SEMANA 33 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Mais uma semana bem diversificada e animadora de estreias. Há os dramas Corpo Elétrico (2017), de Marcelo Caetano, e Afterimage (2016), de Andrzej Wajda; o horror Annabelle 2 – A Criação do Mal (2017), de David F. Sandberg; o drama João, o Maestro (2017), de Mauro Lima; e a animação Uma Família Feliz (2017), de Holger Toppe. Em pré-estreia, o drama O Castelo de Vidro (2017), de Destin Daniel Creton. Em exibição especial, a Mostra de Cinema Nórdico, no Cinema do Dragão

Cena de CORPO ELÉTRICO (2017), de Marcelo Caetano

Cena de CORPO ELÉTRICO (2017), de Marcelo Caetano

Trata-se do primeiro longa-metragem de Marcelo Caetano, que já trabalhou como assistente de direção de cineastas como Kiko Goifman, Hilton Lacerda, Gabriel Mascaro e Anna Muylaert. Logo, ele faz parte dessa nova geração de ótimos realizadores que trazem uma saudável inquietação para a tela e, em consequência, para a audiência. Na trama, Elias (Kelner Macêdo) é o jovem criador de uma fábrica de confecção roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba, e passa seus dias entre o trabalho e os encontros com outros homens. Enquanto reflete sobre as possibilidades de futuro, começa a ficar cada vez mais próximo dos colegas da fábrica, e vê os amigos seguirem caminhos diferentes dos seus. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

CORPO ELÉTRICO (Brasil, 2017), de Marcelo Caetano. Com Kelner Macêdo, Lucas Andrade, Welket Bungué, Ana Flavia Cavalcanti, Ronaldo Serruya. 94 min. Vitrine. Classificação a definir.

Cena de AFTERIMAGE (2016), de Andrzej Wajda

Cena de AFTERIMAGE (2016), de Andrzej Wajda

O último filme da carreira do grande cineasta polonês Andrzej Wajda (1926-2016), diretor de Danton – O Processo da Revolução (1983), ganha espaço em nosso circuito com a estreia do drama biográfico Afterimage. O filme conta a história de Wladyslaw Strzeminski (Boguslaw Linda), um artista de vanguarda polonês que superou todas as dificuldades impostas pelas suas deficiências físicas – ele não possuía uma perna e um braço – e também o ódio, a indiferença e a crueldade dispensados pelas autoridades de seu país para se tornar um dos artistas mais reverenciados do século XX. O filme anterior de Wajda exibido no Brasil foi outra cinebiografia, Walesa (2013), também uma obra biográfica com subtexto político. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

AFTERIMAGE (Powidoki, Polônia, 2016), de Andrzej Wajda. Com Boguslaw Linda, Aleksandra Justa, Bronislawa Zamachowska, Zofia Wichlacz, Krzysztof Pieczynski. 98 min. Imovision. Classificação a definir.

Cena de ANNABELLE 2 - A CRIAÇÃO DO MAL (2017), de David F. Sandberg

Cena de ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL (2017), de David F. Sandberg

Mesmo não tendo críticas tão favoráveis, o primeiro Annabelle (2014), trazendo um personagem nascido de uma subtrama do ótimo Invocação do Mal (2013), conquistou uma bilheteria respeitável. O suficiente para que se pensasse em um filme que contasse a origem da boneca demoníaca. Na trama, anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amedrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL (Annabelle – Creation, EUA, 2017), de David F. Sandberg. Com Stephanie Sigman, Talitha Bateman, Lulu Wilson, Miranda Otto, Anthony LaPaglia. 109 min. Warner. 14 anos.

Cena de JOÃO, O MAESTRO (2017), de Mauro Lima

Cena de JOÃO, O MAESTRO (2017), de Mauro Lima

Interessante ter no mesmo dia do lançamento do filme de Wajda, outra história sobre um músico que lida com a superação de uma deficiência física: João, o Maestro. A trama começa com João Carlos Martins, ainda criança, sendo considerado um prodígio do piano. Aos poucos, sua fama ganha os noticiários e leva o músico à Europa e a outros países da América do Sul. Estabelecido como pianista de sucesso, na fase adulta, sofre um acidente que prejudica o movimento da mão direita. João tenta se restabelecer e, enquanto isso, apresenta-se em concertos usando uma mão só. No entanto, um segundo acidente retira os movimentos da mão esquerda. João reinventa-se mais uma vez, como maestro. Em cartaz no Cine Aldeota e UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

JOÃO, O MAESTRO (Brasil, 2017), de Mauro Lima. Com Caco Ciocler, Alexandre Nero, Ondina Clais, Alinne Moraes, Rodrigo Pandolfo. 116 min. Sony. Classificação a definir.

Cena de UMA FAMÍLIA FELIZ (2017), de Holger Tappe

Cena de UMA FAMÍLIA FELIZ (2017), de Holger Tappe

Uma Família Feliz não é a primeira animação que brinca com monstros clássicos do cinema e da literatura. Outras tantas já surgiram, tanto em filmes quanto em séries. Esta animação alemã nos apresenta a Emma, a mãe da família Wishbone, que está tentando de todas as formas salvar a relação com seus familiares, que não é nada amigável. Já que nenhum deles se dá muito bem e a paz e tranquilidade são quase impossíveis, ela planeja uma noite de diversão fora de casa. Mas a confusão começa quando, inesperadamente, uma bruxa os transforma em monstros. Trata-se de uma bruxa que executou um serviço a pedido de Drácula, o príncipe das trevas. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

UMA FAMÍLIA FELIZ (Happy Family, Alemanha, 2017), de Holger Tappe. Com Emily Watson, Jason Isaacs, Nick Frost, Jessica Brown Findlay, Celia Imrie. 96 min. Paris. Livre.

Pré-estreia

Cena de O CASTELO DE VIDRO (2017), de Destin Daniel Creton

Cena de O CASTELO DE VIDRO (2017), de Destin Daniel Creton

Vendo o trailer, dá pra pensar um pouco na família de Capitão Fantástico, de Matt Ross. Este O Castelo de Vidro é baseado no livro homônimo da jornalista Jeanette Walls, que retrata a infância de escritora, criada com os irmãos no seio de uma família desequilibrada, bastante pobre e nômade. O elenco não deixa de ser um atrativo (impressionante como Brie Larson tem atraído pessoas para seus filmes), mas que dividiu a crítica americana. As melhores críticas elogiam a narrativa fluida, a dificuldade de não gostar do filme, a complexidade de se adaptar a obra, a excelente performance de Woody Harrelson. Em pré-estreia no UCI Iguatemi, na sexta e no sábado.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O CASTELO DE VIDRO (The Glass Castle, EUA, 2017), de Destin Daniel Cretton. Com Brie Larson, Woody Harrelson, Naomi Watts, Ella Anderson, Chandler Head. 127 min. Paris. 14 anos.

Especial

Cena de A HORA DO LINCE (2013), de Søren Kragh-Jacobsen

Cena de A HORA DO LINCE (2013), de Søren Kragh-Jacobsen

A partir desta quinta-feira, 17, o Cinema do Dragão vai exibir 14 produções dos países Dinamarca, Noruega, Finlândia e Suécia, em uma programação totalmente gratuita. O filme que abrirá o evento será o sueco Histórias de Estocolmo (2013), de Karin Fahlén. A mostra tem como objetivo promover a cultura dos países nórdicos e representa uma ótima oportunidade de entrar em contato com algumas obras que muito provavelmente não entrarão em cartaz em nosso circuito. Outros filmes de destaque são A Hora do Lince (2013), de Søren Kragh-Jacobsen, Eu Sou Sua (2013), de Iram Haq, e Marie Krøyer (2012), de Bille August. A programação contará com quatro filmes exibidos por dia.

Veja o trailer de Marie Krøyer

Imagem de Amostra do You Tube

Saem de cartaz

De Canção em Canção
El Mate
Intolerância.doc
Motorrad

Perdidos em Paris
Rifle

As estreias desta quinta-feira, 17, que não entram em cartaz em Fortaleza

El Mate
Intolerância.doc
Lady Macbeth
Mamam a Tort
Motorrad

O Homem Que Matou John Wayne
Viva o Cinema!

Veja o trailer de O Homem Que Matou John Wayne

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 32 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Uma boa variedade de estreias nesta semana de 10 a 16 de agosto. Há o drama O Dia Mais Feliz da Vida de Ollie Mäaki (2016), de Juho Kuosmanen; o suspense O Estranho Que Nós Amamos (2017), de Sofia Coppola; o drama A Viagem de Fanny (2016), de Lola Doillon; a aventura sci-fi Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017), de Luc Besson; a comédia fantástica Malasartes e o Duelo com a Morte (2017), de Pedro Morelli; e a animação O Reino Gelado – Fogo e Gelo (2016), de Aleksey Tsitsilin. Em pré-estreia, o horror Annabelle 2 – A Criação do Mal (2017), de David F. Sandberg.

Cena de O DIA MAIS FELIZ NA VIDA DE OLLIE MÄAK (2016), de Juho Kuosmanen

Cena de O DIA MAIS FELIZ DA VIDA DE OLLIE MÄAK (2016), de Juho Kuosmanen

Sinopse oficial: Olli Mäki (Jarkko Lahti), um boxeador finlandês, luta para sobreviver no difícil e complicado ano de 1962. Ele leva uma vida tranquila e pacata que é virada ao avesso quando, de repente, recebe a chance de sua vida: lutar na final do Campeonato Mundial de Boxe na categoria Peso-Pena. Rapidamente elevado ao status de símbolo nacional, Olli precisará controlar as expectativas da nação para tentar vencer a luta. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O DIA MAIS FELIZ DA VIDA DE OLLI MÄKI (Hymyilevä Mies, Finlândia/Suécia/Alemanha, 2016), de Juho Kuosmanen. Com Jarkko Lahti, Oona Airola, Joanna Haartti, Esko Barquero. 96 min. Zeta. 14 anos.

Cena de O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (2017), de Sofia Coppola

Cena de O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (2017), de Sofia Coppola

Sinopse oficial: Virginia, 1864, três anos após o início da Guerra Civil. John McBurney (Colin Farrell) é um cabo da União que, ferido em combate, é encontrado em um bosque pela jovem Amy (Oona Laurence). Ela o leva para a casa onde mora, um internato de mulheres gerenciado por Martha Farnsworth (Nicole Kidman). Lá, elas decidem cuidá-lo para que, após se recuperar, seja entregue às autoridades. Só que, aos poucos, cada uma delas demonstra interesses e desejos pelo homem da casa, especialmente Edwina (Kirsten Dunst) e Alicia (Elle Fanning). Em cartaz no UCI Iguatemi, Del Paseo e Cinépolis RioMar (sala VIP).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS (The Beguiled, EUA, 2017), de Sofia Coppola. Com Nicole Kidman, Kirsten Dunst, Elle Fanning, Colin Farrell, Oona Laurence.  93 min. Universal. 12 anos.

Cena de A VIAGEM DE FANNY (2016), de Lola Doillon

Cena de A VIAGEM DE FANNY (2016), de Lola Doillon

Sinopse oficial: Fanny (Léonie Souchaud) é uma corajosa menina de apenas 12 anos que está escondida em um lar longe de seus pais. Ela precisa cuidar de suas duas irmãs mais novas. Quando forçada a fugir rapidamente, a menina acaba se tornando líder de um grupo de crianças, que parte em uma missão perigosa pela França ocupada, querendo chegar na fronteira suíça. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar) e Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A VIAGEM DE FANNY (Le Voyage de Fanny, França/Bélgica, 2016), de Lola Doillon. Com Léonie Souchaud, Fantine Harduin, Juliane Lepoureau, Ryan Brodie, Anaïs Meiringer. 94 min. Mares. Livre.

Cena de VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS (2017), de Luc Besson

Cena de VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS (2017), de Luc Besson

Século XXVIII. Valérian (Dane DeHaan) é um agente viajante do tempo e do espaço que luta ao lado da parceira Laureline (Cara Delevingne), por quem é apaixonado, em defesa da Terra e seus planetas aliados, continuamente atacados por bandidos intergaláticos. Quando chegam no planeta Alpha, eles precisarão acabar com uma operação comandada por grandes forças que deseja destruir os sonhos e as vidas dos dezessete milhões de habitantes do planeta. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS (Valerian and the City of a Thousand Planets, França, 2017), de Luc Besson. Com Dane DeHaan, Cara Delevingne, Clive Owen, Rihanna, Ethan Hawke. 137 min. Diamond. 12 anos.

Cena de MALASARTES E O DUELO COM A MORTE (2017), de Pedro Morelli

Cena de MALASARTES E O DUELO COM A MORTE (2017), de Pedro Morelli

Sinopse oficial: Pedro Malasartes (Jesuíta Barbosa) é um malandro que, por mais que seja apaixonado por Áurea (Ísis Valverde), não resiste a um rabo de saia. Devendo muito dinheiro a Próspero (Milhem Cortaz), irmão de sua amada, Malasartes precisa escapar dele ao mesmo tempo em que prega peças, sempre usando a inteligência, de forma a conseguir alguns trocados. Só que seu padrinho, a Morte (Julio Andrade) em pessoa, tem outros planos para ele. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MALASARTES E O DUELO COM A MORTE (Brasil, 2017), de Paulo Morelli. Com Jesuíta Barbosa, Júlio Andrade, Isis Valverde, Milhem Cortaz, Leandro Hassum. 118 min. Paris. 10 anos.

Cena de O REINO GELADO - FOGO E GELO (2016), de Aleksey Tsitsilin

Cena de O REINO GELADO – FOGO E GELO (2016), de Aleksey Tsitsilin

Sinopse oficial: O raro talento de se meter em problemas é o legado da família de Kai e Gerda. O que mais você poderia esperar de quem foi criado em montanhas nevadas por trolls? Crescidos, os irmãos se metem em um desastre de proporções globais, tudo para encontrar seus pais que estão desaparecidos após serem levados pelo Vento do Norte. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O REINO GELADO – FOGO E GELO (Snezhnaya Koroleva 3. Ogon i Led, Rússia, 2016), de Aleksey Tsitsilin. Com as vozes originais de Graham Halstead, Garik Kharlamov, Ivan Okhlobystin. 80 min. California. Livre.

Pré-estreia

Cena de ANNABELLE 2 - A CRIAÇÃO DO MAL (2017), de David F. Sandberg

Cena de ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL (2017), de David F. Sandberg

Sinopse oficial: Anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amendrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão. Em pré-estreia na virada de quarta para quinta-feira, dia 16, nos cinemas do grupo Cinépolis.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL (Annabelle – Creation, EUA, 2017), de David F. Sandberg. Com Stephanie Sigman, Talitha Bateman, Lulu Wilson, Miranda Otto, Anthony LaPaglia. 109 min. Warner. 14 anos.

Saem de cartaz

Monsieur & Madame Adelman
Tal Mãe, Tal Filha

A estreia nacional desta quinta-feira, 10, que não entra em cartaz em Fortaleza

Diário de um Banana – Caindo na Estrada

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 31 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

As estreias desta semana incluem o drama O Filme da Minha Vida (2017), de Selton Mello; a aventura dramática Planeta dos Macacos – A Guerra (2017), de Matt Reeves; e o drama Rifle (2016), de Davi Pretto. Haverá a exibição especial do drama Corpo Elétrico (2017), de Marcelo Caetano. São apenas três estreias no circuito, mas filmes para ver não faltarão, pois, a partir de sábado, 5, começa a edição deste ano do Cine Ceará. Confira a programação no site oficial do festival

Cena de O FILME DA MINHA VIDA (2017), de Selton Mello

Cena de O FILME DA MINHA VIDA (2017), de Selton Mello

O terceiro filme dirigido por Selton Mello é sobre a dificuldade de crescer e lidar com a ausência de algo ou alguém. A produção é admirável, com uma fotografia linda de Walter Carvalho, uma atenção especial com o desenho de som e algumas canções matadoras. O Filme da Minha Vida também tem o mérito de transbordar vontade de viver por todos os poros. Mesmo que viver seja algo muito doloroso, diante das ausências sentidas. Há a principal delas, que é a ausência do pai de Tony (Johnny Massaro, ótima revelação). O pai do rapaz, vivido por Vincent Cassel, aparece principalmente nas memórias da infância do garoto, antes de desaparecer sem maiores explicações. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O FILME DA MINHA VIDA (Brasil, 2017), de Selton Mello. Com Johnny Massaro, Selton Mello, Bruna Linzmeyer, Vincent Cassel, Bia Arantes. 112 min. Vitrine. 14 anos.

Cena de PLANETA DOS MACACOS - A GUERRA (2017), de Matt Reeves

Cena de PLANETA DOS MACACOS – A GUERRA (2017), de Matt Reeves

O sucesso de Planeta dos Macacos – A Origem (2011) e principalmente do ótimo Planeta dos Macacos – O Confronto (2014) nos trouxe a este inevitável terceiro filme. O modo como são vistos de maneira tão realista os símios é de tirar o chapéu. Sem falar no tom muito sombrio em mais uma história protagonizada pelo grande líder César (Andy Serkis). Na trama, César e seu grupo são forçados a entrar em uma guerra contra um exército de soldados liderados por um impiedoso coronel. Depois que vários macacos perdem suas vidas no conflito, César luta contra seus instintos e parte em busca de vingança. Dessa jornada, o futuro do planeta poderá estar em jogo. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PLANETA DOS MACACOS – A GUERRA (War for the Planet of the Apes, EUA/Canadá/Nova Zelândia, 2017), de Matt Reeves. Com Andy Serkis, Woody Harrelson, Steve Zahn, Karin Konoval, Amia Miller. 140 min. Fox. 14 anos.

Cena de RIFLE (2016), de Davi Pretto

Cena de RIFLE (2016), de Davi Pretto

Só por seu brilhante retrato de um artista complexo em Castanha (2014), Davi Pretto já mereceria mais atenção. Infelizmente é ainda um realizador que poucos têm acompanhado a evolução. Ao menos os filmes estão chegando aos cinemas. Na trama de Rifle, Dione (Dione Ávila de Oliveira) é um jovem com hábitos estranhos, que vive isolado com sua família em uma região rural e remota. Mas toda a tranquilidade do local é abalada quando um rico proprietário tenta comprar a pequena propriedade onde ele e sua família vivem. O jovem então começa a carregar sempre um rifle, de forma a defender seu território. Dizem que é um filme que causa mal estar, mas é de propósito isso. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

RIFLE (Brasil/Alemanha, 2016), de Davi Pretto. Com Dione Avila de Oliveira, Evaristo Pimentel Goularte, Francisco Fabrício Dutra dos Santos, Sofia Ferreira, Andressa Nogueira Goularte. 88 min. Vitrine. Classificação a definir.

Especial

Cena de CORPO ELÉTRICO (2017), de Marcelo Caetano

Cena de CORPO ELÉTRICO (2017), de Marcelo Caetano

Selecionado para o Festival de Roterdã e vencedor do Festival de Guadalajara, Corpo Elétrico terá sessão especial organizada pela Aceccine – Associação Cearense dos Críticos de Cinema, com entrada franca. É a chance de ver em primeira mão um trabalho que vem ganhando elogios por onde passa. Na trama, Elias (Kelner Macêdo) é um jovem criador de uma fábrica de confecção de roupas no centro de São Paulo. Ele mantém pouco contato com a família na Paraíba, e passa seus dias entre o trabalho e os encontros com outros homens. Enquanto reflete sobre as possibilidades de futuro, começa a ficar cada vez mais próximo dos colegas da fábrica, e vê os amigos seguirem caminhos diferentes dos seus. Em exibição especial no Cinema do Dragão, no sábado, 5, às 14h30.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

CORPO ELÉTRICO (Brasil, 2017), de Marcelo Caetano. Com Kelner Macêdo, Lucas Andrade, Welket Bungué, Ana Flavia Cavalcanti, Ronaldo Serruya. 94 min. Vitrine. Classificação a definir.

Saem de cartaz

Como Se Tornar um Conquistador
Divinas Divas
O Futuro Perfeito
Os Pobres Diabos

As estreias desta quinta-feira, 3, que não entram em cartaz em Fortaleza

Eva Não Dorme
O Reino da Beleza
Os Meninos Que Enganavam Nazistas
Saint Amour – Na Rota do Vinho

Veja o trailer de O Reino da Beleza

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 30 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

O cenário das estreias, nesta última semana de julho e início de agosto, já começa a apontar para uma melhor variedade de opções. Temos o drama de guerra Dunkirk (2017), de Christopher Nolan; o thriller de ação Em Ritmo de Fuga (2017), de Edgar Wright; as comédias Perdidos em Paris (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon, e Tal Mãe, Tal Filha (2017), de Noémie Saglio; o drama O Reencontro (2017), de Martin Provost; a comédia Como Se Tornar um Conquistador (2017), de Ken Marino; e o horror 7 Desejos (2017), de John R. Leonetti. Destaque também para a Mostra de Cinema Chileno, que antecipa o Cine Ceará 2017, e que começa no dia 1º de agosto. A programação pode ser vista AQUI

Cena de DUNKIRK (2017), de Christopher Nolan

Cena de DUNKIRK (2017), de Christopher Nolan

Depois de muita expectativa, finalmente entra em cartaz o filme de guerra de Christopher Nolan com cerca de 70% de sua metragem rodada com câmeras IMAX. Por isso a importância de experienciá-lo em IMAX. A ideia é de colocar o espectador dentro da situação perturbadora da guerra. A trama de Dunkirk fala da chamada Operação Dínamo, mais conhecida como a Evacuação de Dunquerque, quando soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França foram rodeados pelo exército alemão e deveriam ser evacuados durante uma feroz batalha, no início da Segunda Guerra Mundial. Apesar de ambicioso, é um dos filmes de Nolan com menor metragem. Em cartaz em grande circuito, inclusive na sala IMAX.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DUNKIRK (Reino Unido/Holanda/França/EUA, 2017), de Christopher Nolan. Com Fionn Whitehead, Tom Hardy, Aneurin Bernard, Lee Armstrong, Mark Rylance. 106 min. Warner. 14 anos.

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

Um dos melhores títulos do ano entra em cartaz nesta semana: o delicioso Em Ritmo de Fuga, de Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o Mundo, 2010), que pode representar uma virada na carreira do diretor. Na trama, o jovem Baby (Ansel Elgort) precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos devido a um acidente em sua infância. O rapaz revela-se um motorista excelente e trabalha para uma gangue de criminosos. Trata-se de uma obra que brinca com os gêneros ação, filme de assalto e musical, com uma pitada de comédia, como já se espera nos trabalhos de Wright. É um filme que traz inúmeras sequências empolgantes e rejuvenescedoras. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

EM RITMO DE FUGA (Baby Driver, Reino Unido/EUA, 2017), de Edgar Wright. Com Ansel Elgort, Jon Bernthal, Jon Hamm, Eliza González, Lily James. 112 min. Sony. 14 anos.

Cena de PERDIDOS EM PARIS (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon

Cena de PERDIDOS EM PARIS (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon

Eis a chance de um público maior conhecer o divertidíssimo trabalho da dupla Fiona Gordon e Dominique Abel. Em Perdidos em Paris, os dois interpretam os papéis principais e estão brilhantes. Ela é uma bibliotecária canadense que recebe uma carta misteriosa de Martha (Emmanuelle Riva), uma tia distante. Na carta, ela pede que a sobrinha viaje imediatamente a Paris, para evitar que seja internada em um asilo. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até a cidade e começa a buscar sua parente distante. O filme, além de muito engraçado, tem um visual encantador, com um belíssimo trabalho de direção de arte. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PERDIDOS EM PARIS (Paris Pieds Nus, França/Bélgica, 2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon. Com Dominique Abel, Fiona Gordon, Emmanuelle Riva, Pierre Richard, Céline Laurentie. 83 min. Pandora. 12 anos.

Cena de TAL MÃE, TAL FILHA (2017), de Noémie Saglio

Cena de TAL MÃE, TAL FILHA (2017), de Noémie Saglio

Outro filme da safra Varilux 2017, Tal Mãe, Tal Filha nos apresenta a Avril (Camille Cottin), uma mulher de 30 anos, bem-sucedida com sua vida e carreira, que é completamente o oposto de sua mãe, Mado (Juliette Binoche), que é super dependente e mora com a filha desde que se divorciou. (Aliás, interessante essa inversão de situações, não é?) A relação das duas, que nunca foi das melhores, fica ainda mais complicada quando, por um azar do destino, mãe e filha ficam grávidas ao mesmo tempo.  É, provavelmente, uma comédia que deve muito de sua força à presença de Juliette Binoche, tanto que foi o filme escolhido para ser a imagem do evento. O filme dividiu críticas. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TAL MÃE, TAL FILHA (Telle Mère, Telle Fille, França, 2017), de Noémie Saglio. Com Juliette Binoche, Camille Cottin, Lambert Wilson, Catherine Jacob, Jean-Luc Bideau. 94 min. California. 14 anos.

Cena de O REENCONTRO (2017), de Martin Provost

Cena de O REENCONTRO (2017), de Martin Provost

Completando a trinca de filmes franceses que passaram no Festival Varilux a entrar em cartaz na cidade nesta semana temos O Reencontro. Na trama, Claire (Catherine Frot) exerce sua profissão de parteira com muita paixão. Mas, já preocupada com a sua maternidade, ela vê sua vida virada de cabeça para baixo pelo retorno de Beatrice (Catherine Deneuve), a extravagante ex-mulher de seu falecido pai. O novo filme de Martin Provost (Violette, 2013) tem sido elogiado principalmente pelo carisma de suas duas atrizes, mas sabemos também da habilidade dos franceses em construir trabalhos que sabem lidar tanto com a comédia quanto com o drama, resultando em boas obras agridoces. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O REENCONTRO (Sage Femme, França, 2017), de Martin Provost. Com Catherine Deneuve, Catherine Frot, Olivier Gourmet, Quentin Dolmaire, Mylène Demongeot. 117 min. Mares. Classificação a definir.

Cena de COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (2017), de Ken Marino

Cena de COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (2017), de Ken Marino

Primeiro filme para cinema de Ken Marino, ator e diretor especializado em produções televisivas, Como Se Tornar um Conquistador parece uma comédia grosseira e que não acrescenta muito ao espectador, mas vai que é melhor do que o esperado, não é? Em tempos de vacas magras em quantidade de filmes para o cinema, uma comédia razoável até que é bem-vinda. Na trama, um homem mulherengo (o mexicano Eugenio Derbez) é despejado pela namorada rica e se vê forçado a voltar a morar com a distante irmã (Salma Hayek) e seu jovem filho, que aparentemente é problemático. Pode render boas risadas a partir das situações do tio com o sobrinho. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (How to Be a Latin Lover, EUA, 2017), de Ken Marino. Com Eugenio Derbez, Salma Hayek, Rob Lowe, Kristen Bell, Michael Cera. 115 min. Paris. 12 anos.

Cena de 7 DESEJOS (2017), de John R. Leonetti

Cena de 7 DESEJOS (2017), de John R. Leonetti

Do mesmo diretor de Annabelle, 7 Desejos mostra uma adolescente chamada Claire (Joey King) que descobre uma caixa mágica, que lhe concede sete desejos. Ela acaba fazendo apenas desejos pessoais e coisas ruins começam a acontecer. Com isso, ela descobre que dentro da caixa vive uma entidade maligna, que pode estar causando esses acontecimentos terríveis. A jovem atriz protagonista já está em seu quarto filme de horror. Esteve em Invocação do Mal, de James Wan, inclusive. 7 Desejos não traz novidades ao gênero, nem consegue lidar bem com a atmosfera e nem mesmo com os sustos. A trama lembra um pouco, mas só um pouco, o ótimo A Caixa, de Richard Kelly. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

7 DESEJOS (Wish Upon, EUA, 2017), de John R. Leonetti. Com Joey King, Ryan Phillippe, Ki Hong Lee, Mitchell Slaggert, Sherilyn Fenn. 90 min. Imagem. 14 anos.

Saem de cartaz

A Múmia
A Vida de uma Mulher
Frantz

As estreias desta quinta-feira, 27, que não entram em cartaz em Fortaleza

Esteros
Love Film Festival

Veja o trailer de Love Film Festival

SEMANA 29 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Ainda no ritmo lento de julho, mas já aquecendo um pouco, temos algumas opções boas, a começar pelos dramas De Canção em Canção (2017), de Terrence Malick, e Monsieur & Madame Adelman (2017), de Nicolas Bedos. As outras estreias são mais dirigidas ao público jovem: a comédia Detetives do Prédio Azul (D.P.A.) – O Filme (2017), de André Pellentz, e a aventura Transformers – O Último Cavaleiro (2017), de Michael Bay. Em pré-estreia: o thriller de ação Em Ritmo de Fuga (2017), de Edgar Wright; o horror 7 Desejos (2017), de John R. Leonetti; e a comédia Como Se Tornar um Conquistador (2017), de Ken Marino

Ryan Gosling e Rooney Mara em DE CANÇÃO A CANÇÃO (2017), de Terrence Malick

Ryan Gosling e Rooney Mara em DE CANÇÃO EM CANÇÃO (2017), de Terrence Malick

Na sinopse do novo filme de Terrence Malick temos: “Em Austin, Texas, dois casais – os compositores Faye (Rooney Mara) e BV (Ryan Gosling), e o magnata da música (Michael Fassbender) com uma garçonete que ele ilude (Natalie Portman) – perseguem o sucesso através de uma paisagem de rock ‘n’ roll, sedução e traição.” Porém, pela experiência com os filmes de Malick, sabemos que as histórias acabam ficando em segundo plano em seus filmes. O que mais importa é a atmosfera, a força das imagens, dos seus belos travellings, do transcendentalismo. De Canção em Canção tem um atrativo grande pelo elenco, mas também pela música, o que pode agradar a um público maior do que geralmente ocorre com os filmes do diretor. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DE CANÇÃO EM CANÇÃO (Song to Song, EUA, 2017), de Terrence Malick. Com Ryan Gosling, Rooney Mara, Michael Fassbender, Natalie Portman, Cate Blanchett. 129 min. Supo Mungam. 12 anos.

Cena de MONSIEUR & MADAME ADELMAN (2017), de Nicolas Beldos

Cena de MONSIEUR & MADAME ADELMAN (2017), de Nicolas Beldos

Estreia na direção do ator Nicolas Bedos (que aparece como um dos protagonistas também), Monsieur & Madame Adelman trata da história de um casal que conseguiu ficar junto durante 45 anos, mesmo passando por altos e baixos no amor, por situações de traições, desentendimentos e segredos. Pouco visto até o momento e lançado em um circuito bem limitado, o filme tem recebido críticas mistas. As positivas destacam as cenas belas de declarações de amor, o tom ácido e romanesco, a possibilidade de levantar polêmicas sobre a questão dos afetos entre um casal que passa por situações não muito fáceis em um período em que as pessoas se afastam mais facilmente do outro. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MONSIEUR & MADAME ADELMAN (França/Bélgica, 2017), de Nicolas Bedos. Com Doria Tillier, Nicolas Bedos, Denis Podaydès, Antoine Gouy, Christiane Millet. 120 min. Imovision. Classificação a definir.

Cena de DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) - O FILME (2017), de André Pellenz

Cena de DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) – O FILME (2017), de André Pellenz

A série de televisão Detetives do Prédio Azul (2012-2016) foi a primeira produção original do canal por assinatura Gloob, destinado ao público infantil. Com uma audiência bem positiva, chegou a hora de essa turma voar mais alto, com um longa-metragem para cinema, que pode introduzir o universo a um novo público. Na trama do filme, os Detetives do Prédio Azul são confrontados com o maior caso de suas vidas: salvar o próprio edifício da destruição. Pippo (Pedro Henrique Motta), Sol (Letícia Braga) e Bento (Anderson Lima) se infiltram na festa de Dona Leocádia (Tamara Taxman), a terrível síndica que é, literalmente, uma bruxa para resolver o caso. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) – O FILME (Brasil, 2017), de André Pellenz. Com Letícia Braga, Anderson Lima, Pedro Henriques Motta, Tamara Taxman, Ronaldo Reis. 90 min. Paris. Livre.

Cena de TRANSFORMERS - O ÚLTIMO CAVALEIRO (2017), de Michael Bay

Cena de TRANSFORMERS – O ÚLTIMO CAVALEIRO (2017), de Michael Bay

Com uma bilheteria gigantesca que teve na China e em vários outros países com Transformers – A Era da Extinção (2014), o novo Transformers – O Último Cavaleiro tem tudo para repetir o feito, mesmo sendo odiado por muitos. Afinal, não é todo mundo que aguenta quase três horas de robôs se degladiando com o volume no máximo e uma câmera que não para nunca, marca do nosso querido Michael Bay. No novo filme, o gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TRANSFORMERS – O ÚLTIMO CAVALEIRO (Transformers – The Last Knight, EUA, 2017), de Michael Bay. Com Mark Wahlberg, Anthony Hopkins, Josh Duhamel, Laura Haddock, Santiago Cabrera. 149 min. Paramount. 12 anos.

Pré-estreias

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

A estreia oficial está marcada para o dia 27, mas já começaram as pré-estreias desde a semana passada, até para que funcione como um termômetro para o potencial de bilheteria de Em Ritmo de Fuga no Brasil. O novo trabalho de Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o Mundo, 2010), pelo trailer, já é bastante animador. Na trama, temos o jovem Baby (Ansel Elgort), que tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Mesmo assim, o rapaz revela-se uma motorista excelente, e começa a trabalhar para uma gangue de criminosos. Quando um assalto a banco não sai como planejado, ele cai na estrada em fuga. Em pré-estreia em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

EM RITMO DE FUGA (Baby Driver, Reino Unido/EUA, 2017), de Edgar Wright. Com Ansel Elgort, Jon Bernthal, Jon Hamm, Eliza González, Lily James. 112 min. Sony. 14 anos.

Cena de 7 DESEJOS (2017), de John R. Leonetti

Cena de 7 DESEJOS (2017), de John R. Leonetti

Do mesmo diretor de Annabelle, 7 Desejos mostra uma adolescente chamada Claire (Joey King) que descobre uma caixa mágica, que lhe concede sete desejos. Ela acaba fazendo apenas desejos pessoais e coisas ruins começam a acontecer. Com isso, ela descobre que dentro da caixa vive uma entidade maligna, que pode estar causando esses acontecimentos terríveis. A jovem atriz protagonista já está em seu quarto filme de horror. Esteve em Invocação do Mal, de James Wan, inclusive. 7 Desejos não deve trazer novidades ao gênero, mas parece lidar bem com a atmosfera e os sustos. A trama lembra um pouco, mas só um pouco, o ótimo A Caixa, de Ricahrd Kelly. Em pré-estreia no UCI Iguatemi, UCI Parangaba e Via Sul.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

7 DESEJOS (Wish Upon, EUA, 2017), de John R. Leonetti. Com Joey King, Ryan Phillippe, Ki Hong Lee, Mitchell Slaggert, Sherilyn Fenn. 90 min. Imagem. 14 anos.

Cena de COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (2017), de Ken Marino

Cena de COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (2017), de Ken Marino

Primeiro filme para cinema de Ken Marino, ator e diretor especializado em produções televisivas, Como Se Tornar um Conquistador parece uma comédia grosseira e que não acrescenta muito ao espectador, mas vai que é melhor do que o esperado, não é? Em tempos de vacas magras em quantidade de filmes para o cinema, uma comédia razoável até que é bem-vinda. Na trama, um homem mulherengo (o mexicano Eugenio Derbez) é despejado pela namorada rica e se vê forçado a voltar a morar com a distante irmã (Salma Hayek) e seu jovem filho, que aparentemente é problemático. Pode render boas risadas a partir das situações do tio com o sobrinho. Em pré-estreia no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

COMO SE TORNAR UM CONQUISTADOR (How to Be a Latin Lover, EUA, 2017), de Ken Marino. Com Eugenio Derbez, Salma Hayek, Rob Lowe, Kristen Bell, Michael Cera. 115 min. Paris. 12 anos.

Saem de cartaz

Meus 15 Anos
O Círculo

A estreia desta quinta-feira, 20, que não entra em cartaz em Fortaleza

Tão Mãe, Tal Filha

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 28 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Em mais uma semana de poucos lançamentos, o circuito alternativo segue salvando a lavoura. Entre as melhores opções temos os dramas O Futuro Perfeito (2016), de Nele Wohlatz, e A Vida de uma Mulher (2016), de Stéphane Brizé. Completam as estreias a animação Carros 3 (2017), de Brian Fee. Em pré-estreia, o thriller de ação Em Ritmo de Fuga (2017), de Edgar Wright; a aventura infantil Os Detetives do Prédio Azul (D.P.A.) – O Filme (2017), de André Pellentz, e a aventura Transformers – O Último Cavaleiro (2017), de Michael Bay. Nadando contra a maré, temos a exibição especial do drama Um Homem Sentado no Corredor (2017), de Felipe André Silva

Cena de FUTURO PERFEITO (2016), de Nele Wohlatz

Cena de FUTURO PERFEITO (2016), de Nele Wohlatz

Dirigido pela diretora alemã radicada na Argentina Nele Wohlatz, O Futuro Perfeito parece um corpo estranho até mesmo dentro do atual cenário do circuito alternativo. Até porque quando vemos um filme argentino não esperamos que ele seja protagonizado por uma chinesa e falado em mandarim boa parte do tempo. Mas isso é muito saudável e as poucas críticas que pintaram até o momento são animadoras. Na trama, uma jovem chinesa de 17 anos está perdida em um mundo novo, a Argentina. Sem falar nenhuma palavra de espanhol, ela busca um rumo para seu futuro. Poucos dias depois de sua chegada, novos caminhos já vinham sendo traçados: ela já tinha um novo nome, Beatriz, e um emprego em um supermercado chinês. Ao se matricular em uma escola de línguas, a jovem vai aos poucos aprendendo novas palavras, ao mesmo tempo em que seu futuro é delineado. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O FUTURO PERFEITO (El Futuro Perfecto, Argentina, 2016), de Nele Wohlatz. Com Xiobin Zhang, Saroj Kumar Malik, Mian Jiang, Nahuel Pérez Biscayart. 65 min. Zeta. Classificação a definir.

Cena de A VIDA DE UMA MULHER (2016), de Stéphane Brizé

Cena de A VIDA DE UMA MULHER (2016), de Stéphane Brizé

Diretor dos elogiados, mas infelizmente pouco vistos Uma Primavera com Minha Mãe (2012) e O Valor de um Homem (2015), A Vida de uma Mulher teve exibição discreta na mais recente edição do Festival Varilux de Cinema Francês. Merece mais atenção agora, com sua estreia. Na trama oficial, Jeanne (Judith Chemla) volta para casa após completar os estudos e passa a ajudar os zelosos pais nas tarefas do campo. Certo dia o visconde Julien de Lamare (Swann Arlaud) aparece nas redondezas e logo conquista o coração da jovem, que, encantada, com ele se casa e vai morar. Conforme o tempo avança Julien se mostra infiel, avarento e nada companheiro, o que vai minando a alegria de viver da antes esperançosa Jeanne. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A VIDA DE UMA MULHER (Une Vie, França/Bélgica, 2016), de Stéphane Brizé. Com Judith Chemla, Jean-Pierre Darroussin, Yoland Moreau, Swann Arlaud, Nina Meurisse. 119 min. Mares. Classificação a definir.

Cena de CARROS 3 (2017), de Brian Fee

Cena de CARROS 3 (2017), de Brian Fee

Carros (2006) e Carros 2 (2011) costumam ser vistos como os patinhos feios da Pixar. Então, por que chegamos a um Carros 3? Provavelmente porque esses filmes ainda faturaram bastante, ainda mais porque são um prato cheio para a venda de carrinhos de brinquedo. O novo filme, pelo trailer, parece ser mais moderno. Na trama, o campeão Relâmpago McQueen acelerou demais e acabou perdendo o controle. Agora, após ter capotado várias vezes e quase ter partido dessa para melhor, o vermelhinho vai ter sua vida alterada para sempre. O acidente foi tão grave que, com os estragos, McQueen pode ter que se aposentar de vez. Para a direção deste terceiro Carros foi chamado um artista de storyboard dos dois primeiros filmes, Brian Fee. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

CARROS 3 (Cars 3, EUA, 2017), de Brian Fee. Com as vozes originais de Owen Wilson, Cristela Alonzo, Chris Cooper, Nathan Fillion. 102 min. Disney. Livre.

Pré-estreias

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

Cena de EM RITMO DE FUGA (2017), de Edgar Wright

A estreia oficial está marcada para o dia 27, mas já começarão as pré-estreias nesta semana, até para que funcione como um termômetro para o potencial de bilheteria de Em Ritmo de Fuga no Brasil. O novo trabalho de Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o Mundo, 2010), pelo trailer, já é bastante animador. Na trama, temos o jovem Baby (Ansel Elgort), que tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Mesmo assim, o rapaz revela-se uma motorista excelente, e começa a trabalhar para uma gangue de criminosos. Quando um assalto a banco não sai como planejado, ele cai na estrada em fuga. Em pré-estreia em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

EM RITMO DE FUGA (Baby Driver, Reino Unido/EUA, 2017), de Edgar Wright. Com Ansel Elgort, Jon Bernthal, Jon Hamm, Eliza González, Lily James. 112 min. Sony. 14 anos.

Cena de DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) - O FILME (2017), de André Pellenz

Cena de DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) – O FILME (2017), de André Pellenz

A série de televisão Detetives do Prédio Azul (2012-2016) foi a primeira produção original do canal por assinatura Gloob, destinado ao público infantil. Com uma audiência bem positiva, chegou a hora de o especial voar mais alto, com um longa-metragem para cinema, que pode introduzir esse universo a um novo público. Na trama do filme, os Detetives do Prédio Azul são confrontados com o maior caso de suas vidas: salvar o próprio edifício da destruição. Pippo (Pedro Henrique Motta), Sol (Letícia Braga) e Bento (Anderson Lima) se infiltram na festa de Dona Leocádia (Tamara Taxman), a terrível síndica que é, literalmente, uma bruxa para resolver o caso. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DETETIVES DO PRÉDIO AZUL (D.P.A.) – O FILME (Brasil, 2017), de André Pellenz. Com Letícia Braga, Anderson Lima, Pedro Henriques Motta, Tamara Taxman, Ronaldo Reis. 90 min. Paris. Livre.

Cena de TRANSFORMERS - O ÚLTIMO CAVALEIRO (2017), de Michael Bay

Cena de TRANSFORMERS – O ÚLTIMO CAVALEIRO (2017), de Michael Bay

Com uma bilheteria gigantesca que teve na China e em vários outros países com Transformers – A Era da Extinção (2014), o novo Transformers – O Último Cavaleiro tem tudo para repetir o feito, mesmo sendo odiado por muitos. Afinal, não é todo mundo que aguenta quase três horas de robôs se degladiando com o volume no máximo e uma câmera que não para nunca, marca do nosso querido Michael Bay. No novo filme, o gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade. Em pré-estreia na quarta-feira, 19, em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TRANSFORMERS – O ÚLTIMO CAVALEIRO (Transformers – The Last Knight, EUA, 2017), de Michael Bay. Com Mark Wahlberg, Anthony Hopkins, Josh Duhamel, Laura Haddock, Santiago Cabrera. 149 min. Paramount. 12 anos.

Especial

Cena de O HOMEM SENTADO NO CORREDOR (2017), de Felipe André Silva

Cena de O HOMEM SENTADO NO CORREDOR (2017), de Felipe André Silva

O Cine Rebuceteio, cineclube que tem como proposta trazer filmes brasileiros em nosso circuito que não chegaram em nossa cidade ainda, traz o pernambucano Um Homem Sentado no Corredor. Na trama, Marina (Marília Souto) é uma atriz em busca de um espaço e reconhecimento nesse ambiente pouco favorável, Samuel (Pedro Toscano) é o diretor de grupo de teatro que tenta equilibrar o trabalho e a vida pessoal, ao se relacionar com um de seus atores, e Arthur (George Andrade) é um adolescente solitário que vive conflitos com sua vida sexual. O diretor, Felipe André Silva, é o mesmo de Santa Monica (2015), que teve uma exibição única numa das mostras expectativas do Cinema do Dragão. Em exibição no Cinema do Dragão, na segunda-feira, 17.

Veja o teaser

Imagem de Amostra do You Tube

UM HOMEM SENTADO NO CORREDOR (Brasil, 2017), de Felipe André Silva. Com Dayanne Barros, Raíza Cardoso, Yuri Lins, Julie Maria, Arthur Marinho. 72 min. 14 anos.

Saem de cartaz

Baywatch
Danado de Bom
Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar
Soundtrack

Um Instante de Amor
Um Tio Quase Perfeito

As estreias nacionais desta quinta-feira, 13, que não entram em cartaz em Fortaleza

7 Desejos
A Luta de Steve
Cartas da Guerra
Fala Comigo
Gatos
Julho Agosto
Tour de France

Veja o trailer de Gatos

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 27 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Julho chegando é sinal de número de filmes no cinema rareando. Ainda mais com um blockbuster do porte da aventura Homem-Aranha – De Volta ao Lar (2017), de Jon Watts, em cartaz. Ainda assim, os outros três filmes que estreiam merecem a nossa atenção: o melodrama Frantz (2016), de François Ozon; a comédia dramática Os Pobres Diabos (2013), de Rosemberg Cariry; e o drama Soundtrack (2017), de 300ml

Cena de FRANTZ (2016), de François Ozon

Cena de FRANTZ (2016), de François Ozon

Um filme de surpresas e de muitas emoções este Frantz, do prolífico François Ozon. As surpresas não param de saltar em inúmeros plot twists, ora feitos para nossa diversão, ora para machucar ainda mais os personagens e também a nós, espectadores. Na trama, um jovem francês aparece em uma cidadezinha alemã logo após o final da Primeira Guerra Mundial e muitos ficam intrigados quando o veem deixando flores na sepultura de um jovem soldado morto, o Frantz, do título. Ozon, muito habilmente, manipula as expectativas do espectador, ao mesmo tempo que também brinca com subtextos homoeróticos, uma vez que há claramente uma tendência a se acreditar que Adrien (Pierre Liney) tinha algo mais do que uma amizade com Frantz. A bela fotografia é predominantemente em preto e branco. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar) e Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

FRANTZ (França/Alemanha, 2016), de François Ozon. Com Pierre Niney, Paula Beer, Ernst Stötzner, Marie Gruber, Anton von Lucke. 113 min. California. 12 anos.

Cena de OS POBRES DIABOS (2013), de Rosemberg Cariry

Cena de OS POBRES DIABOS (2013), de Rosemberg Cariry

Finalmente, depois de sua primeira exibição no Cine Ceará em 2013, entra em cartaz em circuito comercial o belo filme de Rosemberg Cariry. Com inspiração nas lembranças dos circos itinerantes do próprio cineasta, Os Pobres Diabos faz uma clara alegoria ao cinema brasileiro e talvez seja uma espécie de desabafo do próprio Cariry com a difícil distribuição dos nossos filmes. Trata-se de um de seus trabalhos mais bem produzidos, com um capricho visual louvável, assim como um lindo trabalho de som. Na trama, o Gran Circo Teatro Americano está na cidade de Aracati montando a peça O Bandido Lamparina no Inferno e a Participação de Lúcifer no Capitalismo Internacional. Nos bastidores, amores e tragédias movimentam a vida da trupe. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

OS POBRES DIABOS (Brasil, 2013), de Rosemberg Cariry. Com Sílvia Buarque, Gero Camilo, Chico Díaz, Zezita Matos, Everaldo Pontes. 98 min. Lume. 12 anos.

Cena de HOMEM-ARANHA - DE VOLTA AO LAR (2017), de Jon Watts

Cena de HOMEM-ARANHA – DE VOLTA AO LAR (2017), de Jon Watts

E depois do fracasso dos filmes anteriores do Homem-Aranha, a Sony Pictures resolveu fazer um reboot e começar tudo de novo. Desta vez, aliada aos Estúdios Marvel. O novo filme do herói aracnídeo não só pertence ao Universo Compartilhado Marvel, como possui participações de muitos personagens de outros filmes do estúdio. Na sinopse oficial, depois de atuar ao lado dos Vingadores em Capitão América – Guerra Civil, chegou a hora do jovem Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. Em cartaz em grande circuito, inclusive na sala IMAX.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

HOMEM-ARANHA – DE VOLTA AO LAR (Spider-Man – Homecoming, EUA, 2017), de Jon Watts. Com Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr., Marisa Tomei, Jon Favreau. 133 min. Sony. 12 anos.

Cena de SOUNDTRACK (2017), de 300ml

Cena de SOUNDTRACK (2017), de 300ml

O aguardado novo filme de Selton Mello como diretor (O Filme da Minha Vida) ainda está para estrear. Mas, enquanto não chega, temos um filme estrelado pelo ator entrando em cartaz muito discretamente. Soundtrack nos apresenta ao fotógrafo Cris (Selton), que, decidido a realizar uma exposição de arte, viaja até uma estação de pesquisa polar para se isolar e tirar selfies que capturem as sensações causadas por uma série de músicas pré-selecionadas. No local, ele conhece o botânico brasileiro Cao (Seu Jorge), o especialista britânico em aquecimento global Mark (Ralph Ineson), o biólogo chinês Huang (Thomas Chaanhing) e o pesquisador dinamarquês Rafnar (Lukas Loughran). Os cinco precisam conviver juntos e descobrem diferentes perspectivas sobre a vida e arte. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

SOUNDTRACK (Brasil, 2017), de 300ml. Com Selton Mello, Ralph Ineson, Seu Jorge, Thomas Chaanhing, Lukas Loughran. 112 min. Imagem. 14 anos.

Saem de cartaz

A Cabana
Ao Cair da Noite
Kiki – Os Segredos do Desejo
Mulher do Pai
Na Vertical

As estreias nacionais desta quinta-feira, 6, que não entram em cartaz em Fortaleza

As Aventuras do Pequeno Colombo
Perdidos em Paris

Poesia sem Fim

Veja o trailer de Poesia sem Fim

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 26 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Semana pouco atraente em quantidade e qualidade de estreias. O destaque é o drama Um Instante de Amor (2016), de Nicole Garcia. Outras opções incluem o documentário Danado de Bom (2016), de Deby Brennand; a animação Meu Malvado Favorito 3 (2017), de Eric Guillon, Kyle Balda e Pierre Coffin; e a comédia dramática Uma Família de Dois (2016), de Hugo Gélin. Em pré-estreia, a aventura Homem-Aranha – De Volta ao Lar (2017), de Jon Watts, e a comédia Perdidos em Paris (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon

Marion Cotillard em UM INSTANTE DE AMOR (2016), de Nicole Garcia

Marion Cotillard em UM INSTANTE DE AMOR (2016), de Nicole Garcia

A diretora Nicole Garcia apresenta um retrato no mínimo interessante de uma mulher nascida no campo e vista pela família como louca: Gabrielle (Marion Cotillard) é uma mulher bela e solitária que não sabe lidar muito bem com seus impulsos sexuais, o que deixa a mãe preocupada tanto com a sanidade mental da filha, quanto com a dificuldade que ela pode ter de se casar. Daí ela consegue um casamento arranjado com o pedreiro José (Alex Brendemühl), que aceita os termos do casamento, mesmo sabendo que ela não gostava dele. Após sofrer um aborto e descobrir que tem problemas renais, Gabrielle vai se tratar durante algumas semanas numa clínica e encontra a paixão que jamais teve pelo marido em um tenente à beira da morte. Em cartaz no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar), Cinema do Dragão e Cine Aldeota.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

UM INSTANTE DE AMOR (Mal de Pierres, França/Bélgica/Canadá, 2016), de Nicole Garcia. Com Marion Cotillard, Alex Brendemühl, Louis Garrel, Brigitte Roüan, Victoire Du Bois. 120 min. 14 anos.

Cena de DANADO DE BOM (2016), de Deby Brennand

Cena de DANADO DE BOM (2016), de Deby Brennand

Aproveitando as festas juninas, o circuito traz o documentário Danado de Bom, que apresenta ao grande público a figura do pernambucano João Silva, um dos maiores letristas da história da música brasileira. Todo mundo já deve ter ouvido “Danado de bom”, “Pagode russo” e “Nem se despediu de mim”. João Silva já foi gravado por artistas como Alcione, Benito de Paula, Beth Carvalho, Bezerra da Silva, Demônios da Garoa, Dominguinhos, Elba Ramalho, Fagner, Falamansa,  Genival Lacerda, Jackson do Pandeiro, Lenine, Luiz Gonzaga, Núbia Lafayete, Sivuca, entre tantos outros. O filme traz depoimentos de muita gente e também várias imagens de arquivo. Ótimo timing para lançamento e ótima maneira de conhecer este artista. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DANADO DE BOM (Brasil, 2016), de Deby Brennand. Documentário. 75 min. Inquietude. Livre.

Cena de MEU MALVADO FAVORITO 3 (2017), de Eric Guillon, Kyle Balda e Pierre Coffin

Cena de MEU MALVADO FAVORITO 3 (2017), de Eric Guillon, Kyle Balda e Pierre Coffin

O maior sucesso entre as animações lançadas pela Universal (o estúdio é o Illumination Entertainment), a franquia Meu Malvado Favorito chega ao terceiro filme, tendo tido até mesmo um spin-off de sucesso, com os Minions. Na sinopse desta continuação, Gru e Lucy são chamados para enfrentar o vingativo Balthazar Bratt. No meio do fracasso da captura do vilão, Gru descobre que tem um irmão gêmeo, Dru, e parte com a família para encontrá-lo. A animação dá início a uma série de lançamentos destinado a toda a família que devem pulular no mês de julho e diminuir a quantidade de títulos interessantes no circuito. Só neste próximo fim de semana, Meu Malvado Favorito 3 já toma de conta de muitas salas do país. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MEU MALVADO FAVORITO 3 (Despicable Me 3, EUA, 2017), de Eric Guillon, Kyle Balda e Pierre Coffin. Com as vozes originais de Steve Carell, Kristen Wiig, Trey Parker. 90 min. Universal. Livre.

Cena de UMA FAMÍLIA DE DOIS (2016), de Hugo Gélin

Cena de UMA FAMÍLIA DE DOIS (2016), de Hugo Gélin

Estão começando a achar que qualquer filme com a simpatia de Omar Sy pode dar certo. Uma Família de Dois, exibido recentemente no Festival Varilux, se mostra tão insípido quanto qualquer filme americano familiar exibido atualmente nas sessões da tarde. Ainda assim, tem o seu interesse e entretém nas quase duas horas. Na sinopse oficial, Samuel (Omar Sy) nunca foi de ter muitas responsabilidades. Levando uma vida tranquila ao lado das pessoas que ama no litoral sul da França, ele vê tudo mudar com a chegada inesperada de uma bebê de poucos meses chamada Gloria, sua filha. Incapaz de cuidar da criança, ele corre para Londres a fim de encontrar a mãe biológica, mas, sem sucesso, decide criá-la sozinho. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

UMA FAMÍLIA DE DOIS (Demain Tout Commence, França/Reino Unido, 2016), de Hugo Gélin. Com Omar Sy, Gloria Colston, Clémence Poésy, Antoine Bertrand, Ashley Walters. 118 min. Paris. 12 anos.

Pré-estreia

Cena de HOMEM-ARANHA - DE VOLTA AO LAR (2017), de Jon Watts

Cena de HOMEM-ARANHA – DE VOLTA AO LAR (2017), de Jon Watts

E depois do fracasso dos filmes anteriores do Homem-Aranha, a Sony Pictures resolveu fazer um reboot e começar tudo de novo. Desta vez, aliada aos Estúdios Marvel. O novo filme do herói aracnídeo não só pertence ao Universo Compartilhado Marvel, como possui participações de muitos personagens de outros filmes do estúdio. Na sinopse oficial, depois de atuar ao lado dos Vingadores em Capitão América – Guerra Civil, chegou a hora do pequeno Peter Parker (Tom Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade. Em pré-estreia em grande circuito na meia-noite de quarta para quinta-feira, dia 5.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

HOMEM-ARANHA – DE VOLTA AO LAR (Spider-Man – Homecoming, EUA, 2017), de Jon Watts. Com Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr., Marisa Tomei, Jon Favreau. 133 min. Sony. 12 anos.

Cena de PERDIDOS EM PARIS (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon

Cena de PERDIDOS EM PARIS (2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon

Eis a chance de um público maior conhecer o divertidíssimo trabalho da dupla Fiona Gordon e Dominique Abel. Em Perdidos em Paris, os dois interpretam os papéis principais e são brilhantes. Ela é uma bibliotecária canadense que recebe uma carta misteriosa de Martha (Emmanuelle Riva), uma tia distante. Na carta, ela pede que a sobrinha viaje imediatamente a Paris, para evitar que seja internada em um asilo. Sem ter a menor ideia do que está acontecendo e nem mesmo onde a sua tia se encontra, Fiona viaja até a cidade e começa a buscar sua parente distante. O filme, além de muito engraçado, tem um visual encantador, com um belíssimo trabalho de direção de arte. Em pré-estreia no Cinépolis RioMar (sala VIP).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PERDIDOS EM PARIS (Paris Pieds Nus, França/Bélgica, 2016), de Dominique Abel e Fiona Gordon. Com Dominique Abel, Fiona Gordon, Emmanuelle Riva, Pierre Richard, Céline Laurentie. 83 min. Pandora. 12 anos.

Saem de cartaz

A Garota Ocidental – Entre o Coração e a Tradição
As Aventuras de Ozzy
O Jardim das Aflições
Tudo e Todas as Coisas

As estreias nacionais desta quinta-feira, 29, que não entram em cartaz em Fortaleza

A Terra Vermelha
Deserto
Introdução à Música do Sangue
Mar Inquieto

Veja o trailer de Mar Inquieto

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 25 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Uma semana bem interessante, com um circuito alternativo voltando a bombar. Há o drama surrealista Na Vertical (2016), de Alain Guiraudie; o horror Ao Cair da Noite (2017), de Trey Edward Shults; a comédia Kiki – Os Segredos do Desejo (2016), de Paco León; os dramas Mulher do Pai (2016), de Cristiane Oliveira, e A Mulher Ocidental – Entre o Coração e a Tradição (2016), de Stephen Streker; o documentário Divinas Divas (2016), de Leandra Leal; o drama O Círculo (2017), de James Ponsoldt; e a comédia dramática Meus 15 Anos (2017), de Caroline Okoshi Fioratti. Em pré-estreia, o drama Um Instante de Amor (2016), de Nicole Garcia

Cena de NA VERTICAL (2016), de Alain Guiraudie

Cena de NA VERTICAL (2016), de Alain Guiraudie

Sempre muito bom estar vendo um filme e não estar acreditando no que está passando diante de nossos olhos. Não que estejamos vendo algo puramente feito para chocar, até porque estamos falando do diretor Alain Guiraudie, o mesmo do sensacional Um Estranho no Lago (2013). Por incrível que pareça, e por mais que Na Vertical (2016) seja um filme que carregue uma atmosfera de sonho o tempo inteiro, são vários os momentos em que a nossa consciência de estarmos vendo algo extraordinário se sobrepõe à nossa vontade de embarcar na viagem proposta por Guiraudie. Seja por causa de algumas imagens de encher os olhos, seja pelas sequências mais provocantes e surreais. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

NA VERTICAL (Rester Vertical, França, 2016), de Alain Guiraudie. Com Damien Bonnard, India Hair, Raphaël Thiéry, Christian Bouillette, Basile Meilleurat. 98 min. Zeta. 18 anos.

Joel Edgerton em AO CAIR DA NOITE (2017), de Trey Edward Shults

Joel Edgerton em AO CAIR DA NOITE (2017), de Trey Edward Shults

Do mesmo diretor do cultuado Krisha (2015), chega um filme que se aproxima mais de um filme de horror tradicional, brincando com o medo do escuro e de coisas horríveis que podem surgir com a noite. Na sinopse oficial de Ao Cair da Noite, Paul (Joel Edgerton) mora com sua esposa e o filho numa casa solitária e misteriosa, mas segura, até que chega uma família desesperada procurando refúgio. Aos poucos a paranoia e a desconfiança vão aumentando e Paul vai fazer de tudo para proteger sua família contra algo que vem aterrorizando todos. Ao que parece, é um filme que une a arthouse do primeiro filme do diretor com um quê mais comercial de querer chegar ao grande público. Em cartaz no UCI Iguatemi e Cinépolis RioMar.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

AO CAIR DA NOITE (It Comes at Night, EUA, 2017), de Trey Edward Shults. Com Joel Edgerton, Christopher Abbott, Carmen Ejogo, Riley Keough, Kelvin Harrison Jr. 91 min. Diamond. 14 anos.

Cena de KIKI - OS SEGREDOS DO DESEJO (2016), de Paco León

Cena de KIKI – OS SEGREDOS DO DESEJO (2016), de Paco León

Já estava fazendo falta os bons filmes espanhóis com um pouco de teor erótico em nosso circuito. Para matar um pouco a saudade, chega Kiki – Os Segredos do Desejo que traz cinco histórias de amor e sexo em Madri. As tramas apresentam: um casal buscando reacender a paixão das suas relações sexuais; um homem tentando retomar os sentimentos pela esposa que vive agora em uma cadeira de rodas; um casal que tenta ter filhos, mas ela vê como problema o fato de não conseguir ter um orgasmo com ele; um caso de satisfação de fantasias eróticas versus casamento; e a história de uma mulher solteira à procura de um homem para se apaixonar. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

KIKI – OS SEGREDOS DO DESEJO (Kiki, el Amor Se Hace, Espanha, 2016), de Paco León. Com Natalia de Molina, Álex García, Jacobo Sánchez, Silvia Rey, Paco León. 102 min. Imovision. 16 anos.

Cena de MULHER DO PAI (2016), de Cristiane Oliveira

Cena de MULHER DO PAI (2016), de Cristiane Oliveira

A história de Mulher do Pai é por si só tão intrigante quanto desconfortável: pai e filha foram criados ambos pela avó como se fossem filhos. O pai é cego e, agora, com a morte da avó, a filha terá de cuidar do pai, estar com ele em todos os momentos. A adolescente  é vivida por Maria Galant e o pai cego é interpretado por Marat Descartes, um pai que percebe o amadurecimento da filha e que a partir disso vai surgindo uma desconcertante intimidade entre eles. Porém, com a chegada de uma mulher na família, o ciúme ganhará espaço na vida de ambos. Todo filmado no interior do Rio Grande do Sul, o filme ganhou os prêmios de Melhor Diretor, Melhor Atriz Coadjuvante (Verónica Perrotta) e de Melhor Fotografia no Festival do Rio 2016.  Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MULHER DO PAI (Brasil/Uruguai, 2016), de Cristiane Oliveira. Com Maria Galant, Marat Descartes, Verónica Perrotta, Áurea Baptista, Amélia Bittencourt. 94 min. Vitrine. Classificação a definir.

Cena de A GAROTA OCIDENTAL - ENTRE O CORAÇÃO E A TRADIÇÃO (2016), de Stephen Streker

Cena de A GAROTA OCIDENTAL – ENTRE O CORAÇÃO E A TRADIÇÃO (2016), de Stephen Streker

Filmes que mostram os dissabores da vida da mulher em um contexto totalmente machista e agressivo, seja no Ocidente, seja no Oriente Médio, por mais que doam, são bem-vindos para que funcionem como apelos para que haja uma mudança urgente nisso que causa muitos homicídios a mulheres. Na sinopse oficial de A Garota Ocidental, a jovem Zahira (Lina El Arabi) precisa lidar com a possibilidade de fazer um aborto, escondendo o caso dos pais, ou ter a criança. Tal situação é agravada ainda mais pela devoção religiosa de sua família, que apenas aceita que ela se case com um homem paquistanês. Decidida a escolher ela mesma o rumo de sua vida, Zahira acaba enfrentando sérios problemas com a família. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A GAROTA OCIDENTAL – ENTRE O CORAÇÃO E A TRADIÇÃO (Noces, Bélgica/Paquistão/Luxemburgo/França, 2016), de Stephen Streker. Com Lina El Arabi, Sébastien Houbani, Babak Karimi, Nina Kulkarni, Olivier Gourmet. 98 min. Cinearte. Classificação a definir.

Cena de DIVINAS DIVAS (2016), de Leandra Leal

Cena de DIVINAS DIVAS (2016), de Leandra Leal

Primeiro trabalho de Leandra Leal na direção de longas-metragens, Divinas Divas apresenta um grupo de transexuais que teve seu auge na década de 1970. São elas: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram. O  grupo testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época. Em cartaz no Cinema do Dragão. Haverá uma sessão especial, na terça-feira, com presença da diretora e atriz para debate.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DIVINAS DIVAS (Brasil, 2016), de Leandra Leal. Documentário. Duração a definir. Vitrine. Classificação a definir.

Emma Watson em O CÍRCULO (2017), de James Ponsoldt

Emma Watson em O CÍRCULO (2017), de James Ponsoldt

Baseado em um best-seller de sucesso, O Círculo une Emma Watson e Tom Hanks e isso, por si só, já é comercialmente viável. Na trama, The Circle é uma das empresas mais poderosas do planeta que atua no ramo da Internet e é responsável por conectar os e-mails dos usuários com suas atividades diárias, suas compras e outros detalhes de suas vidas privadas. Ao ser contratada, Mae Holland (Emma Watson) fica muito empolgada com a possibilidade de estar perto das pessoas mais poderosas do mundo, mas logo ela percebe que seu papel lá dentro é muito diferente do que imaginava. As críticas não foram tão positivas lá fora, mas isso não quer dizer que o filme não tenha o seu interesse. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O CÍRCULO (The Circle, Emirados Árabes Unidos/EUA, 2017), de James Ponsoldt. Com Emma Watson, Tom Hanks, John Boyega, Bill Paxton, Ellar Coltrane. 110 min. Imagem. 12 anos.

Cena de MEUS 15 ANOS (2017), de Caroline Okoshi Fioratti

Cena de MEUS 15 ANOS (2017), de Caroline Okoshi Fioratti

Pelo visto, descobriram um filão de ouro: o dos filmes destinados aos adolescentes, principalmente às meninas. Foi o caso de É Fada!, e agora é a vez de Meus 15 Anos tentar a sorte. Já sai ganhando pelo carisma da menina Larissa Manoela, da série Carrossel (2012-2013) e dos filmes para cinema que se seguiram. Na trama, Bia (Larissa) descobre que vai ganhar uma grande festa de 15 anos. Mas tem um problema: ela não tem muitos amigos para convidar, por ser pouco popular na escola. Ela conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para consertar a situação. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MEUS 15 ANOS (Brasil, 2017), de Caroline Okoshi Fioratti. Com Larissa Manoela, Anitta, Victor Meyniel, Rafael Infante, Daniel Botelho. 94 min. Downtown/Paris. 10 anos.

Pré-estreia

Cena de UM INSTANTE DE AMOR (2016), de Nicole Garcia

Cena de UM INSTANTE DE AMOR (2016), de Nicole Garcia

A diretora Nicole Garcia apresenta um retrato no mínimo interessante de uma mulher nascida no campo e vista pela família como louca: Gabrielle (Marion Cotillard) é uma mulher bela e solitária que não sabe lidar muito bem com seus impulsos sexuais, o que deixa a mãe preocupada tanto com a sanidade mental da filha, quanto com a dificuldade que ela pode ter de se casar. Daí ela consegue um casamento arranjado com o pedreiro José (Alex Brendemühl), que aceita os termos do casamento, mesmo sabendo que ela não gostava dele. Após sofrer um aborto e descobrir que tem problemas renais, Gabrielle vai se tratar durante algumas semanas numa clínica e encontra a paixão que jamais teve pelo marido em um tenente à beira da morte. Em pré-estreia com uma sessão diária no Cinema de Arte (Cinépolis RioMar).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

UM INSTANTE DE AMOR (Mal de Pierres, França/Bélgica/Canadá, 2016), de Nicole Garcia. Com Marion Cotillard, Alex Brendemühl, Louis Garrel, Brigitte Roüan, Victoire Du Bois. 120 min. Classificação a definir.

Saem de cartaz

Amor.com
O Animal Político
Paris Pode Esperar

Z – A Cidade Perdida

As estreias desta quinta-feira, 22, que não entram em cartaz em Fortaleza

Bruxarias
Dangal
Frantz

Veja o trailer de Frantz

 Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 24 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

O principal filme da semana é a comédia Baywatch (2017), de Seth Gordon. Mas há ainda o documentário O Jardim das Aflições (2017), de Josias Teófilo; a comédia Um Tio Quase Perfeito (2017), de Pedro Antonio; e o melodrama Tudo e Todas as Coisas (2017), de Stella Meghie. Em pré-estreia, o drama O Círculo (2017), de James Ponsoldt; e a comédia dramática Meus 15 Anos (2017), de Caroline Okoshi Fioratti. No mais, o Festival Varilux de Cinema Francês ainda segue no Cinema do Dragão, no Cinépolis RioMar e no Cine São Luiz

Foto promocional de BAYWATCH (2017), de Seth Gordon

Foto promocional de BAYWATCH (2017), de Seth Gordon

Seth Gordon, diretor de Quero Matar Meu Chefe e produtor de diversas comédias para a televisão, comanda este que parece ser um dos filmes mais divertidos do ano. Trata-se de mais uma adaptação livre de uma série da TV transformada em comédia, o que não é algo ruim. Na trama, Mitch Buchannon (Dwayne Johnson) é um devoto salva-vidas, orgulhoso do seu trabalho. Enquanto está treinando o novo e exibido recruta Matt Brody (Zac Efron), os dois descobrem uma conspiração criminosa no local que pode ameaçar o futuro da baía. O terceiro elemento bastante atraente de Baywatch é a presença da belíssima Alexandra Daddario, que contracenou, inclusive, com Johnson em Terremoto – A Falha de San Andreas. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

BAYWATCH (EUA, 2017), de Seth Gordon. Com Dwayne Johnson, Zac Efron, Alexandra Daddario, Priyanka Chopra, Kelly Rohrbach. 116 min. Paramount. 14 anos.

Cena de O JARDIM DAS AFLIÇÕES (2017), de Josias Teófilo

Cena de O JARDIM DAS AFLIÇÕES (2017), de Josias Teófilo

Um filme que se detém sobre a vida e a obra de Olavo de Carvalho, o filósofo preferido do pessoal da direita conservadora, acaba sendo curioso justamente por isso. Além do mais, a polêmica em torno da participação do filme no agora suspenso Cine PE foi outra pequena forma de trazer mais curiosidade sobre a obra em questão. O Jardim das Aflições, que usa o mesmo nome do título de um livro do escritor, apresenta a rotina de trabalho, o pensamento, a vida com a família, na Virgínia, nos EUA, etc. Ao que parece, não é um filme que traz muitas novidades do ponto de vista formal, mas não deixa de ser curioso de ver, justamente por causa da fama ou má fama que tem provocado. Em cartaz no UCI Iguatemi.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O JARDIM DAS AFLIÇÕES (Brasil, 2017), de Josias Teófilo. Documentário. 81 min. Distribuidora própria. 10 anos.

Cena de UM TIO QUASE PERFEITO (2017), de Pedro Antonio

Cena de UM TIO QUASE PERFEITO (2017), de Pedro Antonio

Marcus Majella, o comediante das séries Ferdinando Show e Vai Que Cola ganha um filme todo seu com este Um Tio Quase Perfeito, que tem a cara das atuais comédias brasileiras, principalmente as estreladas por Paulo Gustavo. Na história, ele é o Tio Tony, um simpático trambiqueiro que vive de bicos como estátua viva, cartomante, pastor e sempre conta com a cobertura da mãe, Cecilia. Quando eles são despejados do muquifo onde moram, procuram a irmã de Tony, Angela, com quem não falam há anos. Como Angela tem uma viagem de trabalho marcada e a babá não aparece, acaba aceitando o irmão e mãe em casa por uma temporada para ficarem com as crianças. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

UM TIO QUASE PERFEITO (Brasil, 2017), de Pedro Antonio. Com Marcus Majella, Ana Lúcia Torres, Letícia Isnard, João Barreto, Eduardo Galvão. 96 min. H2O. Livre.

Cena de TUDO E TODAS AS COISAS (2017), de Stella Meghie

Cena de TUDO E TODAS AS COISAS (2017), de Stella Meghie

Nas últimas semanas temos visto o trailer de Tudo e Todas as Coisas nos cinemas. Ao que parece, é mais um desses filmes românticos com doença no meio, que pegam carona de sucessos recentes, como A Culpa É das Estrelas e Como Eu Era Antes de Você. Na trama, Maddie (Amandla Stenberg) está prestes a fazer 18 anos, mas nunca saiu de casa. Desde a infância, a jovem foi diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Combinada, de modo que seu corpo não seria capaz de combater os vírus e bactérias presentes no mundo exterior. Um dia, uma nova família se muda para a casa ao lado, incluindo Olly (Nick Robinson), que se sente imediatamente atraído pela garota através da janela. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TUDO E TODAS AS COISAS (Everything, Everything, EUA, 2017), de Stella Meghie. Com Amandla Stenberg, Nick Robinson, Anika Noni Rose, Anna de la Reguera, Taylor Hickson. 96 min. Warner. 12 anos.

Pré-estreias

Emma Watson em O CÍRCULO (2017), de James Ponsoldt

Emma Watson em O CÍRCULO (2017), de James Ponsoldt

Baseado em um best-seller de sucesso, O Círculo une Emma Watson e Tom Hanks e isso, por si só, já é comercialmente viável. Na trama, The Circle é uma das empresas mais poderosas do planeta que atua no ramo da Internet e é responsável por conectar os e-mails dos usuários com suas atividades diárias, suas compras e outros detalhes de suas vidas privadas. Ao ser contratada, Mae Holland (Emma Watson) fica muito empolgada com a possibilidade de estar perto das pessoas mais poderosas do mundo, mas logo ela percebe que seu papel lá dentro é muito diferente do que imaginava. As críticas não foram tão positivas lá fora, mas isso não quer dizer que o filme não tenha o seu interesse. Em pré-estreia no UCI Iguatemi, Cinépolis RioMar e Via Sul.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O CÍRCULO (The Circle, Emirados Árabes Unidos/EUA, 2017), de James Ponsoldt. Com Emma Watson, Tom Hanks, John Boyega, Bill Paxton, Ellar Coltrane. 110 min. Imagem. 12 anos.

Cena de MEUS 15 ANOS (2017), de Caroline Okoshi Fioratti

Cena de MEUS 15 ANOS (2017), de Caroline Okoshi Fioratti

Pelo visto, descobriram um filão de ouro: o dos filmes destinados aos adolescentes, principalmente às meninas. Foi o caso de É Fada! e agora é a vez de Meus 15 Anos tentar a sorte. Já sai ganhando pelo carisma da menina Larissa Manoela, da série Carrossel (2012-2013) e dos filmes para cinema que se seguiram. Na trama, Bia (Larissa) descobre que vai ganhar uma grande festa de 15 anos. Mas tem um problema: ela não tem muitos amigos para convidar, por ser pouco popular na escola. Ela conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para consertar a situação. Em pré-estreia em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MEUS 15 ANOS (Brasil, 2017), de Caroline Okoshi Fioratti. Com Larissa Manoela, Anitta, Victor Meyniel, Rafael Infante, Daniel Botelho. 94 min. Downtown/Paris. 10 anos.

Saem de cartaz

Corra!
Guardiões da Galáxia Vol. 2
Rei Arthur – A Lenda da Espada
Vida

As estreias nacionais desta quinta-feira, 15, que não entram em cartaz em Fortaleza

Colossal
Kiki – Os Segredos do Desejo
Os Transgressores
Quem É Primavera das Neves
Sepultura Edurance

Veja o trailer de Colossal

Imagem de Amostra do You Tube