VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS – Road Movie de fã dos Beatles

Baseado numa reportagem do jornal El País, exibida logo no início do filme, o  drama espanhol Viver é Fácil Com os Olhos Fechados (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados, Espanha, 2013), de David Trueba, explora com uma sensibilidade fora do comum a saga de um fã dos Beatles ao encontro de John Lennon

Elenco de VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados, Espanha, 2013)

Elenco de VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS (2013), de David Trueba

O fã em questão é professor Antonio (Javier Cámara), um sujeito comum que usa as músicas dos Beatles para ensinar inglês aos seus alunos na Espanha em 1966, em plena ditadura de Franco. Quando ele descobre que o líder da banda, John Lennon, vai visitar a província da Almería para as filmagens de Como Eu Ganhei a Guerra (How I won the war, 1967), de Richard Lester, Antonio fica animado para conhecê-lo.

O professor decide então partir numa viagem para realização de um sonho e no meio do caminho ele dá carona para dois jovens em fuga, que estão procurando um novo sentido na vida: Juanjo (Francesc Colomer), menino mais velho de uma família com seis irmãos, filho de policial, que é ameaçado pelo pai por não querer cortar o cabelo, e Belén (Natalia de Molina), uma garota que engravidou e foi mandada pela família para um convento que abriga jovens durante a gravidez e depois as devolve às famílias, ficando com os bebês, como se nada tivesse acontecido.

Embora as trajetórias de Juanjo e Belém sejam bem interessantes, elas não são aprofundadas, pois o viés é a realização do sonho de Antonio e a ajuda que ele oferece aos dois jovens numa fase crucial de suas vidas. Também não é um filme sobre John Lennon, mas de sua influência nas pessoas.

Título do longa é baseado no trecho da canção Strawberry Fields Forever, dos Beatles. A produção venceu os pêmios de Melhor Filme, Roteiro Original, Diretor, Ator (Javier Cámara) e Atriz (Natalia de Molina) no Goya Awards 2014, o “Oscar” do cinema espanhol e foi o candidato da Espanha ao Oscar 2015 de melhor filme estrangeiro.

Poster de VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados, Espanha, 2013)

Pôster de VIVER É FÁCIL COM OS OLHOS FECHADOS (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados, 2013), de David Trueba

Título: Viver é Fácil Com os Olhos Fechados (Vivir es Fácil con los Ojos Cerrados)

Estreia: 08/10/2015

Gênero: Comédia, Drama

Duração: 108 min.

Origem: Espanha

Direção: David Trueba

Roteiro: David Trueba

Distribuidor: Califórnia Filmes

Classificação: 12 anos

Ano: 2013

 

 

Segue o trailer de Viver é Fácil Com os Olhos Fechados:

Imagem de Amostra do You Tube

NÃO OLHE PARA TRÁS – A REDENÇÃO DE UM ASTRO DE ROCK

Dan Fogelman, roteirista de animação (Carros, Bolt – Supercão, Enrolados) que assina também os excelentes roteiros de Amor a Toda Prova, de John Requa e Glenn Picarra, e Última Viagem a Vegas, de Jon Turteltaub, apresenta outra obra carismática em Não Olhe Para Trás (Danny Collins, 2015), que foi inspirada em uma história real e é embalada por músicas de John Lennon 

Al Pacino e Christopher Plummer em NÃO OLHE PARA TRÁS (Danny Collins, 2015) de Dan Fogelman

Al Pacino e Christopher Plummer em NÃO OLHE PARA TRÁS (2015), de Dan Fogelman

Danny Collins (Al Pacino) é um astro do rock que não vive seus melhores dias, vivendo há mais de 30 anos sem compor uma música sequer, apenas reprisando os seus maiores sucessos e demonstrando estar cansado da rotina de drogas e excessos. Até que no seu aniversário, recebe de presente do seu empresário (Christopher Plummer): uma carta escrita para ele por John Lennon e Yoko Ono, em 1971, e que jamais tinha lido. A mensagem inspiradora o motiva a embarcar em uma jornada para reencontrar o seu filho biológico (Bobby Cannavale), que ele nunca conheceu.

Após cancelamento da agenda de shows, Danny Collins se muda para um hotel em Nova Jersey, decide voltar a compor, abandona as drogas e tenta se reconciliar com o filho. O filme, que tem inspirações de um caso real, encontra uma força da trilha sonora que conta com canções do ex-Beatle John Lennon. Collins flerta o tempo todo com a gerente de hotel Mary Sinclair (Annette Bening). As cenas entre os dois, quando muitas coisas sobre o músico é revelada, são muito bem realizadas. Jennifer Garner também está no competente elenco, fazendo a orgulhosa nora de Collins. Al Pacino está muito bem como protagonista.

Excelente estreia de Dan Fogelman na direção, que já vinha demonstrando ser um excelente roteirista, e aqui conduz um drama com muito bom humor, num filme que tinha tudo para ser clichê, mas que simplesmente funciona ao redimir uma estrela de rock.

Poster de NÃO OLHE PARA TRÁS (Danny Collins, 2015) de Dan Fogelman

Pôster de NÃO OLHE PARA TRÁS (2015), de Dan Fogelman

FICHA TÉCNICA

Não Olhe Para Trás (Danny Collins)

Estreia: 16/04/2015

Gênero: Comédia

Duração: 103 min.

Origem: Estados Unidos

Direção: Dan Fogelman

Roteiro: Dan Fogelman

Distribuidor: Imagem Filmes

Classificação: 14 anos

Ano: 2015

 

Veja o trailer de Não Olhe Para Trás:

Imagem de Amostra do You Tube