SEMANA 44 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Até poderíamos dizer que se trata do melhor final de semana do ano para os cinéfilos. Afinal, não é todo dia que um filme como o suspense Mulholland Drive – Cidade dos Sonhos (2001), de David Lynch, entra em cartaz. Ainda por cima, temos coisas interessantes no circuito “normal”. Há o drama Gabriel e a Montanha (2017), de Fellipe Barbosa; o thriller Terra Selvagem (2017), de Taylor Sheridan; o drama O Estado das Coisas (2017), de Mike White; a comédia Dona Flor e Seus Dois Maridos (2017), de Pedro Vasconcelos; o drama Depois Daquela Montanha (2017), de Hany Abu-Assad; a animação Historietas Assombradas – O Filme (2017), de Victor-Hugo Borges; o horror A Noiva (2017), de Svyatoslav Podgaevskiy; e a animação Big Pai, Big Filho (2017), de Jeremy Degruson e Ben Stassen. Em caráter especial, a animação Pokémon – O Filme: Eu Escolho Você! (2017), de Kunihiko Yuyama

Cena de MULHOLLAND DRIVE - CIDADE DOS SONHOS (2001), de David Lynch

Cena de MULHOLLAND DRIVE – CIDADE DOS SONHOS (2001), de David Lynch

E neste ano de 2017, quando o mestre David Lynch retorna com força total com Twin Peaks – O Retorno, eis que uma distribuidora de respeito resolve trazer novamente para os cinemas a versão restaurada deste que é talvez o melhor filme do novo milênio. Cidade dos Sonhos aparece agora com um título um pouco diferente, destacando o original, mas isso não importa. Quem viu em 2002, em película, sabe o quanto é especial e importante ver e rever no cinema. A trama é um tanto confusa, mas é tão hipnotizante, tocante, arrepiante, assustadora, engraçada e dramática que nem interessa muito se você não decifrar algumas chaves que Lynch deixa pelo caminho. Eis uma obra-prima de magia pura. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MULHOLLAND DRIVE – CIDADE DOS SONHOS (Mulholland Dr., França/EUA, 2001), de David Lynch. Com Naomi Watts, Laura Harring, Justin Theroux, Robert Forster, Brent Briscoe. 147 min. Zeta. 14 anos.

Cena de GABRIEL E A MONTANHA (2017), de Fellipe Barbosa

Cena de GABRIEL E A MONTANHA (2017), de Fellipe Barbosa

Fellipe Barbosa é o diretor do ótimo Casa Grande (2014) e o novo filme do cineasta já era bastante esperado. Trata-se de uma obra mais ambiciosa, com coprodução francesa e locações em várias partes do mundo. Na trama oficial, Gabriel Buchmann (João Pedro Zappa) tinha um grande sonho: conhecer a África. Entretanto, mais do que visitar seus pontos turísticos ele desejava conhecer como era o estilo de vida do africano, sem se passar por turista. Desta forma, decide encerrar sua viagem ao mundo justamente no continente, onde se envolve com vários habitantes locais e recebe a visita da namorada, Cristina (Caroline Abras), que mora no Brasil. Prestes a retornar, seu grande objetivo se torna alcançar o topo do monte Mulanje. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

GABRIEL E A MONTANHA (Brasil/França, 2017), de Fellipe Barbosa. Com João Pedro Zappa, Caroline Abras, Alex Alembe, Rashidi Athuman, John Goodluck. Bretz/Pau. 14 anos.

Cena de TERRA SELVAGEM (2017), de Taylor Sheridan

Cena de TERRA SELVAGEM (2017), de Taylor Sheridan

Estreia na direção do roteirista dos ótimos Sicario – Terra de Ninguém (2015) e A Qualquer Custo (2016), Terra Selvagem nos apresenta a Cory (Jeremy Renner), um caçador de coiotes e predadores traumatizado pela morte da filha adolescente. Ele encontra o corpo congelado de uma menina em meio ao nada e decide iniciar uma investigação sobre o crime. Ao lado dele está uma agente novata do FBI (Elizabeth Olsen) que desconhece a região. Pelo que dizem é um suspense pesado que explora não apenas o crime e a investigação, mas também as velhas questões do homem x ambiente e instinto x razão. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar) e UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TERRA SELVAGEM (Wind River, Reino Unido/Canadá/EUA, 2017), de Taylor Sheridan. Com Jeremy Renner, Elizabeth Olsen, Kelsey Asbille, Julia Jones, Graham Greene. 107 min. California. 16 anos.

Cena de O ESTADO DAS COISAS (2017), de Mike White

Cena de O ESTADO DAS COISAS (2017), de Mike White

Desde o emocionante trailer que tenho visto O Estado das Coisas como um filme já bastante simpático, no mínimo. É possível que o trunfo do filme seja a capacidade de se conectar com o público no quesito identificação. Mas é ver para saber de suas qualidades. Na sinopse oficial, Brad (Ben Stiller) possui uma carreira lucrativa e uma vida familiar feliz, mas isso não é o bastante: ele está obcecado em ser o mais bem-sucedido entre os seus ex-colegas de escola. Durante um reencontro com um velho amigo, ele é forçado a ignorar seu sentimento de inferioridade e rever seus conceitos. É claramente um filme para emocionar e ainda deixar uma mensagem para reflexão. Em cartaz no UCI Iguatemi e Cinépolis RioMar (sala VIP).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O ESTADO DAS COISAS (Brad’s Status, EUA, 2017), de Mike White. Com Ben Stiller, Austin Abrams, Jenna Fisher, Michael Sheen, Luke Wilson. 102 min. Imagem. 12 anos.

Cena de DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS (2017), de Pedro Vasconcelos

Cena de DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS (2017), de Pedro Vasconcelos

A expectativa para esta nova versão de Dona Flor e Seus Dois Maridos não é das melhores. Além de vir de um diretor saído de uma telenovela da Rede Globo, todo o caráter mais ousado e sensual da versão de Bruno Barreto, estrelada por Sônia Braga e José Wilker, pode funcionar como uma imensa sombra. Assim, comparações acabarão sendo inevitáveis, por mais que se trate de uma nova adaptação do romance de Jorge Amado e não de um remake. Na trama, Juliana Paes é Flor, uma mulher que perde o marido mulherengo (Marcelo Faria) para a morte. Porém, depois de casada com outro homem (Leandro Hassum), o fantasma do ex aparece nu para lhe fazer companhia e bagunçar um pouco sua vida. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS (Brasil, 2017), de Pedro Vasconcelos. Com Juliana Paes, Leandro Hassum, Marcelo Faria, Nívea Maria, Fabio Lago. 108 min. Downtown/Paris. 14 anos.

Cena de DEPOIS DAQUELA MONTANHA (2017), de Hany Abu-Assad

Cena de DEPOIS DAQUELA MONTANHA (2017), de Hany Abu-Assad

O cineasta palestino Any Abu-Assad, do impressionante Paradise Now (2005), dirige seu segundo filme nos Estados Unidos. O primeiro foi o pouco visto Entrega de Risco (2012). O novo trabalho tem mais chances de conseguir um público mais amplo, até pela presença de Kate Winslet encabeçando o elenco, junto com o ótimo Idris Elba. Na trama, Alex (Winslet), uma jornalista que está indo preparar seu casamento, e Ben (Elba), um médico voltando de uma conferência, iriam pegar o mesmo avião, mas o voo é cancelado e os dois estranhos decidem fretar um jatinho. Durante a viagem o piloto sofre um ataque cardíaco e o avião cai em uma região montanhosa coberta por neve. Os dois tentam sobreviver, feridos e perdidos. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DEPOIS DAQUELA MONTANHA (The Mountain between Us, EUA, 2017), de Hany Abu-Assad. Com Kate Winslet, Idris Elba, Beau Bridges, Dermot Mulroney, Linda Sorensen. 112 min. Fox. 10 anos.

Cena de HISTORIETAS ASSOMBRADAS - O FILME (2017), de Victor-Hugo Borges

Cena de HISTORIETAS ASSOMBRADAS – O FILME (2017), de Victor-Hugo Borges

Sempre bom poder prestigiar uma animação brasileira, independente de suas qualidades. Historietas Assombradas estreia no Dia de Finados e a data não poderia ser melhor escolhida para um filme que brinca com histórias macabras, embora dirigidas ao público infantil. Na trama, Aos 12 anos, Pepe mora com sua avó, uma bruxa-empresária e descobre que é adotado. Ao saber que seus pais estão vivos ele parte em uma aventura para encontrá-los. O menino atrai a atenção de Edmundo, um vilão biomecânico que precisa da energia de crianças para se tornar imortal. Edmundo rapta a avó de Pepe, forçando ele e seus amigos a resgatá-la, enquanto precisam solucionar o desaparecimento do seus pais. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

HISTORIETAS ASSOMBRADAS – O FILME (Brasil, 2017), de Victor-Hugo Borges. Com as vozes originais de Miriam Fischer, Guilherme Briggs, Denis Nielsen, Garcia Júnior. 90 min. Vitrine. Livre.

Cena de A NOIVA (2017), de Svyatoslav Podgayevsky

Cena de A NOIVA (2017), de Svyatoslav Podgayevsky

Outro filme que se aproveita dos dias de Halloween e do feriado do Dia de Finados é o horror russo A Noiva, que não tem recebido as melhores críticas, mas não deixa de ser curioso de ver, inclusive por sua nacionalidade. Difícil vermos em nosso circuito filmes de gênero produzidos na Rússia. Na sinopse oficial, Nastya (Victoria Agalakova) é uma jovem mulher que viaja com seu futuro marido para a casa da família dele. Logo após chegar, ela percebe que a visita pode ter sido um erro terrível. Rodeada por pessoas estranhas, ela passa a ter visões horríveis à medida que a família do seu futuro esposo a prepara para uma tradicional cerimônia de casamento eslava. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A NOIVA (Nevesta, Rússia, 2017), de Svyatoslav Podgaevskiy. Com Victoria Agalakova, Vyacheslav Chepurchenko, Aleksandra Rebenok, Igor Khripunov, Natalia Grinshpun. 95 min. Paris. 14 anos.

Cena de BIG PAI, BIG FILHO (2017), de Jeremy Degruson e Ben Stassen

Cena de BIG PAI, BIG FILHO (2017), de Jeremy Degruson e Ben Stassen

O atual momento oferece espaço para animações de várias partes do mundo, contanto que elas se pareçam um pouco com as produções genéricas americanas. Pode ser o caso deste Big Pai, Big Filho, embora a trama envolvendo autodescoberta pudesse ser um prato cheio para um bom filme. Na sinopse oficial, Adam é um adolescente que sai em uma missão épica e ousada para tentar descobrir um mistério por trás de seu pai, que está sumido há muito tempo. Até que então ele descobre que seu pai não é ninguém mais, ninguém menos do que o lendário Pé Grande. Ele tem se escondido na floresta há anos para proteger a si mesmo e sua família de um inimigo forte. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

BIG PAI, BIG FILHO (The Son of Bigfoot, Bélgica/França, 2017), de Jeremy Degruson e Ben Stassen. Com as vozes originais de Cinda Adams, Bob Barlen, Laila Berzins. 92 min. Imagem. Livre.

Especial

Cena de POKÉMON - O FILME: EU ESCOLHO VOCÊ! (2017), de Kunihiko Yuyama

Cena de POKÉMON – O FILME: EU ESCOLHO VOCÊ! (2017), de Kunihiko Yuyama

O dia 5/11 marca o aniversário de 20 anos do primeiro episódio de Pokémon. E uma distribuidora pequena resolve lançar este longa-metragem em várias salas do país em apenas dois dias (5 e 6/11). Na trama, Ash Ketchum (Sarah Natochenny) acaba de completar 10 anos de idade. Isso significa que ele está pronto para se tornar um treinador de Pokémon. Agora, ele espera receber seu primeiro Pokémon, o Pikachu (Ikue Ôtani), que também será seu melhor amigo. Juntos, eles embarcam em uma jornada repleta de aventuras em busca do lendário Pokémon Ho-Oh. Pode ser uma beleza para quem era fã dessa série nos anos 1990. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

POKÉMON – O FILME: EU ESCOLHO VOCÊ! (Gekijouban Poketto Monsutâ: Kimi ni Kimeta!, Japão, 2017), de Kunihiko Yuyama. Com as vozes originais de Unshô Ishizuka, Rica Matsumoto, Sarah Natochenny. 95 min. Fathom Animation. Livre.

Saem de cartaz

A Menina Índigo
De Volta para Casa
Detroit em Rebelião
Doentes de Amor
Duas de Mim
It – A Coisa
Kingsman – O Círculo Dourado
Mãe!
My Little Pony – O Filme
Na Praia à Noite Sozinha
Pelé – O Nascimento de uma Lenda

As estreias nacionais desta quinta-feira, 2, que não entram em cartaz em Fortaleza

Deserto
Em Busca de Vingança

Veja o trailer de Deserto

Imagem de Amostra do You Tube

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*