Semana 50 – Jogos Vorazes: A Esperança – O Final

Enquanto o público norte-americano se prepara para a muito aguardada estreia de Star Wars: O Despertar da Força (que acontece na próxima sexta), o último Jogos Vorazes tirou proveito da ausência de concorrentes de peso e conseguiu se manter na liderança das bilheterias locais uma última vez. Único grande lançamento da semana, o épico No Coração do Mar não despertou muito interesse e acabou indo para a já extensa lista de fracasso do ano da Warner Bros.

Cena de JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA - O FINAL

Cena de JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA – O FINAL

Pela quarta semana consecutiva, nenhum dos filmes em cartaz no mercado norte-americano foi páreo para a aventura Jogos Vorazes: A Esperança – O Final, que continuou firme no topo do ranking de bilheteria. Ao todo, foram mais US$ 11,30 milhões arrecadados pelo filme de sexta a domingo, quantia que eleva sua renda acumulada para elogiáveis US$ 244,49 milhões. Assim, A Esperança – O Final caminha para se tornar o menos lucrativo da franquia na América do Norte, algo que embora seja um tanto desanimador, não chega a ser de fato uma preocupação para os executivos da Lionsgate, tendo em vista que o orçamento de US$ 160 milhões já foi recuperado e que, considerando os números do mercado internacional, o faturamento total da produção se aproxima dos US$ 600 milhões.

Banner internacional de NO CORAÇÃO DO MAR (2015), de Ron Howard

Banner internacional de NO CORAÇÃO DO MAR (2015), de Ron Howard

Em segundo lugar ficou o épico estreante No Coração do Mar (In the Heart of the Sea), que encerrou seus três primeiros dias em cartaz com fracos US$ 11 milhões, valor bem abaixo das projeções iniciais de mercado (que apontavam para US$ 17 milhões) e que representa uma das piores aberturas do diretor Ron Howard. Além disso, com um custo de produção estimado em salgados US$ 100 milhões, No Coração do Mar foi direto para a lista de fracassos de 2015 da Warner Bros., lista esta que conta com O Destino de Júpiter, Entourage: Fama e Amizade, O Agente da U.N.C.L.E. e Peter Pan. Nós estamos do lado de Ron Howard e da sua visão para a história. Nós acreditamos nele. Ele é um ótimo diretor. Contudo, alguns filmes funcionam e outros, infelizmente, não, declarou à Variety o vice-presidente de distribuição da Warner, Jeff Goldstein. No Coração do Mar já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Na esquerda, cena de O BOM DINOSSAURO e na direita cena de CREED: NASCIDO PARA LUTAR

Na esquerda, cena de O BOM DINOSSAURO e na direita cena de CREED: NASCIDO PARA LUTAR

Na sequência do ranking aparecem a animação O Bom Dinossauro e o drama Creed: Nascido para Lutar, que registraram quedas na casa dos 30% e arrecadaram, respectivamente, US$ 10,49 milhões e US$ 10,12 milhões. Em três semanas, O Bom Dinossauro acumula uma renda de US$ 89,66 milhões, enquanto que Creed soma US$ 79,32 milhões no mesmo período.

Cena de KRAMPUS: O TERROR DO NATAL

Cena de KRAMPUS: O TERROR DO NATAL

Finalizando o Top 5 está a comédia de terror Krampus: O Terror do Natal, que após uma estreia acima das expectativas na semana passada, caiu 51% e fez US$ 8,10 milhões. Em dez dias, o longa estrelado por Adam Scott (A Vida Secreta de Walter Mitty) e Toni Collette (Pequena Miss Sunshine) detém uma bilheteria de US$ 28,15 milhões, quase o dobro do seu orçamento, estimado em US$ 15 milhões.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

05

Assista ao trailer de No Coração do Mar:

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING BRASIL – PETER PAN estreia em primeiro

A aventura Peter Pan terminou o seu primeiro fim de semana no Brasil na liderança do ranking das bilheterias, tomando assim a antiga posição da comédia brasileira Vai que cola, que após uma razoável queda escorregou para a segunda colocação. Perdido em Marte caiu pouco menos que Hotel Transilvânia 2 e acabou o ultrapassando, permanecendo assim na terceira posição, enquanto que a animação ficou em quarto lugar . Maze Runner: Prova de Fogo caiu bastante na renda, mas felizmente não foi ultrapassado e conseguiu terminar o fim de semana na quinta posição

Hugh Jackman em cena de PETER PAN.

Hugh Jackman em cena de PETER PAN

Em seu primeiro fim de semana no país, Peter Pan foi exibido em quase 860 salas e conseguiu um bom resultado que lhe garantiu a liderança do ranking Brasil. A aventura arrecadou aproximadamente R$ 7,1 milhões no período, cerca de R$ 1 milhão a menos que o obtido pela comédia brasileira Vai Que Cola em sua estreia, no fim de semana anterior. Mesmo com a liderança, a aventura ficou apenas com a terceira melhor média de público por sala, o que indica que o resultado do fim de semana foi maior influenciado pelo preço mais caro dos ingressos 3D do que pelo sucesso em público. A média foi de aproximadamente 545 espectadores por sala.

Cena de VAI QUE COLA.

Cena de VAI QUE COLA

A comédia brasileira Vai Que Cola, estrelada por Paulo Gustavo, conseguiu melhor público que Peter Pan no último fim de semana, mesmo sendo exibido em cerca de 200 salas a menos que a aventura. Ao término do fim de semana, a comédia já arrecadava aproximadamente R$ 6,7 milhões no período, valor representa uma queda de cerca de 20% em relação o fim de semana anterior, o que lhe garantiu a segunda posição do ranking. Com o resultado, Vai Que Cola somou um público de mais de 490 mil espectadores, ficando com a melhor média de público por sala do fim de semana, 758. Com o valor obtido no fim de semana, a comédia passou a acumular cerca de R$ 20 milhões em renda, em sua segunda semana em cartaz no país.

Matt Damon em cena de PERDIDO EM MARTE.

Matt Damon em cena de PERDIDO EM MARTE

Perdido em Marte caiu cerca de 25% em relação o fim de semana anterior e conseguiu ficar à frente da animação Hotel Transilvânia 2, mantendo-se na terceira colocação do ranking com uma arrecadação aproximada de R$ 5,4 milhões no fim de semana. Cerca de 335 mil espectadores assistiram ao drama no período. Exibido em quase 600 salas no país, Perdido em Marte ficou com uma média de público de 572 espectadores por sala, a segunda melhor do fim de semana. No total, o filme acumula uma renda de R$ 15,2 milhões no país.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2.

Hotel Transilvânia 2 terminou o último fim de semana com uma arrecadação de cerca de R$ 5,0 milhões, valor que representa uma queda de aproximadamente 35% em relação o fim de semana anterior. Com o resultado, a animação acabou sendo ultrapassada pelo drama Perdido em Marte, mas assegurou a quarta posição do ranking. Ao término do domingo, Hotel Transilvânia 2 acumulava uma renda próxima de R$ 27,2 milhões no país.

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO.

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO

Dentre os dez primeiros colocados do ranking Brasil do último fim de semana, Maze Runner: Prova de Fogo foi quem obteve a segunda maior queda na renda em relação o fim de semana anterior, quase 60%. Exibido em pouco menos de 400 salas no país, a ficção arrecadou apenas cerca de R$ R$ 1,3 milhão, tendo levado pouco mais de 100 mil espectadores aos cinemas no fim de semana. A média de público por sala do filme foi a quarta pior dos dez primeiros, 262 espectadores por sala. Em sua quarta semana em cartaz, Prova de Fogo acumula um valor próximo de R$ 25,5 milhões no país.

Confira os dez melhores do ranking Brasil do último fim de semana.

RBRA-41-2015

Veja o trailer de Peter Pan.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – PERDIDO EM MARTE continua isolado na liderança

Perdido em Marte estreou em vários novos países e melhorou o seu desempenho, isolando-se mais ainda na liderança. Hotel Transilvânia 2 manteve-se próximo à renda anterior e continuou na segunda posição do ranking. Divertida Mente voltou novamente a ficar entre os cinco primeiros após estrear na China com um ótimo resultado, terminando o fim de semana em terceiro. Peter Pan estreou em mais de 50 países e subiu para a quarta posição do ranking com o resultado do fim de semana. Maze Runner: Prova de Fogo melhorou o desempenho razoavelmente e manteve a quinta colocação

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Em sua segunda semana em cartaz no mercado internacional, a sci-fi Perdido em Marte manteve a liderança do ranking das bilheterias. O filme de Ridley Scott (Gladiador) estreou em novos 25 países e arrecadou uma renda de aproximadamente US$ 58,1 milhões, valor que representa um aumento de cerca de 30% em relação o fim de semana anterior. Na Coréia do Sul, Perdido em Marte arrecadou US$ 12,7 milhões, tornando-se o filme distribuído pela Fox no país com a melhor estreia de todos os tempos. Com o resultado, a ficção passou a acumular uma renda de US$ 119 milhões no mercado internacional.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

A animação Hotel Transilvânia 2 continuou com bons resultados na renda, mantendo-se próximo ao desempenho obtido no fim de semana anterior e encerrando o atual com uma arrecadação de US$ 22,7 milhões, que lhe assegurou novamente a segunda posição do ranking. A Itália foi o país onde obteve o melhor desempenho no fim de semana, tendo acumulado cerca de US$ 3,6 milhões no período. Após quase três semanas em cartaz, Hotel Transilvânia 2 conta com uma receita total de aproximadamente US$ 91,0 milhões no mercado internacional.

Cena de DIVERTIDA MENTE.

Cena de DIVERTIDA MENTE

Já em sua 17º semana em cartaz no mercado internacional, Divertida Mente estreou finalmente na China e conseguiu voltar a ficar entre os cinco primeiros do ranking após acumular uma renda de cerca de US$ 21,6 milhões no fim de semana, garantindo o terceiro lugar. Divertida Mente estreou na terça-feira, 6, na China e até o fim de domingo acumulou cerca de US$ 11,7 milhões no país. No total, a animação soma cerca de US$ 464 milhões no mercado internacional.

Cena de PETER PAN.

Cena de PETER PAN

Após duas semanas em exibição em apenas dois países, Peter Pan estreou em novos 52, acumulando uma renda de aproximadamente US$ 20,5 milhões, quantia suficiente para a quarta posição do ranking. Do resultado total do fim de semana, cerca de US$ 7 milhões foi obtido no mercado europeu, com Espanha e Rússia liderando. Ao todo, Peter Pan acumula uma renda aproximada de US$ 25,1 milhões.

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO

Cena de MAZE RUNNER: PROVA DE FOGO

Graças à sua estreia na França, onde o filme acumulou cerca de US$ 9 milhões no fim de semana, Maze Runner: Prova de Fogo conseguiu melhorar seu desempenho em relação ao do fim de semana anterior, somando uma arrecadação de US$ 16,1 milhões. A ficção manteve-se na quinta colocação com o resultado, estando em exibição em mais de 60 países em sua quinta semana em cartaz. No total, Prova de Fogo ficou com uma receita de aproximadamente US$ 169 milhões no mercado internacional, quase o dobro da obtida por Hotel Transilvânia 2, que estreou na mesma semana que a aventura e é também exibida em cerca de 60 países.

Confira abaixo os dez melhores do ranking internacional do último fim de semana.

RINT-41-2015

Veja o trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

PETER PAN – A TERRA DO NUNCA SEM O ENCANTO DE SEMPRE

Baseado na peça The Boy Who Wouldn’t Grow Up (1904), de J.M. Barrie, Peter Pan (Pan, 2015), de Joe Wright, apresenta uma nova visão sobre a origem dos personagens clássicos, mostrando a história de um órfão que é transportado para a mágica Terra do Nunca. Apesar de parecer um espetáculo do Cirque du Soleil, o filme não empolga

Levi Miller e Hugh Jackman em PETER PAN (2015), de Joe Wright

Levi Miller e Hugh Jackman em PETER PAN (2015), de Joe Wright

A aventura apresenta uma nova versão da história clássica do órfão Peter (Levi Miller), um garoto de 12 anos que vive em um orfanato em Londres no período da Segunda Guerra Mundial. Um dia, ele e várias crianças são sequestradas por piratas em um navio voador, que logo é perseguido por caças do exército britânico. O navio escapa e logo ruma para a Terra do Nunca, um lugar mágico e distante onde o capitão Barba Negra (Hugh Jackman) escraviza crianças e adultos para que encontrem pixum, uma pedra preciosa que concentra pó de fada. Em pleno garimpo, Peter conhece James Gancho (Garreth Hedlund), que mais tarde se torna o grande vilão Capitão Gancho e tem planos para fugir do local.

Apesar de apresentar os diversos elementos característicos da Terra do Nunca, como o crocodilo, as sereias e as fadas, parece que estamos em outro mundo, sem o encanto que é habitual na história do menino que não crescia. A direção de Joe Wright é segura e prepara o filme para ser uma franquia, mas o roteiro de Jason Fuchs deixa a desejar, não tornando a história empolgante e sim chata e arrastada. Será que estou ficando velho? Com certeza, mas creio que o fracasso dos números da bilheteria do filme condiz com o que o filme apresenta.

Mesmo contando com um elenco estrelado, que inclui, além dos já mencionados anteriormente, Rooney Mara, Amanda Seyfried e Nonso Anozie, nenhuma atuação consegue realmente chamar a atenção. Destaque apenas para o design de produção e direção de arte do filme, que já está virando marca registrada de Joe Wright. Não vi em 3D, e achei a projeção escura, imaginem então com os óculos… Não recomendo.

Poster de PETER PAN (Pan, 2015) de Joe Wright

Poster de PETER PAN (Pan, 2015), de Joe Wright

Título: Peter Pan (Pan)

Estreia: 08/10/2015

Gênero: Aventura, Comédia, Fantasia

Duração: 113 min.

Origem: Estados Unidos

Direção: Joe Wright

Roteiro: J.M. Barrie, Jason Fuchs

Distribuidor: Warner Bros. Pictures

Classificação: 10 anos

Ano: 2015

 

 

Segue trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 41 – Perdido em Marte

Única estreia de porte da semana, a aventura Peter Pan foi um grande fracasso de arrecadação e com isso o caminho ficou livre para que Perdido em Marte liderasse novamente a lista dos mais rentáveis do final de semana

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Conforme o esperado, o reinado da sci-fi Perdido em Marte nas bilheterias norte-americanas se estendeu por mais uma semana. Após registrar uma abertura recordista no final de semana passado, o filme de Ridley Scott continuou bastante badalado nas telonas locais e conseguiu sem dificuldade se manter no topo do ranking dos mais rentáveis, agora com uma arrecadação de US$ 37 milhões, resultado que representa uma queda de apenas 32%. Em dez dias, Perdido em Marte já acumula uma renda de US$ 108,71 milhões, valor que cobre os seus custos de produção e que faz com que os analistas acreditem que o filme terá força o suficiente para alcançar a marca dos US$ 200 milhões arrecadados.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

A segunda posição coube novamente à animação Hotel Transilvânia 2, que continuou apresentando uma boa sustentação e fez mais 20,30 US$ milhões. No total de três semanas, o longa animado rendeu para a Sony ótimos US$ 116,82 milhões, desempenho por sinal superior ao do filme original, que no mesmo período de tempo havia faturado US$ 102,13 milhões.

Banner internacional de PETER PAN (2015), de Joe Wright

Banner internacional de PETER PAN (2015), de Joe Wright

Em terceiro lugar aparece o principal lançamento da semana, a aventura Peter Pan (Pan), que, originalmente agendada para julho, teve sua estreia adiada pela Warner para este final de semana de modo driblar concorrentes de peso, estratégia que no final das contas acabou não surtindo muito efeito, tendo em vista que a produção terminou por naufragar nas bilheterias tendo faturado fracos US$ 15,53 milhões de sexta a domingo, quantia que, além de ficado abaixo das já pouco animadoras projeções de mercado (que apontavam para uma abertura de US$ 22 milhões), se torna ínfima quando comparada ao orçamento da produção, estimado em US$ 150 milhões. Com isso, acho seguro afirmar que os planos da Warner de tornar Peter Pan o início de uma quadrilogia foram por água abaixo… Peter Pan atualmente está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Na esquerda cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de SICARIO

Na esquerda, cena de UM SENHOR ESTAGIÁRIO e na direita cena de SICARIO

Na sequência do ranking vem a comédia Um Senhor Estagiário, que registrou uma perda de somente 26% na sua arrecadação (a menor queda entre do Top 10) e obteve US$ 8,66 milhões, garantindo a quarta colocação e ficando acima de Sicario: Terra de Ninguém, que ocupou o quinto lugar com US$ 7,35 milhõs. Ao todo, Um Senhor Estagiário soma uma bilheteria de US$ 49,57 milhões, enquanto que Sicario contabiliza US$ 26,70 milhões.

Cena de A TRAVESSIA

Cena de A TRAVESSIA

Mais abaixo, na sétima colocação, está o drama A Travessia (The Walk), que após faturar inexpressivos US$ 1,56 milhão em sua estreia em 448 salas IMAX na semana passada, teve seu circuito ampliado para 2.509 cinemas e continuou não empolgando o público, tendo encerrado o final de semana com US$ 3,65 milhões arrecadados, a pior abertura da carreira do diretor Robert Zemeckis (Náufrago). Nós estamos desapontados, pois este é um filme do qual temos muito orgulho, disse ao Hollywood Reporter o chefe de distribuição da Sony, Rory Bruer, sobre a performance de A Travessia, que acumula no total uma bilheteria de US$ 6,36 milhões. A Travessia já está em exibição no Brasil.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 41 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Estreias bem interessantes a desta próxima quinta-feira, 08, encabeçadas por duas grandes produções hollywoodianas: o drama A Travessia (2015), de Robert Zemeckis, e a fantasia Peter Pan (2015), de Joe Wright. Mas há também espaço para o drama Respire (2014), de Mélanie Laurent; para o suspense Bata Antes de Entrar (2015), de Eli Roth; para a comédia romântica Pequeno Dicionário Amoroso 2 (2015), de Mauro Farias e Sandra Werneck; e para o thriller Horas de Desespero (2015), de John Erick Dowdle. No Cinema do Dragão, acontecerá uma mostra em HD dedicada ao cinema tcheco contemporâneo, com curadoria da embaixada do país. Confira a programação a partir de quinta-feira na página do Facebook do Cinema do Dragão – Fundação Joaquim Nabuco

Joseph Gordon-Levitt em A TRAVESSIA (2015), de Robert Zemeckis

Joseph Gordon-Levitt em A TRAVESSIA (2015), de Robert Zemeckis

Sabemos que na grande maioria das vezes os efeitos 3D não trazem muita coisa de diferente, a não ser encarecer o preço do ingresso. Porém, de vez em quando alguns filmes nascem para ser vistos nesse formato. E como estamos falando aqui de Robert Zemeckis, um cineasta que tem fama de ser inovador em tecnologias, a expectativa em torno de A Travessia é até bem grande. O filme conta a história real de um francês chamado Phillipe Petit (Joseph Gordon-Levitt) que teve o sonho de atravessar as finadas Torres Gêmeas como um equilibrista de circo. A travessia ocorreu de forma ilegal em 7 de agosto de 1974 e foi acompanhada pelo mundo inteiro. O caso já rendeu um famoso documentário chamado O Equilibrista (2008), de James Marsh. Em cartaz em grande circuito, incluindo a sala IMAX do UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A TRAVESSIA (The Walk, EUA, 2015), de Robert Zemeckis. Com Joseph Gordon-Levitt, Ben Kingsley, Charlotte Le Bon, James Badge Dale, Ben Schwartz, Steve Valentine, Sergio Di Zio, Nathaly Thibault, Melantha Blackthorne, Benedict Samuel. 123 min. Fox. 12 anos.

Joséphine Japy e Lou de Laâge em RESPIRE (2014), de Mélanie Laurent

Joséphine Japy e Lou de Laâge em RESPIRE (2014), de Mélanie Laurent

Mélanie Laurent é mais conhecida do grande público como a protagonista-revelação de Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino. Mas o que pouca gente sabe é que ela dirige filmes também. Respire é o seu segundo longa de ficção. O primeiro foi o inédito Les Adoptés (2011), inédito no circuito brasileiro. Respire, exibido em Cannes, foi um triunfo de crítica, conquistando 92% de críticas positivas no Rotten Tomatoes. Na trama, Charlie é uma garota de 17 anos que conhece Sarah, a nova garota da escola, uma moça que tem beleza, coragem e carisma. As duas logo se tornam amigas, mas Sarah faz com que Charlie fique desconfortável com as suas maneiras. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

RESPIRE (França, 2014), de Mélanie Laurent. Com Joséphine Japy, Lou de Laâge, Isabelle Carré, Claire Keim, Radivoje Bukvic, Roxane Duran, Thomas Solivéres, Camille Claris, Louka Meliava, Louise Grinberg. 91 min. Supo Mungam. Classificação a definir.

Keanu Reeves em BATA ANTES DE ENTRAR (2015), de Eli Roth

Keanu Reeves em BATA ANTES DE ENTRAR (2015), de Eli Roth

Eli Roth esteve bastante sumido da direção. Passou um tempão tentando colocar o seu Canibais (2013) em exibição comercial nos Estados Unidos, mas encontrou entraves. Canibais foi liberado lá fora e exibido já em vários países, mas permanece inédito no Brasil. Enquanto isso, o novo trabalho de Roth, Bata Antes de Entrar, chega aos nossos cinemas. O filme traz Keanu Reeves como um pai de família que é surpreendido pela visita de duas jovens e atraentes moças. Elas acabam por transformar a vida dele num inferno. Uma das moças é interpretada pela chilena Lorenza Izzo, que está também em Canibais e na atual série de televisão de Roth, Hemlock Grove. Uma boa pedida para quem estava com saudade de seus trabalhos. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

BATA ANTES DE ENTRAR (Knock Knock, Chile/EUA, 2015), de Eli Roth. Com Keanu Reeves, Lorenza Izzo, Ana de Armas, Ignacia Allamand, Aaron Burns, Colleen Camp. 99 min. Paris. Classificação a definir.

Andrea Beltrão e Daniel Dantas em PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2 (2015), de Mauro Farias e Sandra Werneck

Andrea Beltrão e Daniel Dantas em PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2 (2015), de Mauro Farias e Sandra Werneck

Em 1997, quando o cinema brasileiro estava se reafirmando no início da retomada, Pequeno Dicionário Amoroso foi um filme que obteve boa repercussão entre o público, passando 29 semanas em cartaz no país. Mostrava, de forma leve e bonita, o relacionamento entre o casal Gabriel e Luiza, vividos respectivamente por Daniel Dantas e Andrea Beltrão. 18 anos depois do primeiro filme, os dois personagens se reencontram em um cemitério. Mesmo vivendo vidas diferentes e separados, a fagulha do velho amor ainda está lá. O filme também nos apresenta a outras subtramas, de personagens mais jovens, especialmente a de Fernanda Vasconcellos, que se mete em um complicado triângulo amoroso formado por um homem e outra mulher. Em cartaz no UCI Parangaba.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PEQUENO DICIONÁRIO AMOROSO 2 (Brasil, 2015), de Mauro Farias e Sandra Werneck. Com Andrea Beltrão, Daniel Dantas, Marcello Airoldi, Fernanda de Freitas, Camila Amado, Renato Góes, Eduardo Moskovis, Glória Pires, Mônica Torres, Fernanda Vasconcellos. 90 min. Downtown Filmes. 14 anos.

Levi Miller e Hugh Jackman em PETER PAN (2015), de Joe Wright

Levi Miller e Hugh Jackman em PETER PAN (2015), de Joe Wright

Uma pena que Joe Wright, depois de dois filmes belíssimos como Orgulho & Preconceito (2005) e Desejo e Reparação (2007), tenha se tornado um realizador irregular, embora Anna Karenina (2012), seu trabalho anterior, possa ser encarado como um de seus melhores. Peter Pan não está sendo tão bem recebido pela crítica, o que pode não ser um bom sinal. Ainda assim, é uma grande produção e Wright tem fama de caprichar na direção de arte, o que já é um bom motivo para ver o filme no cinema. O filme acompanha a jornada do menino rebelde Peter a partir do momento em que ele é convidado para visitar a Terra do Nunca. É a aventura que mostra o menino comum se transformando no mítico Peter Pan, criado pelo dramaturgo escocês J.M. Barry. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PETER PAN (Pan, EUA/Reino Unido/Austrália, 2015), de Joe Wright. Com Hugh Jackman, Levi Miller, Garrett Hedlund, Rooney Mara, Adeel Akhtar, Nonso Anozie, Amanda Seyfried, Kathy Burke, Cara Delevingne, Tae-joo Na. 111 min. Warner. Livre.

Owen Wilson e Lake Bell em HORAS DE DESESPERO (2015), de John Erick Dowdle

Owen Wilson e Lake Bell em HORAS DE DESESPERO (2015), de John Erick Dowdle

Eis um filme que não foi muito bem aceito pela crítica americana, que ainda o acusou de ser moralmente repulsivo. Na trama, Owen Wilson é o chefe de uma família americana que mora em um país que está passando por uma sangrenta guerra civil e matando todos os estrangeiros. Eles procuram desesperadamente fugir de lá e encontram na figura do personagem de Pierce Brosnan uma possível solução. O filme é dirigido pelo inexpressivo John Erick Dowdle, mais conhecido aqui por Demônio (2010) e Quarentena (2008). Outro filme de horror seu, Assim na Terra como no Inferno (2014), foi lançado direto em DVD. Horas de Desespero entra em cartaz no UCI Iguatemi e no Cine Aldeota.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

HORAS DE DESESPERO (No Escape, EUA, 2015), de John Erick Dowdle. Com Owen Wilson, Lake Bell, Pierce Brosnan, Sterling Jerins, Thanawut Kasro, Chatchawai Kamonsakpitak, Sahakak Boonthanakit, Tanapol Chuksrida, Nophand Boonyai, Kanarpat Phintiang. 103 min. Diamond Filmes. 14 anos.

Saem de cartaz

Orestes
Você Acredita?

Estreias nacionais desta quinta-feira, 8, que não entram em cartaz em Fortaleza

Os Árabes Também Dançam
Um Amor a Cada Esquina
Lua Nua e Crua
Viver É Fácil com os Olhos Fechados

Veja o trailer de Um Amor a Cada Esquina

Imagem de Amostra do You Tube

CINEMA 2015: LIVROS QUE SERÃO ADAPTADOS PARA A TELONA

Já se tornou comum vermos adaptações de livros na tela grande. O ano de 2015 reserva uma grande lista de filmes que provêm de obra literária. Tem romance erótico, Dostoiévski, filme de guerra, documentário, saga adolescente, drama, história real, clássico, biografia, enfim, pra todo gosto. Confira a lista:

Imagem promocional de CINQUENTA TONS DE CINZA

Imagem promocional de CINQUENTA TONS DE CINZA

CINQUENTA TONS DE CINZA (Fifty Shades of Grey), de Sam Taylor-Johnson

Capa do livro Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James

Capa do livro Cinquenta Tons de Cinza, de E. L. James

Previsão de estreia no Brasil: 12/02/2015

Aguardada adaptação do romance de E. L. James enfim chega às telas em 2015. Sucesso da literatura mundial, um dos maiores fenômenos de venda com mais de 90 milhões de cópias em todo o mundo, transformou-se num dos ícones do chamado soft porn. A obra narra a história do relacionamento apimentado, com toques de sadomasoquismo, entre Anastasia Steele (Dakota Johnson), uma estudante universitária ingênua que se vê atraída pelo excêntrico multimilionário Christian Grey (James Dornan); Logo quando descobre que sua atração é correspondida ambos embarcam em um sensual e apaixonado acordo, em que Ana irá descobrir os grandes segredos e demônios que existem por trás da fachada de Christian. Assim como os livros, o filme também será o início de uma trilogia (isso se não dividirem o final em Parte 1 e Parte 2!).

SERVIÇO

Título: Cinquenta Tons de Cinza
Autora: E. L. James
Tradução: Adalgisa Campos da Silva
Editora: Intrínseca
Páginas: 480

Confira o trailer de Cinquenta Tons de Cinza:

Imagem de Amostra do You Tube

Capa do livro O Duplo de Fiodor Dostoipevski

Capa do livro O Duplo, de Fiodor Dostoipevski

O DUPLO (The Double, 2013), de Richard Ayoade

Previsão de estreia no Brasil: 12/02/2015

Baseado na obra de  Dostoiévski. O Duplo narra  as  terríveis inquietações em torno de Simon, quando um colega lhe usurpa a identidade, numa versão melhorada. Enquanto ele é tímido, inseguro e incapaz de se fazer notar,  seu sósia é extrovertido, carismático e muito sedutor, o que leva a Simon a tomar uma atitude, revelando uma força que ele não possuía, ou pelo  menos achava não possuir. Com Jesse Eisenberg e Mia Wasikowska no elenco.

SERVIÇO

Título: O Duplo
Autor: Fiódor Dostoiévski
Tradução: Paulo Bezerra
Editora: 34
Páginas: 306

Confira o trailer de O Duplo:

Imagem de Amostra do You Tube

SNIPER AMERICANO (American Sniper, 2014), de Clint Eastwood

Capa do livro Sniper Americano de Chris Kyle

Capa do livro Sniper Americano, de Chris Kyle

Previsão de estreia no Brasil: 19/02/2015

Baseado na autobiografia American Sniper: The Autobiography of the Most Lethal Sniper in U.S, de Chris Kyle, mostra o autor atuando ao longo de uma década como membro das Forças de Operações Especiais da Marinha dos Estados Unidos. Após relatar a experiência bélica em livro, sua história chega aos cinemas em um filme dirigido por Clint Eastwood e protagonizado por Bradley Cooper, num papel que lhe rendeu indicação ao Oscar. Kyle foi ao Iraque com a missão de proteger seus irmãos de armas. Sua precisão salva inúmeras vidas no campo de batalha e as histórias de suas corajosas façanhas se espalham até que ele receba o apelido de “Lenda”. No entanto, sua reputação também está crescendo por trás das linhas inimigas, colocando sua cabeça a prêmio e tornando-o alvo principal de insurgentes. Ele também está enfrentando um tipo de batalha diferente à frente de seu lar: se esforçando para ser um bom marido e bom pai mesmo estando do outro lado do mundo. No entanto, ao retornar para sua esposa, Taya Renae Kyle, e para as crianças, Chris descobre que é a guerra que ele não pode deixar para trás. No elenco liderado por Cooper, temos também Sienna Miller, Jake McDorman, Luke Grimes, Navid Negahban e Keir O’Donnell. A autobiografia ficou 18 semanas na lista de best-sellers do New York Times, sendo 13 em 1º lugar.

SERVIÇO

Título: Sniper Americano
Autor: Chris Kyle
Tradução: André Gordirro
Editora: Intrínseca
Páginas: 344

Confira o trailer de Sniper Americano:

Imagem de Amostra do You Tube

O SAL DA TERRA (The Salt of the Earth, 2014), de Wim Wenders

Capa do livro Genesis de Sebastião Salgado

Capa do livro Genesis, de Sebastião Salgado

Previsão de estreia no Brasil: 12/03/2015

Documentário indicado ao Oscar sobre um dos fotógrafos mais respeitados do mundo. No livro Genesis, Sebastião Salgado buscou registrar as regiões do planeta ainda inexploradas pelo homem. Nos últimos 40 anos, Sebastião Salgado tem viajado através dos continentes, aos passos de uma humanidade sempre em mutação. Ele testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente: conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. Uma homenagem à beleza do planeta, reveladas por seu filho, Juliano Salgado e pelo renomado diretor Wim Wenders. Vencedor do Prêmio Especial na mostra Un Certain Regard no Festival de Cannes 2014 e Prêmio de Melhor Filme eleito pelo público no Festival de San Sebastian 2014.

SERVIÇO

Título: Genesis
Autor: Sebastião Salgado
Editora: Taschen
Páginas: 520

Confira o trailer de O Sal da Terra:

Imagem de Amostra do You Tube

A SÉRIE DIVERGENTE: INSURGENTE (Insurgent, 2015), de Robert Schwentke

Capa do livro Insurgente de Verônica Roth

Capa do livro Insurgente, de Verônica Roth

Previsão de estreia no Brasil: 19/03/2015

Segundo livro da série criada por Veronica Roth dá continuidade à história que se passa em uma Chicago futurista e as facções apresentadas no primeiro volume da saga começam a passar por problemas, cabendo a Tris (Shailene Woodley) salvar as pessoas enquanto também precisa se manter viva. Assim, os riscos dela aumentam quando ela sai à procura de aliados. Ela e Quatro (Theo James) são agora fugitivos, caçados por Jeanine (Kate Winslet), a líder da elite Erudição, faminta pelo poder. Correndo contra o tempo, eles precisam descobrir a causa pela qual a família de Tris sacrificou suas vidas e por que os líderes da Erudição farão tudo para impedi-los.

SERVIÇO

Título: Insurgente
Autor: Veronica Roth
Tradução: Lucas Peterson
Editora: Rocco
Páginas: 512

Confira o trailer de A Série Divergente: Insurgente.

Imagem de Amostra do You Tube

NO CORAÇÃO DO MAR (In the Heart of the Sea, 2015), de Ron Howard

Capa do livro No Coração do Mar de Nathaniel Philbrick

Capa do livro No Coração do Mar. de Nathaniel Philbrick

Previsão de estreia no Brasil: 19/03/2015

Dirigido por Ron Howard, trata-se da adaptação para o cinema da história real que inspirou Moby Dick, um dos maiores clássicos da literatura de língua inglesa. Baseado em ampla pesquisa e fontes inéditas, o historiador Nathaniel Philbrick reconstitui todos os detalhes do naufrágio do baleeiro Essex, que em 1820 foi atacado por um cachalote enfurecido e afundou rapidamente, deixando os náufragos à deriva por 3 meses, sofrendo de inanição, desidratação, doenças e chegando à prática do canibalismo.

SERVIÇO

Título: No Coração do Mar
Autor: Nathaniel Philbrick
Tradutor: Rubens Figueiredo
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 302

Confira o trailer de No Coração do Mar:

Imagem de Amostra do You Tube

VÍCIO INERENTE (Inherent Vice, 2014), de Paul Thomas Anderson

Capa do livro Vício Inerente de Thomas Pynchon

Capa do livro Vício Inerente, de Thomas Pynchon

Previsão de estreia no Brasil: 26/03/2015

Um dos autores mais complexos da língua inglesa, Thomas Pynchon constrói em Vício Inerente uma conspiração formada por surfistas, traficantes, contrabandistas e uma agiota, que são investigados por um detetive particular que tenta desvendar uma das ações mais audaciosas do bando. Dirigido por Paul Thomas Anderson e no elenco nomes como Joaquin Phoenix, Josh Brolin, Owen Wilson, Katherine Waterston, Reese Witherspoon e Benicio Del Toro. A trilha sonora foi composta por Jonny Greenwood, do Radiohead.

SERVIÇO

Título: Vício Inerente
Autor: Thomas Pynchon
Tradução: Caetano Galindo
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 464

 Confira o trailer de Vício Inerente:

Imagem de Amostra do You Tube

A VIAGEM MAIS LONGA (The Longest Ride, 2015), de George Tillman Jr.

Capa do livro Uma Longa Jornada de Nicholas Sparks

Capa do livro Uma Longa Jornada, de Nicholas Sparks

Previsão de estreia no Brasil: 21/05/2015

Adaptação de obra de Nicholas Sparks. Sophia Danko (Britt Robertson) conhece o cowboy Luke Collins (Scott Eastwood, filho de Clint Eastwood), que a apresenta um mundo com a qual não estava acostumada. O caminho dos dois vão se cruzar com o de um idoso, que relembra a sua juventude e o relacionamento que teve com o grande amor da sua vida, que se foi.

SERVIÇO

Título: Uma Longa Jornada
Autor: Nicholas Sparks
Tradução: Maria Clara De Biase
Editora: Arqueiro
Páginas: 368

 

Confira o trailer de A Viagem Mais Longa:

Imagem de Amostra do You Tube

Peter Pan (Pan, 2015), de Joe Wright

Capa do livro Peter Pan de J. M. Barrie

Capa do livro Peter Pan, de J. M. Barrie

Previsão de estreia no Brasil: 16/07/2015

Versão do clássico Peter Pan, de J. M. Barrie. O filme conta a história de um órfão que se transporta para a mágica Terra do Nunca. Lá, ele encontra diversão e perigos para, finalmente, descobrir o seu destino – se tornar o herói que será conhecido para sempre como Peter Pan. O elenco é estrelado por Hugh Jackman como Barba Negra, Garrett Hedlund como Capitão Gancho, Rooney Mara como Tiger Lilly, Adeel Akhtar como Smee, Levi Miller como Peter, Amanda Seyfried como Mary, e Leni Zieglmeier como Wendy.

SERVIÇO

Título: Peter Pan
Autor: J. M. Barrie
Tradução: Julia Romeu
Editora: Zahar
Páginas: 256

Confira o trailer de Peter Pan:

Imagem de Amostra do You Tube

CIDADES DE PAPEL (Paper Towns, 2015), de Jake Schreier

Capa do livro Cidades de Papel de John Green

Capa do livro Cidades de Papel de John Green

Previsão de estreia no Brasil: Junho, em data a ser definida

Depois do sucesso de A Culpa É das Estrelas, John Green está de volta aos cinemas na adaptação de Cidades de Papel, que não tem nenhuma relação com a obra anterior. Conta a história do garoto Quentin (Natt Wolff) que desde pequeno nutre uma paixão pela sua vizinha Margo (Cara Delavigne), de quem era muito próximo na infância. Já na adolescência ela virou a garota popular da escola e ele o garoto nerd da turma. No entanto, Margo invade o quarto do garoto na calada da noite, vestida de ninja, e o convoca para uma missão secreta, uma aproximação que causa inúmeras situações, fazendo Quentin descobrir que Margo não é nem de perto a garota que ele pensava que conhecia. Jake Schreier será o diretor.

SERVIÇO

Título: Cidades de Papel
Autor: John Green
Tradução: Juliana Romeiro
Editora: Intrínseca
Páginas: 368

MAZE RUNNER – PROVA DE FOGO (Maze Runner: The Scorch Trials, 2015), de Wes Ball

Capa do livro Prova de Fogo de James Dashner

Capa do livro Prova de Fogo, de James Dashner

Previsão de estreia no Brasil: 17/09/2015

Sequencia da saga Maze Runner, Prova de fogo dá continuidade a trama, logo após escapar do labirinto, Thomas (Dylan O’Brien) e os garotos que o acompanharam em sua fuga da Clareira precisam agora lidar com uma realidade bem diferente: a superfície da Terra foi queimada pelo sol e eles precisam lidar com criaturas disformes chamadas Cranks, que desejam devorá-los vivos.

SERVIÇO

Título: Maze Runner – Prova de Fogo
Autor: James Dashner
Tradução: Henrique Monteiro
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 400

 

 

VICTOR FRANKENSTEIN (Victor Frankenstein, 2015), de Paul McGuigan

Capa do livro Frankenstein de Mary Shelley

Capa do livro Frankenstein, de Mary Shelley

Previsão de estreia no Brasil: 01/10/2015

Nova versão da história do médico que cria um monstro a partir de partes de cadáveres humanos, lançada em 1818, a história é narrada por Victor Frankenstein. O romance já foi adaptado para o teatro em 1820 e também já recebeu diversas versões cinematográficas. Em 2015 teremos mais uma, dirigida por Paul McGuigan, com Daniel Radcliffe e James McAvoy no elenco.

SERVIÇO

Título: Frankenstein
Autora: Mary Shelley
Tradução: Bruno Gambarotto
Editora: Hedra
Páginas: 272

 

 

O PEQUENO PRÍNCIPE (The Little Prince, 2015), de Mark Osborne

Capa do livro O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-Exupéry

Capa do livro O Pequeno Príncipe,
de Antoine de Saint-Exupéry

Previsão de estreia no Brasil: 08/10/2015

No ano em que o clássico de Antoine de Saint-Exupéry cai em domínio público, o diretor Mark Osborne leva sua interpretação da obra para o cinema com um elenco que conta, dentre outros, com Rachel McAdams, James Franco e Benício Del Toro. Na animação, um piloto de avião sofre um acidente e cai em pleno deserto do Saara. Lá, acaba conhecendo um jovem garoto, um pequeno príncipe que vem de outro planeta. Os dois acabam embarcando numa jornada de sonhos, onde o garoto irá contar suas histórias ao novo amigo, que redescobrirá valores da infância.

SERVIÇO

Título: O Pequeno Príncipe
Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Tradução: Frei Betto
Editora: Geração Editorial
Páginas: 160

Confira o trailer de O Pequeno Príncipe:

Imagem de Amostra do You Tube

JOGOS VORAZES: A ESPERANÇA – PARTE 2 (The Hunger Games: Mockingjay – Part 2), de Francis Lawrence

Capa do livro A Esperança de Suzanne Collins

Capa do livro A Esperança, de Suzanne Collins

Previsão de estreia no Brasil: 19/11/2015

A segunda parte da versão cinematográfica de A Esperança finaliza a adaptação da obra de Suzzane Collins. A heroína Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) continua sua luta com a Capital, que ficou inconformada com o fato dela ter sobrevivido duas vezes aos jogos vorazes. A heroína está disposta a lutar em nome de sua causa e também por seus amigos e familiares.

 

SERVIÇO

Título: A Esperança
Autora: Suzane Collins
Tradução: Alexandre D’Elia
Editora: Rocco
Páginas: 424

 

FALLEN (Fallen, 2015), de Scott Hicks

Capa do livro Fallen de Lauren Kate

Capa do livro Fallen,
de Lauren Kate

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

Série que já vendeu mais de 1 milhão de exemplares somente no Brasil, contará com produção da Disney. A história se desenrola com a relação entre Daniel Grigori e Luce, que deseja descobrir qual é o segredo que o garoto vive escondendo. A história gira em torno de Lucinda (Addison Timlin) a jovem que se vê envolvida no mistério da morte de seu namorado e é enviada para um reformatório. Lá ela conhece Daniel (Jeremy Invine) por quem se apaixona. O que ela não sabe é que ele na verdade é um anjo que se apaixonou por ela há milênios. Lá Lucinda também encontra Cam (Harrison Gilbertson), outro que luta há tempos pelo seu amor.

SERVIÇO

Título: Fallen
Autora: Lauren Kate
Tradução: Alda Lima
Editora: Galera Record
Páginas: 406

 

MINHA FAMA DE MAU (2015), de Lui Farias

Capa do livro Minha Fama de Mau de Erasmo Carlos

Capa do livro Minha Fama de Mau, de Erasmo Carlos

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

O diretor Lui Farias transformará em filme a autobiografia de Erasmo Carlos, um dos cantores e compositores mais importantes da música nacional. A trajetória de Erasmo Carlos é contada desde o início, quando ele ainda estudava música, até conhecer Roberto Carlos, Wanderléa e conquistar a fama. O documentário retrata inclusive a vida de excessos e a decadência do artista. Lutando para sobreviver e se virando entre pequenos trabalhos, o jovem Erasmo Carlos alimentava uma paixão: o rock and roll. Fã de Elvis Presley, Bill Halley & The Comets e Chuck Berry, ele aprende a tocar violão e passa a perseguir a ideia de viver da música. Misturando talento e um pouco de sorte, ele conquista a admiração do apresentador de TV Carlos Imperial, um cara influente no meio artístico, e através dele conhece o cantor Roberto Carlos, com quem passaria a compor diversas músicas de rock. A parceria começa a dar certo e o sucesso logo chega, transformando para sempre a vida de Erasmo, que se tornaria um dos maiores ídolos da música jovem e apresentaria, ao lado de Roberto e Wanderléa, o programa de TV Jovem Guarda. Com a fama, dinheiro, carrões e mulheres não eram problema para ele, mas o sucesso tem seu preço e um certo preconceito começou a pesar em cima deles, levando o programa ao fim. Longe dos holofotes, ele segue em frente e encara difíceis batalhas para se manter de pé e roqueiro num ambiente hostil ao estilo de música que tanto curtia e o consagrou..

SERVIÇO

Título: Minha Fama de Mau
Autor: Erasmo Carlos
Editora: Ponto de Leitura
Páginas: 368

 

O OUTRO LADO DO PARAÍSO (2015), de André Ristum

Capa do livro O Outro Lado do Paraíso de Luiz Fernando Emediato

Capa do livro O Outro Lado do Paraíso, de Luiz Fernando Emediato

Previsão de estreia no Brasil: Não definida

Sobre as aventuras de um homem idealista narradas pelo seu filho, um garoto de 12 anos, que, por meio das histórias, mostra como o golpe militar de 1964 impactou em sua família. Lançado em 1981, O Outro Lado do Paraíso ganha adaptação para o cinema feita por André Ristum e estrelada por Eduardo Moscovis. Antônio (Eduardo Moscovis) faz o que pode para conseguir dinheiro para o sustento do lar. Já tentou garimpo, bicos diversos, e agora pensa ter encontrado finalmente seu lugar: Brasília. Atraído pelas promessas do presidente João Goulart e pela ampla oferta de emprego, ele se muda para a capital com a esposa e os filhos. O sonho da prosperidade, no entanto, é interrompido pelo golpe militar e Antônio, envolvido com o sindicalismo, começa a viver um pesadelo.

SERVIÇO

Título: O Outro Lado do Paraíso
Autor: Luiz Fernando Emediato
Editora: Geração Editorial
Páginas: 48

Confira o trailer de O Outro Lado do Paraíso:

Imagem de Amostra do You Tube