BAFTA-2016 – OS INDICADOS

Os indicados ao BAFTA, o prêmio da Academia Britânica de Artes da Televisão e do Cinema, conhecido como o Oscar britânico, já é do conhecimento de todos. Mas vale comentar o meu filme preferido, o qual é uma das maiores criações do cinema desde que Stanley Kubrick fez o maior de todos: 2001: uma Odisséia no Espaço. O Regresso é uma produção de Hollywood que se abre à análise filosófica sobre homem e a sua natureza, a construção de sua civilização sob duas vertentes: a história e a religião. E além, é claro da relacionar os pretendes à premiação em cada categoria

1

Ponte dois Espiões (Bridge of Spies), já exibido, e Carol, que estreia na próxima 5a feira, 14, são os recordistas de indicações, 9 cada. A obra-prima O Regresso (The Revenants), do mexicano Alejandro González Iñarritu, pelo qual torcerei fervorosamente, tem 8 indicações. Na sequência, Mad Mad: Estrada de Fúria, com 7; e Perdido em Marte e Brooklyn, em 6 categorias. E destaco, ainda, outra obra de porte, a ficção-científica Ex-Machina – Instinto Artificial, do estreante Alex Garland.

A British Academy of Film and Television Arts fez, realmente, uma seleção ponderada das melhores produções feitas em 2015. Mas, há uma mistureba com produções norte-americanas, a forma de garantir a atenção do público e da crítica. Neste quesito, Carol, o belo drama de Todd Haynes adaptado do livro The Price of Salt, de Patricia Highsmith (que é destaque aqui no Cinemaeartes e recomendamos a leitura) parece levar nítidas vantagem sobre os seus concorrentes. Não me parece que Ponte dos Espiões seja um filme com força suficiente para desbancá-lo, e Spotlight – Segredos Revelados, com o seu enredo incômodo e mesmo tendo sido considerada a melhor produção de Hollywood em 2015.não tem o seu diretor, Thomas McCarthy, indicado à sua categoria. Resta então, como principal concorrente, o belíssimo e difícil O Regresso.

Leonardo Di Caprio: o por de sol a cada dia na jornada de sacrifiicio do homem para compor uma civilização

Leonardo Di Caprio: o por de sol a cada dia na jornada de sacrifiicio do homem para compor uma civilização

Eis o meu filme preferido: O Regresso. Não me dedico a estudar a a rever um filme assim desde que os meus sentidos se viram invadidos pela Zaratrusta de 2001: uma Odisséia no Espaço, a obra-prima de Stanleu Kubrick (é, a meu ver, a maior de todas as suas criações). Estou simplesmente encantado com este The Revenants, de Iñarritu. É um filme de concepção montada em 3 aspectos da criação do homem em sua evolução: filosófica, histórica e religiosa. Atentos: não dá para analisá-lo sem se focar nesses 3 aspectos.

Não escrevo críticas há quase 2 anos e este filme de instiga a fazê-lo. Estou pensando, mas como só vai estrear em fevereiro, deve ter um tempinho para encarar a análise. Não li e nem vou ler, antes de concluir e postar o texto, ler qualquer entrevista de Iñarritu sobre a sua criação. Quero reter, o máximo possível o meu encanto com as descobertas que o roteiro, a montagem, a fotografia, a trilha sonora, a sequência do ataque do urso e as sua quase 3 horas de duração me proporcionam de inquietação para juntar o que Iñarritu entende como o progresso e a evolução do homem em meio à sua selvageria (advinda de seu estado de natureza) e a crença na espiritualidade. Sim, senhoras e senhores, o filme é premente de amor, ódio, sangue, padecimento, choque de culturas, religião, proposto como instrumento de renovação e depuração do homem. Nada de místico ou fantástico, mas na crença de que somos espíritos e que isso tem a ver com a continuidade da vida após a morte.

É um filme fascinante, duro, difícil,ousado, que deve obter um grande circuito, muito mais pela presença magnética de Leonardo Di Caprio, mas que não acredito que vá fazer sucesso de público. Para este, o público, assisti-lo, será um teste de paciência e aceitar o jogo de quebra-cabeças.

A cerimônia de premiação acontece no dia 14 de fevereiro no Royal Opera House e será apresentada pelo ator inglês Stephen Fry.

Confira a lista completa de indicados:

MELHOR FILME
A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Carol
O Regresso
Spotlight – Segredos Revelados

Confira o trailer de O Regresso.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR DIRETOR
Adam McKay, por A Grande Aposta
Steven Spielberg, por Ponte dos Espiões
Todd Haynes, por Carol
Ridley Scott, por Perdido em Marte
Alejandro Gonzáles Iñárritu, por O Regresso

MELHOR FILME BRITÂNICO
45 Anos, de Andrew Haigh
Amy, de Asif Capadia
Brooklyn, de John Crowley
A Garota Dinamarquesa, de Tom Hooper
Ex Machina – Instinto Artificial, de Alex Garland
The Lobster, de Yorgos Lanthimos

MELHOR ESTREIA – ROTEIRISTA/DIRETOR/PRODUTOR BRITÂNICO
Alex Garland (diretor), por Ex Machina – Instinto Artificial
Debbie Tucker Green (roteirista/diretor), por Second Coming
Naji Abu Nowar (roteirista/diretor) e Rupert Lloyd (produtor), por Theeb
Sean McAllister (diretor/produtor) e Elhum Shakerifar (produtor), por A Syrian Love Story
Stephen Fingleton (roteirista/diretor), por The Survivalist

Veja o trailer de Ex-Machina: Instinto Artificial.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
A Assassina (Nie yin niang, China), de Hou Hsiao Hsien
Força Maior (Force Mejeure, Suécia), de Ruben Ostlund
Theeb (Emirados Árabes Unidos-Qatar-Jorania-Reino Unido), de Naji Abu Nowar
Timbuktu (Mauritânia/França), de Abderrahmane Sissako
Relatos Selvagens (Argentina), de Damian Szifrón

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Amy (EUA) de Asif Kapadia
Cartel Land (EUA-0México), de Matthew Heineman
Malala (EUA), de  Davis Guggenheim
Listen to Me Marlon (EUA), de Davis Guggenheim
Sherpa (Austrália Nepal), de Jennifer Peedom

MELHOR ANIMAÇÃO
Divertida Mente
Minions
Shaun: O Carneiro

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Matthew Charman, Ethan Coen, Joel Coen, por Ponte dos Espiões
Alex Garland, por Ex Machina – Instinto Artificial
Quentin Tarantino, por Os Oito Odiados
Josh Cooley, Pete Docter, Meg LeFauve, por Divertida Mente
Tom McCarthy, Josh Singer, por Spotlight – Segredos Revelados

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
Adam McKay, Charles Randolph, por A Grande Aposta
Nick Hornby, por Brooklyn
Phyllis Nagy, por Carol
Emma Donoghue, por O Quarto de Jack
Aaron Sorkin, por Steve Jobs

Confira o trailer de O Quarto de Jack.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR ATOR
Bryan Cranston, por Trumbo: Lista Negra
Eddie Redmayne, por A Garota Dinamarquesa
Leonardo DiCaprio, por O Regresso
Matt Damon, por Perdido em Marte
Michael Fassbender, por Steve Jobs

MELHOR ATRIZ
Alicia Vikander, por A Garota Dinamarquesa
Brie Larson, por O Quarto de Jack
Cate Blanchett, por Carol
Maggie Smith, por A Senhora da Van
Saoirse Ronan, por Brooklyn

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Benicio del Toro, por Sicario: Terra de Ninguém
Christian Bale, por A Grande Virada
Idris Elba, por Beasts of No Nation
Mark Ruffalo, por Spotlight – Segredos Revelados
Mark Rylance, por Ponte dos Espiões

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alicia Vikander, por Ex Machina – Instinto Artificial
Jennifer Jason Leigh, por Os Oito Odiados
Julie Walters, por Brooklyn
Kate Winslet, por Steve Jobs
Rooney Mara, por Carol

Veja o trailer de Brooklyn.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Thomas Newman, por Ponte dos Espiões
Ennio Morricone, por Os Oito Odiados
Ryuichi Sakamoto, Carsten Nicolai, por O Regresso
Jóhann Jóhannsson, por Sicario: Terra de Ninguém
John Williams, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR FOTOGRAFIA
Janusz Kamiński, por Ponte dos Espiões
Ed Lachman, por Carol
John Seale, por Mad Max: Estrada da Fúria
Emmanuel Lubezki, por O Regresso
Roger Deakins, por Sicario: Terra de Ninguém

MELHOR MONTAGEM
Hank Corwin, por A Grande Aposta
Michael Kahn, por Ponte dos Espiões
Margaret Sixel, por Mad Max: Estrada da Fùria
Pietro Scalia, por Perdido em Marte
Stephen Mirrione, por O Regresso

MELHOR DESENHO DE PRODUÇÃO
Adam Stockhausen, Rena DeAngelo, por Ponte dos Espiões
Judy Becker, Heather Loeffler, por Carol
Colin Gibson, Lisa Thompson, por Mad Max: Estrada da Fúria
Arthur Max, Celia Bobak, por Perdido em Marte
Rick Carter, Darren Gilford, Lee Sandales, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR FIGURINO
Odile Dicks-Mireaux, por Brooklyn
Sandy Powell, por Carol
Sandy Powell, por Cinderela
Paco Delgado, por A Garota Dinamarquesa
Jenny Beavan, por Mad Max: Estrada da Fúria

Conheça o trailer de A Garota Dinamarquesa.

Imagem de Amostra do You Tube

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO
Morna Ferguson, Lorraine Glynn, por Brooklyn
Jerry DeCarlo, Patricia Regan, por Carol
Jan Sewell, por A Garota Dinamarquesa
Lesley Vanderwalt, Damian Martin, por Mad Max: Estrada da Fúria
Sian Grigg, Duncan Jarman, Robert Pandini, por O Regresso

MELHOR SOM
Drew Kunin, Richard Hymns, Andy Nelson, Gary Rydstrom, por Ponte dos Espiões
Scott Hecker, Chris Jenkins, Mark Mangini, Ben Osmo, Gregg Rudloff, David White, por Mad Max: Estrada da Fúria
Paul Massey, Mac Ruth, Oliver Tarney, Mark Taylor, por Perdido em Marte
Lon Bender, Chris Duesterdiek, Martin Hernandez, Frank A. Montaño, Jon Taylor, Randy Thom, por O Regresso
David Acord, Andy Nelson, Christopher Scarabosio, Matthew Wood, Stuart Wilson, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS
Jake Morrison, Greg Steele, Dan Sudick, Alex Wuttke, por Homem-Formiga
Mark Ardington, Sara Bennett, Paul Norris, Andrew Whitehurst, por Ex Machina: Instinto Artificial
Andrew Jackson, Dan Oliver, Tom Wood, Andy Williams, por Mad Max: Estrada da Fúria
Chris Lawrence, Tim Ledbury, Richard Stammers, Steven Warner, por Perdido em Marte
Chris Corbould, Roger Guyett, Paul Kavanagh, Neal Scanlan, por Star Wars: O Despertar da Força

MELHOR CURTA-METRGAEM DE ANIMAÇÃO
Edmond
Manoman
Prologue

MELHOR CURTA-METRGAEM BRITÂNICO
Elephant
Mining Poems or Odes
Operator
Over
Samuel-613

ESTRELA EM ASCENSÃO/Escolhido pelo público
Bel Powley
Brie Larson
Dakota Johnson
John Boyega
Taron Egerton

Veja o trailer de 45 Anos.

Imagem de Amostra do You Tube

 

Semana 44 – PERDIDO EM MARTE

Em mais um final de semana de bilheterias fraquíssimas, a sci-fi Perdido em Marte continuou levando a melhor e liderou o ranking novamente. Principais estréias da semana, Pegando Fogo e Especialista em Crise registraram arrecadações pífias e se tornaram pontos baixos das carreiras de Bradley Cooper e Sandra Bullock

Cena de PERDIDO EM MARTE

Cena de PERDIDO EM MARTE

Pela segunda vez consecutiva, a sci-fi Perdido em Marte foi a campeã das bilheterias norte-americanas. De volta ao topo da lista dos mais rentáveis na semana passada devido ao fraco desempenho das estreias, o filme de Ridley Scott se beneficiou novamente da falta de interesse do público pelas novidades em cartaz nas telonas locais e conseguiu manter sua posição, agora com um faturamento de US$ 11,40 milhões. Ao todo, Perdido em Marte acumula uma renda de ótimos US$ 182,80 milhões, o que o deixa a um passo de se tornar a maior bilheteria da carreira de Scott, superando os US$ 187,70 milhões obtidos por Gladiador.

Na esquerda, cena de GOOSEBUMPS e na direita cena de PONTE DOS ESPIÕES

Na esquerda, cena de GOOSEBUMPS e na direita cena de PONTE DOS ESPIÕES

Em segundo e terceiro lugar, também mantendo as suas colocações, estão a comédia de terror Goosebumps: Monstros e Arrepios e o thriller Ponte dos Espiões, que faturaram respectivamente US$ 10,21 milhões e US$ 8,06 milhões. Em três semanas Goosebumps soma uma bilheteria de US$ 57,10 milhões, encostando assim em seu orçamento (US$ 58 milhões), enquanto que Ponte dos Espiões soma no mesmo período US$ 45,20 milhões.

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Cena de HOTEL TRANSILVÂNIA 2

Na sequência do ranking aparece a animação Hotel Transilvânia 2, que fez US$ 5,83 milhões e subiu da quinta para a quarta posição. No total, o longa animado detém uma renda de US$ 156 milhões, já superando dessa forma os números do filme original, que encerrou sua trajetória nos cinemas norte-americanos com US$ 148,31 milhões.

Banner internacional de PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

Banner internacional de PEGANDO FOGO (2015), de John Wells

O quinto lugar coube ao drama estreante Pegando Fogo (Burnt), que, com projeções de abertura apontando para modestos US$ 7 milhões, não conseguiu chegar a tanto e encerrou o final de semana com apenas US$ 5,03 milhões arrecadados, o que representa o terceiro fracasso seguido do ator Bradley Cooper, que neste ano já amargou os péssimos desempenhos de Serena e Sob o Mesmo Céu. É um filme pequeno e nós não gastamos muito dinheiro nele, mas obviamente nós esperávamos mais, declarou à Variety o presidente de distribuição da Weinstein Company, Erik Lomis, sobre a performance de Pegando Fogo, cujo orçamento é estimado em US$ 20 milhões. No Brasil, o filme chega aos cinemas no dia 3 de dezembro.

Banner internacional de ESPECIALISTA EM CRISE (2015), de David Gordon Green

Banner internacional de ESPECIALISTA EM CRISE (2015), de David Gordon Green

Mais abaixo, na oitava colocação, está outra novidade, a dramédia Especialista em Crise (Our Brand is Crisis), que foi outro filme que decepcionou bastante ao faturar nos seus três primeiros dias míseros US$ 3,43 milhões, transformando-se na pior abertura da carreira da atriz Sandra Bullock. Nós estamos orgulhosos do filme, nós tínhamos expectativas maiores e nós estamos obviamente desapontados, disse também à Variety Jeff Goldstein, vice-presidente de distribuição da Warner, estúdio que por sinal não está tendo um bom ano, tendo em vista que Terremoto: A Falha de San Andreas e Mad Max: Estrada da Fúria foram os seus únicos filmes a alcançar à marca de US$ 100 milhões em bilheteria em 2015. Especialista em Crise tem estreia no Brasil agendada para o dia 31 de março de 2016.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Pegando Fogo:

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – JURASSIC WORLD estreia com renda histórica

A sequência da famosa franquia, Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, estreou na primeira colocação do ranking internacional com a segunda melhor renda da história no mercado. Terremoto: A Falha de San Andreas não conseguiu evitar a queda na arrecadação, terminando na segunda colocação. A Espiã que Sabia de Menos também caiu em relação ao fim de semana anterior, mas conseguiu continuar a frente de Sobrenatural: Capítulo 3, que terminou o fim de semana em quarto lugar. Mad Max: Estrada da Fúria fechou o top cinco ultrapassando Um Lugar Onde Nada é Impossível

Cena de JURASSIC WORLD: O MUNDO DOS DINOSSAUROS.

Cena de JURASSIC WORLD: O MUNDO DOS DINOSSAUROS

A aventura Jurassic World: O Mundo do Dinossauros não agradou muito a crítica internacional, mas tal recepção não afetou no sucesso do filme, que conseguiu obter a segunda melhor renda de fim de semana da história do mercado internacional. Jurassic World terminou o domingo com US$ 307 milhões, apenas US$ 7 milhões abaixo do primeiro colocado, Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2. O filme também bateu um recorde recente, o de melhor renda num fim de semana de um filme da Universal Pictures, colocando Velozes e Furiosos 7 para a segunda colocação, com US$ 250 milhões. Somando com a renda doméstica, a aventura já passa de meio bilhão de dólares, cerca de US$ 511 milhões.

Dwayne Johnson em cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS.

Dwayne Johnson em cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS

Na terceira semana em cartaz, Terremoto: A Falha de San Andreas terminou o fim de semana na segunda colocação do ranking após a chegada de Jurassic World, com uma renda de US$ 42,5 milhões. Devido também a grande queda na China, onde estreou no fim de semana passado, a registrou uma perda cerca de 60% em relação ao fim de semana anterior. Terremoto acumulou US$ 23,7 milhões na China, no último fim de semana. No total, o filme chega a uma renda de US$ 254 milhões no mercado internacional.

Melissa McCarthy em cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS.

Melissa McCarthy em cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS

Em terceiro lugar na lista dos mais rentáveis, A Espiã Que Sabia de Menos também caiu, no entanto terminou o fim de semana com uma queda menor que a de Terremoto, ficando com uma arrecadação de US$ 13,5 milhões no fim de semana. No total, A Espiã Que Sabia de Menos acumula US$ 80,1 milhões no mercado internacional.

Stefanie Scott em cena de SOBRENATURAL: CAPÍTULO 3.

Stefanie Scott em cena de SOBRENATURAL: CAPÍTULO 3

O terror Sobrenatural: Capítulo 3 caiu quase 60% em relação ao fim de semana anterior, contudo, conseguiu se manter entre os cinco primeiros, caindo apenas uma posição em relação ao último ranking. Atualmente, o filme acumula uma renda total de US$ 26,3 milhões. Enquanto isso, Mad Max: Estrada da Fúria fechou o top cinco do fim de semana, mantendo a ordem da tabela anterior. A ação estreia no Japão no próximo fim de semana. No total, Mad Max acumula uma renda de US$ 195 milhões.

Confira a tabela com os dez primeiros colocados.

RINT-24-2015

Veja o trailer de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – TERREMOTO tem crescimento e continua na liderança

Terremoto: A Falha de San Andreas isolou-se mais ainda na liderança em sua segunda semana em cartaz, após conseguir um incrível aumento na renda com a estreia em 8 países. Do mesmo modo, A Espiã Que Sabia de Menos estreou em 44 países e também melhorou bastante o desempenho nas bilheterias, subindo da sexta para a segunda colocação do ranking. O terror Sobrenatural: A Origem estreou em vários países, mas não conseguiu se dar tão bem quanto os dois primeiros, terminando o fim de semana na terceira colocação. Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível caiu para a quarta colocação após uma queda no desempenho, assim como Mad Max: Estrada da Fúria, que ficou em quinto 

Dwayne Johnson em cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS.

Dwayne Johnson em cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS

Mais uma vez isolado na primeira colocação, Terremoto: A Falha de San Andreas continua firme no topo da tabela após ter estreado na China, onde obteve mais de 50% de toda a renda obtida no fim de semana nas bilheterias internacionais, US$ 97,8 milhões. O valor representa um aumento de 60% em relação a renda obtida em sua estreia, um dos melhores números do ano no ranking. Atualmente, o filme está em cartaz em quase 70 países, sendo exibido em mais de 22 mil salas. Em duas semanas em cartaz no mercado internacional, Terremoto: A Falha de San Andreas acumulou US$ 188 milhões.

Melissa McCarthy em cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS.

Melissa McCarthy em cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS

Assim como Terremoto, A Espiã Que Sabia de Menos, estrelado por Melissa McCarthy, também melhorou de forma significativa o desempenho no ranking, devido a estreia em mais de 40 países, que lhe renderam um aumento de cerca de 180% na receita do fim de semana, melhor que o obtido por Terremoto: A Falha da San Andreas. A Espiã Que Sabia de Menos terminou o fim de semana com uma renda de US$ 25,6 milhões, o que lhe garantiu a segunda colocação do ranking, quatro posições a frente da sua colocação na semana anterior, 22. Com o resultado, a comédia passou a acumular cerca de US$ 56,5 milhões nas bilheterias internacionais.

Cena de SOBRENATURAL CAPÍTULO 3.

Cena de SOBRENATURAL: A ORIGEM

A tão esperada sequencia da famosa franquia de terror, Sobrenatural: A Origem, estreou em 42 países no último fim de semana, obtendo uma renda de US$ 14,3 milhões. Apesar do baixo desempenho, comparado com os outros filmes atualmente em cartaz, a arrecadação obtida na estreia foi, em conjunto com o número de países em que o filme estreou, cerca de 30% maior que a segundo filme da franquia, Sobrenatural: Capítulo 2. Na Rússia, o filme obteve o seu melhor desempenho individual, cerca de US$ 2,7 milhões, de quinta à domingo. Por fim, o terror ficou com a terceira colocação do ranking internacional.

Cena de UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Cena de TOMORROWLAND – UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Na quarta posição, Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível estreou em mais alguns países obtendo bons resultados individuais, mas no geral caiu cerca de 60% em relação ao fim de semana anterior, tendo terminado o domingo com uma renda de US$ 13,8 milhões. Em sua estreia no Japão, o drama estrelado por George Clooney tomou a primeira colocação da adaptação do conto de fadas, Cinderela, que liderou o ranking local por seis semanas consecutivas. Com o resultado, Um Lugar Onde Nada é Impossível acumulou cerca de US$ 93,5 milhões ao fim do seu terceiro fim de semana no mercado internacional.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

A ação Mad Max: Estrada da Fúria, muito bem recebida pela crítica internacional, caiu bastante no desempenho, com uma queda de cerca de US$ 10 milhões na renda, o que lhe rendeu uma queda da terceira para a quinta colocação. O acumulado pelo filme no último fim de semana foi de aproximadamente US$ 11 milhões. Em quatro semanas, Mad Max acumulou US$ 184 milhões no mercado internacional.

Confira a tabela com os dez melhores.

RINT-23-2015

Veja o trailer de Sobrenatural: A Origem:

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 23 – A Espiã Que Sabia de Menos

Comédia estrelada por Melissa McCarthy se saiu bem ficou em primeiro lugar na lista dos mais rentáveis do fim de semana. Por sua vez, Sobrenatural: A Origem não empolgou tanto mas já está gerando lucro, enquanto que Entourage foi de encontro apenas aos fãs da série em que foi baseado

Banner internacional de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS (2015), de Paul Feig

Banner internacional de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS (2015), de Paul Feig

Nova parceira do diretor Paul Feig com a atriz Melissa McCarthy (dupla dos hilários Missão Madrinha de Casamento e As Bem-Armadas), a comédia A Espiã Que Sabia de Menos (Spy) foi a favorita do público norte-americano neste fim de semana e estreou direto no topo das bilheterias locais. Ao todo, foram elogiáveis US$ 30 milhões arrecadados pela produção de sexta a domingo, quantia que ficou um pouco abaixo das projeções iniciais dos analistas (que apontavam para US$ 35 milhões), mas que se encaixa dentro das expectativas dos executivos da Fox. Em declaração ao Hollywood Reporter, o presidente de distribuição do estúdio, Chris Aronson, disse ter ficado satisfeito com os números de A Espiã Que Sabia de Menos e que acredita que o filme terá uma boa trajetória nas telonas. As risadas curam tudo, e não haverá outra comédia em cartaz por mais três semanas, falou. A Espiã Que Sabia de Menos já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS

Cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS

Em segundo lugar aparece o filme-desastre Terremoto: A Falha de San Andreas, que registrou uma queda de 52% em relação à sua abertura e fez mais US$ 26,44 milhões. Com isso, o longa estrelado por Dwayne Johnson está agora a um passo de ultrapassar a barreira dos US$ 100 milhões em bilheterias, sendo o seu faturamento acumulado atualmente de US$ 92,16 milhões.

Banner internacional de SOBRENATURAL: A ORIGEM (2015), de Leigh Whannell

Banner internacional de SOBRENATURAL: A ORIGEM (2015), de Leigh Whannell

Na terceira posição ficou à segunda maior estreia da semana, o terror Sobrenatural: A Origem (Insidious: Chapter 3), que, embora tenha levado a melhor sobre A Espiã Que Sabia de Menos na sexta, foi perdendo o fôlego ao logo do fim de semana e encerrou o domingo com uma renda de US$ 23 milhões, resultado um tanto quanto decepcionante, tendo em vista que o último filme da franquia, Sobrenatural: Capítulo 2, alcançou em 2013 uma abertura de US$ 40,27 milhões. Ainda assim, o pessoal da Focus Features não tem motivos para reclamar, uma vez que a arrecadação de Sobrenatural: A Origem já cobriu os seus custos de produção, estimados em US$ 10 milhões. Sobrenatural: A Origem tem lançamento no Brasil agendado para o dia 8 de julho.

Banner internacional de ENTOURAGE: FAMA E AMIZADE (2015), de Doug Ellin

Banner internacional de ENTOURAGE: FAMA E AMIZADE (2015), de Doug Ellin

O quarto lugar coube à outra novidade, a comédia Entourage: Fama e Amizade (Entourage), que para a tristeza do pessoal da Warner só teve apelo junto aos fãs da série homônima e terminou por faturar pouco empolgantes US$ 10,42 milhões no final de semana, despenho que corresponde à metade dos US$ 20 milhões inicialmente esperados pelo estúdio. Mas para a sorte dos executivos da Warner, o filme não foi muito caro, tendo o seu orçamento sido estimado em US$ 27 milhões. Levando em conta a quantia obtida desde sua estreia, na quinta-feira, Entourage detém até o momento uma bilheteria de US$ 17,80 milhões. O longa, vale destacar, chega às telonas nacionais no dia 20 de agosto.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Para encerrar, temos o longa de ação Mad Max: Estrada da Fúria, em sua quarta semana em cartaz arrecadou US$ 7,97 milhões e fechou a lista dos cinco primeiros colocados. No acumulado, o longa de George Miller contabiliza uma bilheteria de US$ 130,80 milhões.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de A Espiã Que Sabia de Menos:

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – TERREMOTO estreia em primeiro

Em seu primeiro fim de semana nas bilheterias internacionais, a ação Terremoto: A Falha de San Andreas, estrelada por Dwayne Johnson, terminou o domingo na primeira colocação do ranking com grande vantagem sobre o segundo colocado, Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível. Mad Max: Estrada da Fúria caiu bastante em relação a renda obtida anteriormente, no entanto ainda conseguiu terminar o fim de semana na terceira colocação com bons resultados em muitos países. Os Vingadores: A Era de Ultron ficou em quarto lugar, seguido de A Escolha Perfeita 2, em quinto.

Cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS.

Cena de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ANDREAS

Em sua estreia, Terromoto: A Falha de San Andreas terminou o último fim de semana na primeira colocação do ranking após conseguir uma arrecadação de cerca de US$ 60 milhões, tendo sido primeiro colocado no ranking nacional de 55 países, dos 60 em que entrou em cartaz. A ação foi exibida em cerca de 14,5 mil salas de cinemas do mercado internacional. Dentre os países onde o filme obteve os melhores desempenhos, estão Reino Unido, Rússia, México, Brasil e França. No próximo fim de semana, Terremoto estreia na China e Coréia do Sul, de onde se espera uma melhora no desempenho geral no ranking internacional.

Cena de UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Cena de TOMORROWLAND – UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Na segunda colocação, Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível, estrelado por George Clooney, melhorou um pouco o seu desempenho em relação ao fim de semana anterior, após estrear em cerca de 10 países. Um crescimento de aproximadamente US$ 2 milhões foi o suficiente para o longa subir uma posição no ranking, tendo esse terminado o fim de semana com uma arrecadação de U$ 29,3 milhões. Nesse fim de semana, Um Lugar Onde Nada é Impossível finaliza o seu calendário de estreias entrando em cartaz no Brasil e Japão. No total, o filme soma uma renda de US$ 70 milhões.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

A ação Mad Max: Estrada da Fúria continua entre os cinco primeiros em sua terceira semana em cartaz nas bilheterias internacionais, tendo arrecadado cerca de US$ 21,6 milhões, o que lhe garantiu a terceira colocação do ranking. A Coréia do Sul continua sendo onde o filme está obtendo o melhor desempenho pela terceira semana consecutiva, tendo obtido cerca de US$ 5,2 milhões em apenas 644 salas. No total, Mad Max acumula uma renda de US$ 165 milhões no mercado internacional.

Cena de OS VINGADORES: A ERA DE ULTRON.

Cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Após seis semanas em cartaz nas bilheterias internacionais, Os Vingadores: Era de Ultron também continua entre os cinco primeiros do ranking, agora na quarta posição. A aventura terminou o fim de semana com uma renda de US$ 17,6 milhões e acumula atualmente um total de US$ 894 milhões no mercado internacional. Somando com a renda doméstica, o acumulado de Os Vingadores: Era de Ultron chega a US$ 1,32 bilhão, o que lhe garante a sexta posição dentre as melhores rendas de um filme na história do cinema.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

A Escolha Perfeita 2 terminou o fim de semana na quinta colocação, caindo mais uma e se despedindo, provavelmente, do top cinco do ranking internacional em breve. Em sua terceira semana em cartaz nas bilheterias internacionais, a comédia arrecadou aproximadamente US$ 15,2 milhões, estando em exibição em 37 países. No total, A Escolha Perfeita 2 acumula US$ 61,7 milhões no mercado internacional, cerca de US$ 187 milhões quando somado a renda doméstica.

Confira a tabela com os dez melhores.

RINT-22-2015

Veja o trailer de Um Lugar Onde Nada é Impossível.

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 22 – Terremoto: A Falha de San Adreas

Filme-desastre estrelado por Dwayne Johnson fez bonito em sua estreia e se tornou um marco na carreira do ator. Enquanto isso, a dramédia Sob o Mesmo Céu, não emplacou e acabou se tornando um dos fracassos da temporada de verão

Banner internacional de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ADREAS (2015), de Brad Peyton

Banner internacional de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ADREAS (2015), de Brad Peyton

Conforme o esperado, o filme-desastre Terremoto: A Falha de San Adreas (San Adreas) abalou as estruturas da concorrência e estreou direto no topo das bilheterias norte-americanas. Lançado em 3.777 salas de cinema dos Estados Unidos e Canadá na última sexta-feira, 29, o longa estrelado por Dwayne Johnson (franquia Velozes e Furiosos) fez um sucesso estrondoso junto ao público e nos seus três primeiros dias em cartaz arrecadou empolgantes US$ 53,21 milhões, valor que superou bastante as expectativas de mercado (as estimativas apontavam para um faturamento de US$ 40 milhões) e que ainda transformou a produção na maior abertura de um filme com Johnson no papel principal, ultrapassando os números de G.I. Joe: Retaliação (US$ 40,50 milhões). E por falar em Dwayne Johnson, foi ao ator que o presidente de distribuição da Warner, Dan Fellman, atribuiu o sucesso de Terremoto. Dwayne Johnson é um grande astro de cinema e ele está ganhando reconhecimento no momento, então nós tivemos a sorte de tê-lo na hora certa, disse Fellman ao Deadline. Terremoto: A Falha de San Adreas já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Em um distante segundo lugar aparece a comédia musical A Escolha Perfeita 2, que fez US$ 14,38 milhões, o que representa uma perda de 53% em relação ao último final de semana. No total, o filme detém uma bilheteria de ótimos US$ 147,54 milhões no mercado norte-americano, resultado que equivale a mais que o quíntuplo do seu orçamento.

Na esquerda, cena de TOMORROWLAND e na direita cena de MAD MAX

Na esquerda, cena de TOMORROWLAND e na direita cena de MAD MAX

Na sequência do ranking vem a sci-fi juvenil Tomorrowland, que após uma estreia desanimadora na semana passada, levou um tombo de 58% e faturou US$ 13,80 milhões, quantia que lhe garantiu por muito pouco uma vitória sobre o longa de ação Mad Max: Estrada da Fúria, que obteve US$ 13,62 milhões e ocupou a quarta posição. Ao todo, Tomorrowland acumula uma renda de US$ 63,18 milhões, enquanto que Mad Max soma US$ 115,91 milhões.

Robert Downey Jr. como Tony Stark em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Robert Downey Jr. como Tony Stark em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

O quinto lugar coube novamente à aventura Os Vingadores: Era de Ultron, que dessa vez registrou uma queda de 49% e arrecadou US$ 10,92 milhões. No acumulado, o longa da superquipe de heróis da Marvel contabiliza um faturamento de US$ 427,07 milhões, de longe a maior bilheteria do ano até o momento no mercado norte-americano.

Banner internacional de SOB O MESMO CÉU (2015), de Cameron Crowe

Banner internacional de SOB O MESMO CÉU (2015), de Cameron Crowe

Mais abaixo, na sexta colocação, está a segunda maior estreia da semana, a dramédia Sob o Mesmo Céu (Aloha), que mesmo tendo a seu favor um elenco estrelar (que inclui Bradley Cooper, Emma Stone e Rachel McAdams) não animou muito o público e terminou por encerrar seu primeiro fim de semana com US$ 10 milhões, desempenho que ficou dentro das expectativas dos executivos da Sony, mas que não chega a ser de fato animador, tendo em vista que estamos em plena temporada de verão, época em que se espera resultados bem maiores dos filmes que entram em cartaz. Sob o Mesmo Céu tem lançamento no Brasil agendado para o dia 11 de junho.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Terremoto: A Falha de San Adreas.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING BRASIL – MAD MAX segue na frente

Mad Max: Estrada da Fúria manteve a liderança das bilheterias brasileiras, conquistada na semana anterior. A chegada do terror Poltergeist: O Fenômeno, que terminou o fim de semana na segunda posição, apertou um pouco o ranking, fazendo com o primeiro colocado não ficasse tão isolado no topo. Poltergeist tomou a posição de Os Vingadores: Era de Ultron, que terminou na terceira após uma queda de 40% na renda. A Incrível História de Adaline estreou na quarta colocação com uma boa renda, enquanto Velozes e Furiosos 7 despencou para a quinta após uma queda de 60%.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Em sua segunda semana em cartaz no país, Mad Max: Estrada da Fúria sustentou a liderança do ranking com uma queda de aproximadamente 35% em relação a semana anterior. A ação terminou o último fim de semana com uma renda de R$ 6,7 milhões, suficiente para mantê-lo em primeiro, mas nem tanto para deixá-lo isolado do segundo colocado, o estreante Poltergeist: O Fenômeno. Mad Max levou cerca de 420 mil espectadores aos cinemas no último fim de semana, acumulando um total de 1,35 milhões. Na renda, o filme acumulou um total de R$ 20,7 milhões com o valor obtido no fim de semana.

Cena de POLTERGEIST: O FENÔMENO.

Cena de POLTERGEIST: O FENÔMENO

O remake do clássico terror de 1982, Poltergeist: O Fenômeno, foi bem recebido no Brasil em sua estreia. O filme foi assistido por cerca de 390 mil espectadores em aproximadamente 650 salas no país, o que lhe rendeu uma boa arrecadação, R$ 6 milhões, e a melhor média de público por sala do fim de semana, 600. Mesmo com o sucesso no Brasil, o terror continua sendo mal recebido pela crítica internacional, estando com média 47 de 100 no MetaCritic e 5,3 de 10 no IMDb.

Hulk em cena de OS VINGADORES: A ERA DE ULTRON.

Hulk em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Na terceira colocação, ficou Os Vingadores: Era de Ultron, que em sua quinta semana em cartaz no país vai se despedindo dos tempos de soberania no Top 5 do ranking. A aventura obteve uma queda de cerca de 40% em relação ao fim de semana anterior, terminando o último com uma renda de R$ 5,9 milhões. Como Poltergeist, Os Vingadores também levou cerca de 390 mil espectadores aos cinemas no último fim de semana, no entanto ainda é exibido em cerca de 100 salas a mais que o terror, no país. Com os números do fim de semana, o filme acumula um público total de aproximadamente 9,3 milhões de espectadores e uma renda de R$ 135 milhões.

Michiel Huisman e Blake Lively em cena de A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE.

Michiel Huisman e Blake Lively em cena de A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE

Estrelado por Blake Lively, o drama A Incrível História de Adaline estrou no Brasil com um bom resultado, no último fim de semana. Distribuído pela Diamond Filmes no país, o filme foi exibido em cerca de de 220 salas no fim de semana, levando aproximadamente 76 mil espectadores aos cinemas em sua estreia. Por fim, o drama arrecadou cerca de R$ 1,2 milhão em seu primeiro fim de semana no país.

Dwayne Johnson, Vin Diesel e Paul Walker em cena de VELOZES & FURIOSOS 7.

Dwayne Johnson, Vin Diesel e Paul Walker em cena de VELOZES E FURIOSOS 7

Velozes e Furiosos 7, que também passou um bom tempo na liderança do ranking Brasil como Os Vingadores: Era de Ultron, despencou para a quinta colocação do ranking após terminar o fim de semana uma queda de 60% em relação ao anterior. Em sua sétima semana em cartaz no país, a ação arrecadou apenas R$ 650 mil. No entanto, o valor total acumulado no país já chega próximo dos R$ 142 milhões, o que torna mais que satisfatório o desempenho local do filme. Enquanto isso, o público acumulado se aproxima dos 10 milhões de espectadores, faltando pouco mais de 150 mil.

Confira abaixo a tabela com os dez melhores.

RBRA-21-2015

Veja o trailer de Poltergeist: O Fenômeno.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – OS VINGADORES mantém liderança

Os Vingadores: Era de Ultron caiu bastante na renda mas conseguiu manter a liderança, ficando ainda a frente de Mad Max: Estrada da Fúria, que manteve a segunda colocação. O estreante Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível se deu bem em seu primeiro fim de semana em cartaz, terminando o fim de semana na terceira colocação. A Escolha Perfeita 2 ficou em quarto, enquanto o estreante A Espiã Que Sabia de Menos ficou com a quinta colocação

Cena de OS VINGADORES A ERA DE ULTRON.

Cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Em sua quinta semana em cartaz, Os Vingadores: Era de Ultron caiu de forma grotesca, quase 80%, em relação ao fim de semana passado, mas conseguiu manter novamente a liderança do ranking. A aventura arrecadou cerca de US$ 45,8 milhões no fim de semana, sendo a maior parte dessa renda vinda da China, onde já acumula US$ 210 milhões. Em 4 de julho, Os Vingadores: Era de Ultron finaliza o seu calendário de estreias, no Japão. Com o valor arrecadado, a aventura soma atualmente uma renda de US$ 860 milhões no mercado internacional.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Exibido em cerca de 70 países, Mad Max: Estrada da Fúria também caiu no último fim de semana, mas se manteve na posição anterior, assim como o líder Os Vingadores: Era de Ultron. A ação arrecadou cerca de US$ 38,2 milhões no fim de semana, valor que representa uma queda de 40%, suficiente para a medalha de prata. Em sua segunda semana em cartaz, Mad Max: Estrada da Fúria continua tendo o seu melhor desempenho nas bilheterias internacionais na Coréia do Sul, onde arrecadou cerca de US$ 6,1 milhões no último fim de semana. A ação tem obtido bons números também na Austrália e no Brasil. No total, soma cerca de US$ 124 milhões nas bilheterias internacionais.

Cena de UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Cena de TOMORROWLAND – UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL

A sci-fi juvenil estrelada por George Clooney, Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível, estreou no último fim de semana nas bilheterias internacionais com uma boa renda, cerca de US$ 26,7 milhões, que lhe garantiu a terceira colocação do ranking. Dentre os países em que o drama estreou, os que se destacaram com os melhores números foram França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Rússia e México. Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível ainda tem estreia prevista para vários países e dentre esses estão alguns sigficantes no mercado internacional, como Espanha, Austrália, China, Coréia do Sul, Japão e Brasil. No Brasil, a estreia tem data marcada para 4 de junho.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Em quarto lugar, ficou a comédia musical A Escolha Perfeita 2 que arrecadou cerca de US$ 15,2 milhões em 37 países. Em sua terceira semana em cartaz no mercado internacional, o filme continua com bons números, tendo obtido a primeira colocação em vários lugares, como Espanha, Noruega, Hungria, Alemanha e Áustria. A Escolha Perfeita 2 acumula US$ 61,7 milhões nas bilheterias internacionais e US$ 187 milhões, somado com a renda doméstica.

Cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS.

Cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS

Na quinta colocação do ranking internacional ficou o estreante A Espiã Que Sabia de Menos que entrou em cartaz em 10 países no último fim de semana, de onde obteve uma arrecadação de cerca de US$ 12,5 milhões. Dentre os países em que o filme se destacou estão Austrália, onde obteve cerca de 94% da renda de estreia da famosa comédia Missão Madrinha de Casamento, e Coréia do Sul, onde conseguiu um dos melhores números no país para um filme com ação e comédia. No Brasil, a estreia tem data marcada para 9 de julho.

Confira abaixo a tabela completa.

RINT-21-2015

Veja o trailer de A Espiã Que Sabia de Menos.

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 21 – Tomorrowland

Nova sci-fi juvenil da Disney, Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível, não empolgou e está a caminho de se tornar o novo grande fracasso do estúdio. Segunda novidade em cartaz, Poltergeist: O Fenômeno teve uma estreia sólida e em breve deverá começar a render lucros para a Fox

Banner internacional de TOMORROWLAND: (2015), de Brad Bird

Banner internacional de TOMORROWLAND: UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL (2015), de Brad Bird

Pelo visto, ao contrário da crença popular, um raio pode sim cair duas vezes no mesmo local. Digo isso porque, três anos após amargarem um fracasso estrondoso com o filme John Carter: Entre Dois Mundos (John Carter, 2012), os executivos da Disney se preparam para mais um grande prejuízo, novamente com uma sci-fi juvenil, nesse caso, Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível (Tomorrowland).

Orçado em elevados US$ 190 milhões, Tomorrowland terminou por não empolgar muito o público norte-americano e no seu final de semana de estreia faturou somente US$ 33,02 milhões, com uma projeção de US$ 41,70 milhões para o fim de semana prolongado (na segunda, 25, comemorou-se nos EUA o Memorial Day), resultado que colocou o filme na liderança do ranking das bilheterias, mas que está longe de ser satisfatório, principalmente porque que os prognósticos iniciais apontavam para uma renda de US$ 50 milhões para o período sexta-segunda. É menos do que nós esperávamos, mas quando você decide correr o risco com uma história original e uma nova propriedade intelectual, isso acarreta questões de escolha no público e falta de conhecimento prévio, declarou ao The Wrap o presidente de distribuição da Disney, Dave Hollis, sobre o desempenho de Tomorrowland, desempenho este que com certeza já é motivo de grande preocupação dentro do estúdio, uma vez que a produção também não decolou na sua abertura no mercado internacional, tendo arrecadado fracos US$ 26,70 milhões em 65 países.

Na esquerda, cena de A ESCOLHA PERFEITA 2 e na direita cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Na esquerda, cena de A ESCOLHA PERFEITA 2 e na direita cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Na sequência da lista dos mais rentáveis aparecem os campeões da semana passada, a comédia musical A Escolha Perfeita 2 e o longa de ação Mad Max: Estrada da Fúria, que renderam respectivamente US$ 30,81 milhões e US$ 24,63 milhões. Em dez dias, o segundo filme das Bellas acumula animadores US$ 118,29 milhões, quantia que supera a arrecadação mundial do primeiro filme (US$ 115,35 milhões), ao passo que o novo longa do guerreiro das estradas soma US$ 88,07 milhões.

Banner internacional de POLTERGEIST: O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Banner internacional de POLTERGEIST: O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Em quarto lugar ficou a segunda principal estreia da semana, o terror Poltergeist: O Fenômeno (Poltergeist), que não seguiu o mesmo caminho que Tomorrowland e encerrou seus três primeiros dias em cartaz superando expectativas ao faturar US$ 22,62 milhões. Assim, levando em consideração o modesto orçamento de US$ 35 milhões do filme, não deve demorar muito até que os executivos da Fox comecem a registrar os lucros com a produção.

Elizabeth Olsen como a Feiticeira Escarlate em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Elizabeth Olsen como a Feiticeira Escarlate em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Encerrando a lista dos cinco mais rentáveis está a aventura Os Vingadores: Era de Ultron, que trouxe um sopro de alegria para o pessoal da Disney ao obter mais US$ 21,69 milhões e com isso ultrapassar a marca dos US$ 400 milhões arrecadados no mercado norte-americano. Mundialmente, o longa da superquipe de heróis da Marvel detém uma renda de aproximadamente US$ 1,30 bilhão.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

05

Assista ao trailer de Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível.

Imagem de Amostra do You Tube