito ampliado para 2.509 cinemas e continuou não empolgando o público, tendo encerrado o final de semana com US$ 3,65 milhões arrecadados, a pior abertura da carreira do diretor Robert Zemeckis (Náufrago). Nós estamos desapontados, pois este é um filme do qual temos muito orgulho, disse ao Hollywood Reporter o chefe de distribuição da Sony, Rory Bruer, sobre a performance de A Travessia, que acumula no total uma bilheteria de US$ 6,36 milhões. A Travessia já está em exibição no Brasil.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – PERDIDO EM MARTE estreia na liderança

Em sua semana de estreia no mercado internacional, Perdido em Marte entrou em cartaz em quase 50 países e disparou na primeira colocação do ranking, não dando chances para o antigo líder, Evereste, que terminou o fim de semana em terceiro, tendo sido também ultrapassado pela animação Hotel Transilvânia 2 que caiu pouco na renda. Um Senhor Estagiário melhorou o desempenho ao estrear em mais países e conseguiu manter a quarta posição, ficando à frente de Maze Runner: Prova de Fogo, que fechou o Top 5 após sair de cartaz em vários países

Cena de PERDIDO EM MARTE.

Cena de PERDIDO EM MARTE

Estrelado por Matt Damon (A Identidade Bourne), o esperado Perdido em Marte estreou em 49 países do mercado internacional e mostrou ter agradado bastante o público, conseguindo a liderança do ranking internacional com uma arrecadação de US$ 45,2 milhões no fim de semana e dos rankings locais de 20 países. Reino Unido foi onde o filme obteve o melhor desempenho no fim de semana, tendo acumulado uma renda de aproximadamente US$ 10,3 milhões, o que o torna o longa de Ridley Scott com melhor desempenho em estreia no local. Alemanha, Rússia e Coréia do Sul são uns dos mercados onde Perdido em Marte vai estrear no próximo fim de semana, restando ainda grandes como Espanha, 16 de outubro, França, 21 de outubro, Japão, 5 de fevereiro, e China, ainda sem data confirmada.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Em seu segundo fim de semana em cartaz no mercado internacional, Hotel Transilvânia 2 caiu cerca de 35% em relação a renda obtida no fim de semana anterior, terminando o domingo na segunda posição do ranking com um faturamento de cerca de US$ 20,4 milhões. Dessa forma, Hotel Transilvânia 2 acumula agora uma receita de US$ 59,8 milhões no mercado internacional, sendo cerca de US$ 41,8 milhões desse total arrecadado apenas na América Latina, o que evidencia o sucesso da franquia nessa região.

Cena de EVERESTE.

Cena de EVERESTE

No último fim de semana, o suspense Evereste tornou-se o sétimo filme da Universal a ultrapassar a faixa dos US$ 100 milhões em receita total no mercado internacional. No entanto, isto não é motivo para grandes comemorações, pois o filme caiu bastante na renda em relação ao desempenho obtido no fim de semana anterior. Evereste acumulou apenas US$ 16,4 milhões no fim de semana, valor que representa uma queda de mais de 50% em relação ao resultado anterior, ficando assim com a terceira posição do ranking. Em sua terceira semana em cartaz, acumula uma renda total de US$ 103 milhões, estando em cartaz em 65 países no mercado internacional.

Anne Hathaway e Robert De Niro em cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO.

Anne Hathaway e Robert De Niro em cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO

Um Senhor Estagiário estreou em mais 17 países no fim de semana passado e conseguiu melhorar consideravelmente o seu desempenho em cerca de 30%. Estrelada por Robert De Niro (Entrando Numa Fria), a comédia arrecadou cerca de US$ 15,7 milhões em seu segundo fim de semana em cartaz e terminou o período na quarta colocação do ranking, ultrapassando Maze Runner: Prova de Fogo que caiu bastante após sair de cartaz em mais de 10 países. Um Senhor Estagiário acumular atualmente uma receita próxima de US$ 35,6 milhões.

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO.

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO.

Maze Runner: Prova de Fogo fechou o Top 5 do fim de semana arrecadando uma renda de US$ 13,7 milhões no período, valor que representa uma queda de mais de 50% em relação o fim de semana anterior. O filme é exibido atualmente em 57 países, após sair de cartaz em vários países, como dito anteriormente, estando com um acumulado total de aproximadamente US$ 148 milhões ao término do último domingo, 4.

Confira a tabela com os dez melhores do fim de semana.

RINT-40-2015

Veja o trailer de Perdido em Marte.

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 40 – PERDIDO EM MARTE

Superando expectativas, a sci-fi espacial entregou o segundo final de semana seguido com recordes nas bilheterias. Enquanto isso, o suspense policial Sicario chegou à amplo circuito e continuou fazendo bonito

Banner internacional de PERDIDO EM MARTE (2015), de Ridley Scott

Banner internacional de PERDIDO EM MARTE (2015), de Ridley Scott

Sucesso absoluto entre os críticos (o índice de aprovação do RottenTomatoes foi de empolgantes 94%), a sci-fi Perdido em Marte (The Martian) conseguiu também cair nas graças do público e terminou trilhando seu caminho para a lista de maiores aberturas do mês de outubro de todos os tempos.

Único lançamento de porte da semana, o filme de Ridley Scott (Gladiador) faturou nada menos que US$ 55 milhões nos seus três primeiros dias em cartaz, resultado bem acima dos US$ 40 milhões esperados pelos executivos da Fox e que garante à produção o posto de segunda melhor estreia de outubro da história, perdendo por muito, muito pouco para outra sci-fi espacial, Gravidade, que em 2013 fez US$ 55,78 milhões. Além disso, os números de Perdido em Marte foram bons o bastante para transformá-lo na segunda maior abertura das carreiras de Scott e do ator Matt Damon, ficando atrás, respectivamente, de Hannibal (US$ 58 milhões) e O Ultimato Bourne (US$ 69,28 milhões).

Nós fomos muito conservadores em nossas estimativas, então alcançar US$ 55 milhões foi incrível. A combinação entre o apoio dos críticos e a reação positiva do público é algo muito raro, mas quando você consegue, significa que você tem um filme de sucesso, declarou ao Los Angeles Times o chefe de distribuição da Fox, Chris Aronson, sobre o desempenho de Perdido em Marte.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Em segundo lugar ficou a campeã da semana passada, a animação Hotel Transilvânia 2, que permaneceu fazendo a alegria do público familiar e arrecadou US$ 33 milhões, o que representa uma queda de somente 32% em relação à sua abertura recordista. No total de dez dias, Hotel Transilvânia 2 acumula uma bilheteria de US$ 90,54 milhões, já cobrindo portanto o seu orçamento de US$ 80 milhões.

Cena de SICARIO: TERRA DE NINGUÉM

Cena de SICARIO: TERRA DE NINGUÉM

A medalha de bronze coube ao suspense policial Sicario: Terra de Ninguém, que após duas semanas rendendo sessões lotadas em circuito restrito, passou a ser exibido em 2.620 salas de cinema e deu continuidade à sua trajetória de sucesso, tendo obtido durante o final de semana sólidos US$ 12,07 milhões, quantia superior aos US$ 9 milhões projetados pelos analistas. Ao todo, o filme de Denis Villeneuve (Os Suspeitos) detém uma bilheteria de US$ 15,07 milhões.

Na esquerda cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO

Na esquerda cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO

Completando a lista dos cinco primeiros colocados estão a comédia Um Senhor Estagiário, que se sustentou muito bem (sua queda foi de apenas 34%) e fez US$ 11,62 milhões, e a aventura Maze Runner: Prova de Fogo, que faturou US$ 7,65 milhões. Em dez dias, Um Senhor Estagiário soma uma bilheteria de US$ 36,52 milhões, enquanto que Prova de Fogo acumula US$ 63,24 milhões em três semanas.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

05

Assista ao trailer de Perdido em Marte:

Imagem de Amostra do You Tube

PERDIDO EM MARTE – SOBREVIVÊNCIA HUMANA NO ESPAÇO

Baseado no livro homônimo de Andy Weir, Perdido em Marte (The Martian, 2015), de Ridley Scott, é mais uma obra notável na filmografia do diretor. Lidando razoavelmente com a ciência, vemos de forma divertida o drama pessoal de um astronauta que literalmente foi plantar batata no espaço

Cena de PERDIDO EM MARTE (The Martian, 2015) de Ridley Scott

Cena de PERDIDO EM MARTE (2015), de Ridley Scott

O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é uma das primeiras pessoas a caminhar em Marte. Entretanto, devido a complicações causadas por uma tempestade de poeira, Mark é deixado para trás por sua tripulação, chefiada por Melissa Lewis (Jessica Chastain), e é dado como morto após ser atingido por uma antena. Com apenas poucos suprimentos, Mark dá início a uma luta para sobreviver sem recursos e sozinho no planeta hostil.

Com suprimentos escassos, Watney passa a contar com a sua criatividade, engenho e espírito para subsistir e encontrar uma maneira de sinalizar à Terra que está vivo. A milhões de quilômetros de distância, a NASA e uma equipe de cientistas internacionais trabalham incansavelmente para trazer o astronauta de volta enquanto seus colegas de tripulação simultaneamente traçam uma ousada missão de resgate. Conforme essas histórias de incrível bravura se desdobram, o mundo se une para torcer pelo retorno seguro de Watney.

As cenas onde Mark dialoga com a plateia (com as câmeras da nave) numa espécie de registro diário de sobrevivência, são cativantes, engraçadas e fazem nos importarmos com o ser humano lidando com bom humor numa situação desesperadora. No entanto, o filme não foca apenas nas cenas em Marte, pois são mostradas as decisões da alta direção da NASA na Terra e a tripulação que volta para resgatar o parceiro deixado para trás.

Perdido Em Marte conta com um elenco primoroso, repleto de estrelas que inclui além de Matt Damon, Jessica Chastain, Kristen Wiig, Kate Mara, Michael Pena, Jeff Daniels, Chiwetel Ejiofor e Donald Glover. O trabalho de fotografia também nos oferecem belas imagens do planeta vermelho e o 3D, apesar dos pesares, é bem utilizado nessas cenas de contemplação. Vale o ingresso.

Poster de PERDIDO EM MARTE (The Martian, 2015) de Ridley Scott

Pôster de PERDIDO EM MARTE (The Martian, 2015), de Ridley Scott

Título: Perdido em Marte (The Martian)

Estreia: 01/10/2015

Gênero: Aventura, Ação, Ficção Científica

Duração: 120 min.

Origem: Estados Unidos

Direção: Ridley Scott

Roteiro: Andy Weir, Drew Goddard

Distribuidor: Fox Film do Brasil

Classificação: 12 anos

Ano: 2015

 

 

Veja o trailer de Perdido em Marte:

Imagem de Amostra do You Tube

CELEBRIDADE – a rebelde GolshiFteh Farahani

Um dia depois de Jennifer Lawrence ter fotos publicadas pela revista estadunidense Vanity Fair e defender o direito sobre o seu corpo, a atriz iraniania Golshifteh Farahani fez o mesmo posando sem roupa para a revista francesa L’egoiste, e igualmente assumindo esse direito. Expulsa de seu país, Farahani coleciona uma série de premiações e pode ser vista em Exodu – deuses e Reis, de Ridley Scott, ainda em cartaz

Golsfiteh Farahani em capa da revista francesa L'egoiste e no facebook: direito ao seu corpo

Golsfiteh Farahani em capa da revista francesa L’egoiste e no facebook: direito ao seu corpo

“Eu quero ser feliz. E no mínimo educada quando você ainda está viva, certo?”. Com essa frase, a atriz decanta o direito sobre a sua existência. E louva a nova terra na qual vive, a França: “Paris é o único lugar do mundo onde as mulheres não se sentem culpadas. No Oriente você é assim o tempo todo assim que você sente os primeiros impulsos sexuais. A França me faz livre”.

Quem é Golshifteh Farahani? Como eu escrevi no início do texto, ela pode ser vista na produção hollywoodiana Exodo – deuses e Reis (Exodus: gods and Kings, 2014), de Ridley Scott, no papel de Nefertari, a mulher de Ramsés II (Joel Edgerton). Ela começou a interpretar aos 9 anos e se tornou famosa ao criar uma carreira profissional a partir de 1998. Mas, a sua história é uma mescla de rebeldia e heroísmo. Primeiro, porque estudou línguas – fala fluentemente o inglês e o francês –, se formou em música – toca piano e canta – e tem até uma banda na França. Rebeldia por ter enfrentado o preconceito e o machismo que controla e tira a liberdade da mulher oriental, mais particularmente no Irã, a sua terra natal, onde passou a sofrer tenaz perseguição não por atuação em Rede de Mentiras (Body of Lies, 2008), também de Scott – onde atua ao lado de Leonardo Di Caprio interpretando uma enfermeira iraniana-jordiana em Amam -, mas sim porque, na sessão de pré-estreia, apareceu sem o véu.

A atitude fez o governo iraniano perseguir a sua família, confiscar o seu passaporte e proibi-la de atuar no País, o que a fez exilar-se na França. Ela se tornou, também, a primeira atriz iraniana a aparecer em um filme de Hollywood desde a revolução de 1979 e passou a trabalhar com o compatriota Asgar Farhadi, em À Procura de Elly (2009) e mais recentemente atuou em Frango com Ameixas (Poulet aux Prunes, 2011), de Vincent Paronnaud e Marjane Satrapi; A Pedra da Paciência (2012), de Atiq Rahimi, Simplesmente uma Mulher (Just Like a Woman, 2013), de Rachid Bouchareb, o inédito My Sweet Paper Land (2013), de Hiner Saleem, e 118 Dias (Rosewater, 2014), de Jon Stewart, que estreia no Brasil no próximo mês.

Golsditeh Farahani em 118 DIAS (2014), de Jon Stewart

Golshifteh Farahani em 118 DIAS (2014), de Jon Stewart

Mas, o problema maior foi ter mostrado um dos seios em um vídeo do Prêmio César, no qual os atores e atrizes concorrentes ao prêmio de revelação tiraram a roupa reivindicando o direito sobre os seus corpos e combatendo a intolerância. A sua participação foi uma surpresa e chocou a sociedade iraniana, principalmente porque o vídeo está no youtube. Tida como uma afronta ao Islã, a sua aparição no vídeo foi do “lamentável” ao “lado negro de um filme repugnante”, indignando a República Islâmica. Isso aconteceu em 2012 e você pode conferir o vídeo, abaixo.

No mesmo ano, em outro comercial com o mesmo objetivo, ela aparece ao lado de uma frase em que clama pelo direito da mulher sobre não apenas o corpo, mas a própria vida. E, pior ainda, dirige-se diretamente a religião islâmica e a nação iraniana. Mais uma vez, o alvo é a tirania sobre a mulher.

“O corpo dela pertence a ela e a ela somente. Não pertence ao Islã ou ao povo iraniano. Ela não é sua propriedade para odiar ou para concordar ou discordar. Ela não é sua escrava. Ela tem uma mente própria e não precisa da aprovação do povo iraniano para viver a sua vida” (tradução de Caio José Pinto Freire)

“O corpo dela pertence a ela e a ela somente. Não pertence ao Islã ou ao povo iraniano. Ela não é sua propriedade para odiar ou para concordar ou discordar. Ela não é sua escrava. Ela tem uma mente própria e não precisa da aprovação do povo iraniano para viver a sua vida” (tradução de Caio José Pinto Freire)

A França está mantendo os seus ideais de liberdade e igualdade. Há um mês o jornal satírico Charlie Hebdo sofreu um atentado no qual 12 pessoas foram mortas por ação da Al Qaeda, que a reivindicou, mas o efeito foi contrário, pois logo em seguida saiu uma edição com novas charges satíricas à intolerância de grupos islâmicos. Ao pousar despida para a L’egoiste (o crédito do trabalho é do fotógrafo Paolo Roversi), certamente Golshifteh não provocará reação igual, mas o ódio à nação francesa deve ser reforçado.

Golshifteh Farahani vai aparecer ainda em mais 4 filmes: Eden (2014, França), de Mia Hansen-Love, Les Deux Amis (2015, França, em finalização), de Louis Garrel; Altamira (2015, Espanha-França, em finalização), de Hugh Hudson; Mon Souffle (2015, França), de Jihane Chouaib, e filma Les Maulheurs de Sophie (França), de Christophe Honoré, a ser lançado em 2016.

Veja o trailer de 118 dias.

Imagem de Amostra do You Tube

 

SEMANA 03 – OS PINGUINS DE MADAGASCAR

Iniciando a terceira semana de lançamentos nos cinemas brasileiros, a animação Os Pinguins de Madagascar, com o apoio da turma miúda e seus pais desbancou a comédia nacional Loucas Para Casar e passa a ocupar a liderança do Ranking. A produção hollywoodiana deve finalizar a semana com 2 milhões de espectadores e a brasileira, 1 milhão de ingressos vendidos

PINGUINS DE MADAGASCAR (2014), de Simon J. Smith: líder no Brasil

PINGUINS DE MADAGASCAR (2014), de Simon J. Smith: líder no Brasil

Depois de ter decepcionado com uma estreia mediana nos EUA, a animação Os Pinguins de Madagascar (Dreamworks) consegue a proeza de assumir o Ranking de Bilheteria Brasil na terceira semana de 2015. Visto por 629.620 espectadores, obteve uma arrecadação de R$ 9.334.888, deixando para trás a comédia nacional Loucas Para Casar (Downtown), de Robert Santucci, conferido por 474,2 mil pessoas (média excelente de 832 espectadores por sala) e renda de R$ 6,6 milhões. Até o fechamento desta semana, que se conclui cinematograficamente na 4ª.feira, devem alcançar, respectivamente, 2 milhões e um milhão de ingressos vendidos.

INVENCÍVEL (2014), de Angelina Jolie

INVENCÍVEL (2014), de Angelina Jolie

Nas demais posições do Ranking, nada de surpresas, mas uma luta ferrenha entre 2 blockbusters: Êxodo – deuses e Reis (Exodus – Gods and Kings, Warner), de Ridley Scott, aparece com ínfima vantagem sobre Uma Noite no Museu 3 (Fox), de Shawn Levy. A diferença foi de 247,9 mil e 247,5 mil espectadores, cada um, pela ordem. Esperava mais interesse do grande público por Invencível (Unbroken, Universal), o segundo trabalho de Angelina Jolie atrás das câmeras e, coincidentemente, um drama de guerra. A história real de Louis Zamperini, que saiu da marginalidade para se tornar herói de guerra e brilhar como atleta olímpico foi visto por 76.126 espectadores. Outros lugares no Top 10 foram alcançados por Livre (Sony), do francês Jean-Marc Vallée, com 75 mil ingressos vendidos; e Whiplash – Em Busca da Perfeição (Whiplash, Sony), de Damian Chazelle, com 25 mil espectadores.

Confira o Ranking dos 10 mais da terceira semana de 2015 – 15 a 18 de janeiro.

quadro

Fonte: Rentrak