RANKING INTERNACIONAL – A BELA E A FERA estreia na liderança

A Bela e a Fera arrecadou um ótimo valor em seu primeiro fim de semana nos mercados internacional e doméstico, garantindo a primeira colocação do ranking internacional. Kong: A Ilha da Caveira veio logo atrás, na segunda colocação, com uma arrecadação próxima da obtida por Logan, que terminou o período na terceira posição. Um pouco distante na arrecadação, Quatro Vidas de Um Cachorro ficou com o quarto lugar do ranking, e Sing: Quem Canta Seus Males Espanta, em quinto.

Emma Watson em cena de A BELA E A FERA.

Emma Watson em cena de A BELA E A FERA.

Entrando em cartaz em 45 localidades, A Bela e a Fera disparou na liderança do ranking internacional com uma arrecadação de US$ 180 milhões no fim de semana. A China liderou a lista dos países que obtiveram as maiores arrecadações, com cerca de US$ 44,8 milhões, seguida do Reino Unido, com US$ 22,8 milhões; Coréia do Sul, com US$ 11,9 milhões; México, com US$ 11,6 milhões; Alemanha, com US$ 10,7 milhões, e Brasil, com US$ 10,4 milhões. Nessa semana, o filme entra em cartaz na Bélgica, França, Austrália, Hungria e Israel.

Cena de KONG: A ILHA DA CAVERNA.

Cena de KONG: A ILHA DA CAVERNA.

Em segundo lugar, ficou Kong: A Ilha da Caverna, em seu segundo fim de semana em cartaz no mercado internacional. Em cartaz em 65 localidades, a aventura arrecadou cerca de US$ 38,5 milhões no período, tendo obtido seu melhor desempenho do fim de semana no Reino Unido, com uma arrecadação de US$ 3,3 milhões, seguido da Coréia do Sul, com US$ 2,5 milhões. Ao fim de domingo, o valor estimado era de US$ 150 milhões em receita total no mercado internacional.

Hugh Jackman em cena de LOGAN.

Hugh Jackman em cena de LOGAN.

Em seu terceiro fim de semana no mercado internacional, Logan conseguiu manter uma boa renda ao acumular US$ 31,5 milhões nas 80 localidades em que está em cartaz. Na China, a aventura ficou na terceira colocação do ranking local, a mesma do internacional, atrás apenas de A Bela e a Fera e de Quatro Vidas de Um Cachorro, com uma renda de US$ 6,3 milhões e um total acumulado de US$ 101 milhões no país. No mercado internacional, o arrecadado total era estimado em US$ 340 milhões.

Cena de QUATRO VIDAS DE UM CACHORRO.

Cena de QUATRO VIDAS DE UM CACHORRO.

Na quarta colocação, ficou Quatro Vidas de Um Cachorro que tem obtido um impulso nas bilheterias após sua estreia na China. Em cartaz em 40 localidades, o filme arrecadou US$ 12 milhões no mercado internacional. Na China, já acumulou US$ 74 milhões, de um total de US$ 102 milhões nas bilheterias internacionais, estimado no término do último fim de semana.

Cena de SING: QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA.

Cena de SING: QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA.

Sing: Quem Canta Seus Males Espanta entrou em cartaz no Japão e conseguiu voltar ao top cinco ao acumular US$ 6,3 milhões em seu primeiro fim de semana no país, onde ficou na primeira colocação do ranking local. A animação ficou com o quinto lugar no ranking internacional, com uma arrecadação de US$ 9,1 milhões no período. O total acumulado no mercado internacional até o último fim de semana girava em torno dos US$ 320 milhões.

Confira a tabela do ranking internacional com os dez melhores.

RINT

Veja abaixo o trailer de A Bela e a Fera.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – LOGAN surpreende na liderança

Logan apostou tudo em sua estreia no mercado internacional e entrou em cartaz em mais de 80 localidades, arrecadando um valor absurdo que não deu chance alguma para Resident Evil 6: O Capítulo Final. Quatro Vidas de um Cachorro entrou em cartaz na China e conseguiu assumir a terceira posição do ranking, após certo tempo fora do top cinco. Sing: Quem Canta Seus Males Espanta ficou em quarto após estreia na Rússia. La La Land: Cantando Estações aproveitou-se da queda dos que estavam a sua frente pra terminar o período na quinta colocação.

Hugh Jackman em cena de LOGAN.

Hugh Jackman em cena de LOGAN.

Em seu primeiro fim de semana em cartaz nas bilheterias internacionais, Logan arrecadou cerca de US$ 152 milhões no período e garantiu a primeira colocação do ranking sem dificuldades. Apenas na China, a aventura obteve cerca de US$ 50 milhões, e junto aos valores obtidos no Reino Unido, Brasil, Coréia do Sul e Rússia, o acumulado já se aproximava dos US$ 100 milhões. A única próxima estreia marcada é no Japão, prevista para o dia primeiro de junho.

Cena de RESIDENT EVIL 6: O CAPÍTULO FINAL.

Cena de RESIDENT EVIL 6: O CAPÍTULO FINAL.

Na China, Resident Evil 6: O Capítulo Final despencou com a chegada de Logan e foi consideravelmente prejudicado, quase perdendo até a vice-liderança do ranking. O filme arrecadou US$ 18,4 milhões e conseguiu, por uma diferença de cerca de US$ 1 milhão, ficar com a segunda posição do ranking. Há onze semanas em cartaz, o acumulado pelo filme no mercado internacional era estimado em US$ 267 milhões ao término do fim de semana.

Cena de QUATRO VIDAS DE UM CACHORRO.

Cena de QUATRO VIDAS DE UM CACHORRO.

Quatro Vidas de um Cachorro, que após pouco tempo em cartaz já tinha desaparecido da tabela dos dez melhores do ranking, voltou ao top cinco ao entrar em cartaz na China e conseguir acumular US$ 17,4 milhões no último fim de semana, estando em cartaz em pouco mais de 40 localidades. Com o resultado, o filme garantiu a terceira posição com segurança em sua sétima semana em cartaz no mercado internacional. Ao término do período, a arrecadação era estimada em US$ 41,3 milhões.

Emma Stone e Ryan Gosling em cena de LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES.

Emma Stone e Ryan Gosling em cena de LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES.

Aproveitando a queda da maioria dos filmes do top cinco da semana passada, Sing: Quem Canta Seus Males Espanta e La La Land: Cantando Estações voltaram a ficar entre os cinco melhores, na quarta e quinta posição, respectivamente. Os dois obtiveram arrecadações bem próximas. Sing somou US$ 11,4 milhões no período, enquanto que La La Land fez US$ 11,1 milhões. Ao fim do domingo, Sing e La La Land acumulavam respectivamente um valor aproximado de US$ 297 e US$ 250 milhões no mercado internacional.

Confira abaixo a tabela com os dez melhores do ranking internacional.

RINT

Veja abaixo o trailer de Logan.

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 08 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

O Carnaval vai ser glorioso para os cinéfilos. Graças, principalmente, a uma edição condensada da Mostra Retrospectiva/Expectativa do Cinema do Dragão. Mas além disso, o circuito se abre com filmes muito bons, como o suspense A Criada (2016), de Chan-woook Park; o drama Moonlight – Sob a Luz do Luar (2016), de Barry Jenkins; o drama criminal A Lei da Noite (2016), de Ben Affleck; e a fantasia A Grande Muralha (2016), de Zhang Yimou. Correndo por fora, a aventura Monster Trucks (2016), de Chris Hedges; a comédia Internet – O Filme (2017), de Fillipo Capuzzi; e a animação Bugigangue no Espaço (2016), de Ale McHaddo. Em pré-estreia, a aventura dramática Logan (2017), de James Mangold

Cena de A CRIADA (2016), de Chan-wook Park

Cena de A CRIADA (2016), de Chan-wook Park

Bom saber que um novo filme de Chan-wook Park finalmente entra em cartaz na cidade. O primeiro e único foi Oldboy (2003). E isso por que havia um hype enorme em torno do filme, assim como em torno de obras de gênero vindas do Oriente. A Criada se passa na Coreia do Sul dos anos 1930 durante a ocupação japonesa. Na trama, a jovem Sookee (Kim Tae-ri) é contratada para trabalhar para uma herdeira nipônica, Hideko (Kim Min-Hee), que leva uma vida isolada ao lado do tio autoritário. Mas Sookee guarda um segredo: ela e um vigarista planejam desposar a herdeira, roubar sua fortuna e trancafiá-la em um sanatório. O filme promete a tradicional violência aliada à elegância do cineasta. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar), e também com uma sessão na Mostra Expectativa do Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A CRIADA (Ah-ga-ssi, Coreia do Sul, 2016), de Chan-wook Park. Com Min-hee Kim, Jung-woo Ha, Jin-woong Jo, Tae-ri Kim, Hae-suk Kim. 144 min. Mares. 18 anos.

Cena de MOONLIGHT - SOB A LUZ DO LUAR (2016), de Barry Jenkis

Cena de MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR (2016), de Barry Jenkis

Penúltimo dos filmes indicados à categoria principal a entrar em cartaz no país, Moonlight – Sob a Luz do Luar carrega consigo a fama de ser um dos melhores e mais arriscados filmes dessa temporada de premiações. Foi um dos beneficiados pela polêmica do Oscar so white de 2016 e isso é bom para que possamos conhecer mais um cineasta talentoso, Barry Jenkins. O filme mostra três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas. Indicado a oito Oscar, inclusive melhor filme e melhor direção. Em cartaz no UCI Iguatemi e Cinépolis RioMar (sala VIP).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MOONLIGHT – SOB A LUZ DA LUA (Moonlight, EUA, 2016), de Barry Jenkins. Com Mahershala Ali, Shariff Earp, Duan Sanderson, Naomi Harris, Alex R. Hibbert. 111 min. Diamond. Classificação a definir.

Cena de A LEI DA NOITE (2016), de Ben Affleck

Cena de A LEI DA NOITE (2016), de Ben Affleck

O novo filme dirigido por Ben Affleck pode não ter ido muito bem nas bilheterias americanas, mas tem um elenco tão bom que já chama a atenção. Sem falar que, até agora, Affleck não tem nenhum filme fraco em sua filmografia como diretor. O anterior, Argo (2012), inclusive, só é motivo de chacota por muitos por ter ganhado o Oscar. A trama de A Lei da Noite se passa na cidade de Boston nos anos 1920. Joe Coughlin (Ben Affleck), filho mais novo de um capitão de polícia, se envolve com o crime organizado. Ele aproveita seus dias rodeado de dinheiro e poder, mas suas escolhas podem levá-lo à prisão ou até mesmo à morte. Adaptação do livro escrito por Dennis Lehane, mesmo autor do romance que deu origem a Medo da Verdade (2007), outro dos belos filmes de Affleck. Em cartaz no UCI Iguatemi e Cinépolis RioMar (sala VIP).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A LEI DA NOITE (Live by Night, EUA, 2016), de Ben Affleck. Com Ben Affleck, Elle Fanning, Brendan Gleeson, Sienna Miller, Zoe Saldana. 129 min. Warner. 14 anos.

Matt Damon em A GRANDE MURALHA (2016), de Zhang Yimou

Matt Damon em A GRANDE MURALHA (2016), de Zhang Yimou

Um dos mais importantes cineastas chineses contemporâneos, Zhang Yimou dirige agora seu primeiro filme em língua inglesa, mesmo se passando na China. Isso se justifica pelo fato de haver soldados britânicos combatendo na China, no século XV, durante as construções da Grande Muralha. Aos poucos, porém, os soldados percebem que o intuito da construção não é apenas proteger a população do inimigo mongol. Na verdade, ela esconde um terrível segredo. Pelo trailer de A Grande Muralha, dá pra perceber que se trata de algo monstruoso. O filme é provavelmente a maior produção em todos os tempos filmada inteiramente na China, além de ser um dos mais caros filmes chineses já feitos. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A GRANDE MURALHA (The Great Wall, China/EUA, 2016), de Zhang Yimou. Com Matt Damon, Tiang Jing, Williem Dafoe, Andy Lau, Pedro Pascal. 103 min. Universal. 12 anos.

Cena de MONSTER TRUCKS (2016), de Chris Hedges

Cena de MONSTER TRUCKS (2016), de Chris Hedges

Mais dirigido ao público juvenil, Monster Trucks nos apresenta a Tripp (Lucas Till), um jovem que constrói um monster truck, ou seja, uma caminhonete gigante feita com peças de carros sucateados, com a intenção de sair de sua cidade.  Certa noite, depois de um acidente provocado por uma empresa que perfura o solo em busca de petróleo, uma estranha criatura busca no caminhão um esconderijo e encontra surpreendentemente, no rapaz, um amigo. Pelo trailer, percebe-se um filme para rir e possivelmente se divertir. Pena que a aceitação da crítica foi tão ruim no exterior. Trata-se do primeiro filme em live action de Chris Edge (A Era do Gelo, 2002). Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MONSTER TRUCKS (EUA/Canadá, 2016), de Chris Hedge. Com Lucas Till, Jane Levy, Thomas Lennon, Barry Pepper, Rob Lowe. 105 min. Paramount. Livre.

Cena de INTERNET - O FILME (2017), de Filippo Lapietra

Cena de INTERNET – O FILME (2017), de Filippo Lapietra

O trailer é horrendo e o filme parece ser também, mas Internet – O Filme deve atrair um público familiarizado com os youtubers que estão reunidos para esta comédia. A história se passa em uma convenção de youtubers de todo tipo em um hotel. Há tramas de cirandas amorosas e conquistas de popularidade. Resta saber se o filme é mais uma obra brasileira que só pensa no espectador local, restringindo mais ainda seu público apenas a pessoas que conhecem os personagens do elenco, ou se ele consegue fazer rir a qualquer público que se disponha a vê-lo. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

INTERNET – O FILME (Brasil, 2017), de Fillipo Capuzzi. Com Rafinha Bastos, Christian Figueiredo, PC Siqueira, Mr. Catra, Felipe Castanhari. 132 min. Paris/Downtown. 14 anos.

Cena de BUGIGANGUE NO ESPAÇO (2016), de Ale McHaddo

Cena de BUGIGANGUE NO ESPAÇO (2016), de Ale McHaddo

Para não dizer que não há filmes para crianças, o circuito coloca um filme pouco conhecido, Bugigangue no Espaço. Na sinopse oficial, Gustavinho, Fefa e os demais integrantes do clube Bugigangue estão preocupados com os trabalhos da escola, mas nem imaginam que em um ponto distante da galáxia o vilão Gana Golber tomou o poder da Confederação dos Planetas, ameaçando a paz do universo. Expulsos da confederação, sete alienígenas atrapalhados e ingênuos conseguem escapar ao cerco de Gana, mas na fuga sua nave é danificada e cai na Terra. Logo eles fazem amizade com as crianças do clube, consertam a nave e embarcam juntos numa aventura intergaláctica para restaurar a paz do universo. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

BUGIGANGUE NO ESPAÇO (Gadgetgang in Outerspace, EUA, 2016), de Ale McHaddo. Animação. 86 min. Imagem. Livre.

Pré-estreia

Cena de LOGAN (2017), de James Mangold

Cena de LOGAN (2017), de James Mangold

As críticas internacionais de Logan estão tão positivas e tão entusiasmadas que chega até a dar medo de bater uma decepção por excesso de expectativa. Dito isso, é muito bom saber que finalmente estão utilizando bem um herói como o Wolverine, agora que a moda de filmes de super-herói com classificação indicativa maior chegou com força, graças a Deadpool. A trama de Logan se passa em 2029 e o herói (Hugh Jackman) ganha a vida como chofer de limousine, para cuidar do nonagenário Charles Xavier (Patrick Stewart). Ele se recusa a voltar à ativa, mas é confrontado por um mercenário, Donald Pierce (Boyd Holbrook), interessado na menina Laura Kinney / X-23, que possui um vínculo muito forte com Logan. Em pré-estreia em grande circuito na quarta-feira, 1º de março, inclusive na sala IMAX.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

LOGAN (EUA, 2017), de James Mangold. Com Hugh Jackman, Patrick Stewart, Dafne Keen, Boyd Holbrook, Stephen Merchant. 135 min. Fox. 16 anos.

Especial

Kristen Stewart em PERSONAL SHOPPER (2016), de Olivier Assayas

Kristen Stewart em PERSONAL SHOPPER (2016), de Olivier Assayas

A melhor coisa deste Carnaval, porém, é mesmo esta versão menor da Mostra Retrospectiva/Expectativa do Cinema do Dragão, que traz mais filmes inéditos e outros que foram destaque no circuito. Entre os inéditos, há filmes de respeito como Eu Não Sou Seu Negro, Era o Hotel Cambridge, Personal Shopper, O Apartamento, A Criada, Os Belos Dias de Aranjuez, É Apenas o Fim do Mundo e A Garota Desconhecida, além de blocos de curtas brasileiros que foram sucesso em festivais de cinema. Entre as reprises, vale conferir documentários essenciais como Axé – Canto do Povo de um Lugar e The Beatles – Eight Days a Week. Não vai dar para reclamar do Carnaval. Veja a programação completa na página do Facebook do Cinema do Dragão.

Veja o trailer de Personal Shopper

Imagem de Amostra do You Tube

Saem de cartaz

A Cidade Onde Envelheço (sessão saideira na Mostra Retrospectiva)
A Espera
Animais Noturnos
Minha Vida de Abobrinha
Quatro Vidas de um Cachorro
Redemoinho
(sessão saideira na Mostra Retrospectiva)
Resident Evil 6 – O Capítulo Final
Um Homem Chamado Ove

As estreias nacionais desta quinta-feira, 23, que não entram em cartaz em Fortaleza

A Garota Desconhecida (presente na Mostra Expectativa)
A Jovem Rainha

Veja o trailer de A Garota Desconhecida

Imagem de Amostra do You Tube