SEMANA 12 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Semana bastante interessante, com destaque para o suspense Fragmentado (2016), do nosso querido e controverso M. Night Shyamalan. Há ainda a animação A Tartaruga Vermelha (2016), de Michael Dudok de Wit; a comédia dramática T2 Trainspotting (2017), de Danny Boyle; o drama Era o Hotel Cambridge (2016), de Eliane Caffé; e a aventura Power Rangers (2017), de Dean Israelite. Em pré-estreia, o drama Eu Te Levo (2016), de Marcelo Müller

Cena de FRAGMENTADO (2016), de M. Night Shyamalan

Cena de FRAGMENTADO (2016), de M. Night Shyamalan

Quem é fã de M. Night Shyamalan deve concordar que é muito bom vê-lo novamente ganhando o interesse até daqueles que lhe lançaram pedras. Depois de A Visita (2015), uma produção baratíssima e que foi bem recebida por público e crítica, desta vez ele volta com uma obra um pouco mais ambiciosa, com um astro famoso, James McAvoy, interpretando um psicopata com múltiplas personalidades que sequestra três garotas.  Ter Anya Taylor-Joy, a garota de A Bruxa, o grande filme de horror do ano passado, também ajuda a imprimir força e importância a esse novo trabalho. Além do mais, um filme de Shymalan, além de funcionar como entretenimento, também fornece espaço para reflexão. Desejamos boa sorte a Fragmentado em sua passagem pelo Brasil. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

FRAGMENTADO (Split, EUA, 2016), de M. Night Shyamalan. Com James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Haley Lu Richardson, Betty Buckley, Jessica Sula. 117 min. Universal. 14 anos.

Cena de A TARTARUGA VERMELHA (2016), de Michael Dudok de Wit

Cena de A TARTARUGA VERMELHA (2016), de Michael Dudok de Wit

Uma animação sem qualquer diálogo e que conquistou com sua simplicidade uma plateia exigente, A Tartaruga Vermelha foi um dos indicados ao Oscar de melhor animação. O filme nos apresenta a um náufrago, preso durante muitos anos em uma ilha deserta, junto a pequenos caranguejos, aves e tartarugas gigantes. Acompanhamos as tentativas de fugir da ilha e as imagens de beleza impressionante. O filme é a estreia na direção de longa-metragem do holandês Michael Dudok de Wit, embora ele já tenha uma carreira relativamente longa, dedicada a curtas de animação. Dizem que Father and Daughter (2000), inclusive, é uma obra-prima. Uma beleza que o circuito tenha dado espaço, ainda que limitado, para esse filme, que conta com produção dos estúdios Ghibli. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A TARTARUGA VERMELHA (La Tortue Rouge, França/Bélgica/Japão, 2016), de Michael Dudok de Wit. Animação. 80 min. Sony. Livre.

Cena de T2 TRAINSPOTTING (2017), de Danny Boyle

Cena de T2 TRAINSPOTTING (2017), de Danny Boyle

Mais de 20 depois do marcante e antológico Trainspotting – Sem Limites (1996), o diretor Danny Boyle consegue reunir todo o elenco original para uma sequência que mostra o reencontro dos personagens depois de todo este tempo. O que terá mudado na vida dessas pessoas que se caracterizavam pela vida desregrada e por abusar das drogas e da sorte? No novo filme, Mark Renton (Ewan McGregor) retorna à Escócia e reúne-se com os seus velhos amigos Spud, Sick Boy e Begby depois de tê-los traído. Uma revisão ao primeiro filme seria uma boa antes de entrar de cabeça nessa continuação, que parece ser bem divertida e é livremente baseada no romance Pornô (2002), de Irvine Welsh. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

T2 TRAINSPOTTING (Reino Unido, 2017), de Danny Boyle. Com Ewan McGregor, Ewen Bremner, Jonny Lee Miller, Robert Carlyle, Kelly Macdonald. 117 min. Sony. 16 anos.

Cena de ERA O HOTEL CAMBRIDGE (2016), de Eliane Caffé

Cena de ERA O HOTEL CAMBRIDGE (2016), de Eliane Caffé

Eliane Caffé retoma a parceria com José Dumont, que tão bem brilhou nos dois primeiros trabalhos da diretora, Kenoma (1998) e Narradores de Javé (2003). Em Era o Hotel Cambridge, a diretora nos apresenta a um grupo de refugiados recém-chegados ao Brasil que dividem com um grupo de sem-tetos um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Além da tensão diária que a ameaça de despejo causa, os novos moradores do prédio terão que lidar com seus dramas pessoais e aprender a conviver com pessoas que, apesar de diferentes, enfrentam juntos a vida nas ruas. Assim como em Narradores de Javé, a diretora volta a reunir atores e não-atores agora em um cenário mais urbano e em um momento mais tenso de nossa sociedade. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

ERA O HOTEL CAMBRIDGE (Brasil, 2016), de Eliane Caffé. Com Juliane Arguello, José Dumont, Suely Franco, Mariana Raposo, Gabriel Tonin. 99 min. Vitrine. 12 anos.

Cena de POWER RANGERS (2017), de Dean Israelite

Cena de POWER RANGERS (2017), de Dean Israelite

Dirigido por Dean Israelite, do divertido Projeto Almanaque (2015), o terceiro longa-metragem para cinema dos Power Rangers tem a intenção de recomeçar do zero, com inspiração na primeira temporada dos Mighty Morphin Power Rangers, lá dos anos 1990, que foi quando iniciou a febre dos personagens inspirados (ou copiados?) nos tokusatsus japoneses, mas com personagens ocidentais e adaptações para o modo de vida americano. Na trama de Power Rangers, cinco adolescentes descobrem que o planeta está à beira de sofrer um ataque alienígena. Eles são os únicos capazes de deter a ameaça e salvar o planeta. Andam dizendo por aí que o filme é muito divertido. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

POWER RANGERS (Canadá/EUA, 2017), de Dean Israelite. Com Dacre Montgomery, Naomi Scott, RJ Cyler, Ludi Lin, Becky G. 124 min. Paris. 10 anos.

Pré-estreia

Cena de EU TE LEVO (2016), de Marcelo Müller

Cena de EU TE LEVO (2016), de Marcelo Müller

Primeiro longa-metragem dirigido por Marcelo Müller, roteirista de Infância Clandestina (2011) e O Outro Lado do Paraíso (2014), Eu Te Levo nos apresenta a Rogério, um sujeito calado, que gosta de rock e mora com a mãe no interior de São Paulo. Seu pai morreu há poucos dias e deixou um negócio para administrar. Isso gera no filho uma necessidade de resolver finalmente o que fazer de sua vida. O rapaz precisa declarar uma tardia independência e resgata um sonho de infância: entrar no Corpo de Bombeiros. Müller opta pela fotografia em preto e branco e pelo scope. Deve ter ficado bem bonito. Em pré-estreia na sexta-feira no Cinema do Dragão, com sessão seguida de debate com o realizador.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

EU TE LEVO (Brasil, 2016), de Marcelo Müller. Com Anderson Di Rizzi, Rosi Campos, Giovanni Gallo, Gabriela Palumbo, Guilherme Nasraui. 80 min. Pandora. 12 anos.

Saem de cartaz

A Bailarina
A Grande Muralha
Estrelas Além do Tempo
Fome de Poder
Moana – Um Mar de Aventuras
Silêncio
Toni Erdmann
Versões de um Crime
(com sessões saideira no UCI Iguatemi)

As estreias nacionais desta quinta-feira, 23, que não entram em cartaz em Fortaleza

Imprevistos de uma Noite em Paris
Reset
Todas as Cores da Noite
Travessia

Veja o trailer de Todas as Cores da Noite

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – RESIDENT EVIL dispara na liderança

Resident Evil: O Capítulo Final entrou em cartaz na China e conseguiu um ótimo desempenho no país, assumindo a liderança do ranking internacional e deixando Cinquenta Tons Mais Escuros em segundo lugar. Logo atrás veio Fragmentado, que conseguiu entrar no top cinco e ficar com a terceira colocação após se sair bem em algumas estreias do fim de semana. Assassin’s Creed finalmente entrou em cartaz na China e apenas com as arrecadações do país conseguiu assumir a quarta colocação, conseguindo uma arrecadação quase idêntica a de Fragmentado. A Grande Muralha caiu consideravelmente, mas conseguiu se manter na quinta posição.

Milla Jovovich em cena de RESIDENT EVIL 6: O CAPÍTULO FINAL.

Milla Jovovich em cena de RESIDENT EVIL 6: O CAPÍTULO FINAL.

Resident Evil: O Capítulo Final já tinha saído da tabela dos dez melhores do raking internacional, mas como já era de se esperar, sua estreia na China teve uma ótima recepção do público local que lhe garantiu a primeira colocação nas bilheterias do país. A ação arrecadou US$ 94,3 milhões no país, somando cerca de US$ 97,0 milhões no mercado internacional. Com a renda obtido no último fim de semana, o filme não encontrou dificuldades para assumir a liderança do ranking internacional. Com os resultados obtidos, tornou-se parte da franquia de filmes baseada em vídeo games com melhor desempenho nas bilheterias, já ultrapassando a faixa de US$ 1 bilhão. A renda acumulada pelo filme no mercado internacional era de US$ 212 milhões.

Ryan Gosling e Emma Stone em cena de LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES.

Ryan Gosling e Emma Stone em cena de LA LA LAND: CANTANDO ESTAÇÕES.

Há três semanas em cartaz, Cinquenta Tons Mais Escuros já não consegue mais se sustentar nas bilheterias internacionais. O filme da polêmica franquia arrecadou US$ 19,8 milhões no último fim de semana e conseguiu por sorte ficar com a segunda posição do ranking. A queda foi de quase 60% em relação ao desempenho obtido no seu segundo fim de semana em cartaz. Em cartaz em cerca de 60 localidades, Cinquenta Tons passou acumular cerca de US$ 225 milhões ao término do último fim de semana.

James McAvoy em cena de FRAGMENTADO.

James McAvoy em cena de FRAGMENTADO.

Com um ótimo desempenho em seu primeiro fim de semana na Coréia do Sul, Fragmentado conseguiu voltar ao top cinco ao arrecadar cerca de US$ 6,7 milhões apenas no país. O filme obteve US$ 17,3 milhões nas bilheterias internacionais no último fim de semana e conseguiu, por uma pequena diferença, ficar com a terceira posição do ranking. Na França, obteve US$ 3,6 milhões, o que contribuiu mais ainda para a sua volta ao top cinco. Ao término do período, o valor acumulado era estimado em US$ 90,4 milhões.

Michael Fassbender em cena de ASSASSIN'S CREED.

Michael Fassbender em cena de ASSASSIN’S CREED.

Também aproveitando-se do grande público da China, Assassin’s Creed renasceu das cinzas após arrecadar cerca de US$ 17,2 milhões em sua estreia no país, estando em cartaz apenas neste. Com o resultado, a aventura passou a arrecadar US$ 172 milhões nas bilheterias internacionais ao término do último fim de semana. As estreias restantes já marcadas ocorrem em 3 de março, no Japão, e apenas em 21 de dezembro, na Tunísia.

Cena de A GRANDE MURALHA.

Cena de A GRANDE MURALHA.

Mesmo com diversas estreias no último fim de semana, A Grande Muralha não conseguiu conter uma queda significativa, mas para a surpresa da aventura, conseguiu manter-se na quinta colocação do ranking. A aventura estrelada por Matt Damon arrecadou US$ 14,6 milhões no período, valor cerca de 30% abaixo do obtido anteriormente. Na Ítalia, o filme terminou seu primeiro fim de semana no país na primeira colocação do ranking local, com uma arrecadação de US$ 1,4 milhão. O valor total arrecadado ao término do período no mercado internacional era estimado em US$ 265 milhões.

Confira abaixo a tabela do ranking internacional com os dez melhores.

RINT

Veja abaixo o trailer de Fragmentado.

Imagem de Amostra do You Tube