SEMANA 38 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

Mais uma semana interessante de estreias, com destaque para o horror Mãe! (2017), de Darren Aronofsky, e o drama Pendular (2017), de Júlia Murat. Há também a comédia Divórcio (2017), de Pedro Amorim; e os thrillers O Assassino – O Primeiro Alvo (2017), de Michael Cuesta, O Sequestro (2017), de Luis Prieto, e Esta É a Sua Morte – O Show (2017), de Giancarlo Esposito. Vale destacar também o retorno em cartaz do drama Bingo – O Rei das Manhãs (2017), de Daniel Rezende, em virtude de sua escolha para o Oscar

Jennifer Lawrence em MÃE! (2017), de Darren Aronofsky

Jennifer Lawrence em MÃE! (2017), de Darren Aronofsky

Um dos filmes mais controversos do ano dirigido por um cineasta também famoso por polêmicas e divisões. Vaiado no Festival de Veneza, onde foi apresentado pela primeira vez, Mãe! ainda assim é dessas obras que tem recebido comentários bem contraditórios e por isso mesmo chama a atenção para si, que ainda por cima tem gente como Jennifer Lawrence, Javier Bardem e Michelle Pfeiffer no elenco. Na trama, um casal tem o relacionamento testado quando pessoas não convidadas surgem em sua residência acabando com a tranquilidade reinante. O filme declarou ter se inspirado em O Bebê de Rosemary, de Roman Polanski. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

MÃE! (Mother!, EUA, 2017), de Darren Aronofsky. Com Jennifer Lawrence, Javier Bardem, Ed Harris, Michelle Pfeiffer, Brian Gleeson. 121 min. Paramount. 16 anos.

Cena de PENDULAR (2017), de Júlia Murat

Cena de PENDULAR (2017), de Júlia Murat

Os espectadores do ainda em andamento Festival de Brasília puderam ver em première brasileira Pendular, o novo filme de Júlia Murat, que ganhou o prêmio FIPRESCI da Mostra Panorama do Festival de Berlim. Na trama oficial, em um galpão abandonado, um casal de artistas contemporâneos observa a arte, a performance e sua intimidade se misturarem. A partir de contradições, eles vão aos poucos perdendo sua capacidade de distinguir o que faz parte dos seus projetos artísticos e o que nada mais é que a relação amorosa, criando até mesmo um conflito com seu passado. A performance de Raquel Karro vem sendo muito elogiada e para os espectadores de Fortaleza é a chance de ter um filme da diretora em circuito. Em cartaz no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PENDULAR (Brasil/Argentina/França, 2017), de Júlia Murat. Com Raquel Karro, Rodrigo Bolzan, Valeria Barretta, Renato Linhares, Neto Machado. Vitrine. Classificação a definir.

Cena de DIVÓRCIO (2017), de Pedro Amorim

Cena de DIVÓRCIO (2017), de Pedro Amorim

Terceiro longa-metragem de Pedro Amorim, depois de Mato sem Cachorro (2013) e Superpai (2015), Divórcio é mais um exemplar de comédia que se espera que seja acima da média. Também não parece pedir mais do que isso. Na trama de Divórcio, O casal Noeli (Camila Morgado) e Júlio (Murilo Benício) leva uma vida humilde, até que os dois ficam ricos depois de criar um molho de tomate que virou sucesso nacional. Com o passar dos anos os dois vão se distanciando e um incidente é a gota d’água para a separação. Enquanto vão em busca do melhor advogado para defender o patrimônio, os dois se envolvem num processo de divórcio complicado. Interessante notar que Camila Morgado tem ficado bem à vontade em comédias. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

DIVÓRCIO (Brasil, 2017), de Pedro Amorim. Com Murilo Benício, Camila Morgado, André Mattos, Luciana Paes, Márcia Cabritta. 104 min. Warner. 12 anos.

Cena de O ASSASSINO - O PRIMEIRO ALVO (2017), de Michael Cuesta

Cena de O ASSASSINO – O PRIMEIRO ALVO (2017), de Michael Cuesta

Sempre bom quando filmes de ação também procuram ser um bom combustível para mostrar situações dramáticas. Pode ser o caso deste O Assassino – O Primeiro Alvo, a julgar pela sinopse oficial: Stan Hurley (Michael Keaton), veterano da Guerra Fria, recebe sua tarefa mais complexa enquanto agente de treinamento da CIA quando o seu superior ordena que Hurley treine um ex-soldado das forças especiais cujo estado psicológico está devastado após a morte de sua noiva. O filme chama atenção pela presença de Michael Keaton, que tem se mostrado cada vez melhor à medida que envelhece – ele quase salvou o bobo e novo filme do Homem-Aranha, inclusive. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O ASSASSINO – O PRIMEIRO ALVO (American Assassin, EUA, 2017), de Michael Cuesta. Com Dylan O’Brien, Michael Keaton, Sanaa Lathan, Charlotte Vega, Jeff Davis. 112 min. Paris. 16 anos.

Cena de O SEQUESTRO (2017), de Luis Prieto

Cena de O SEQUESTRO (2017), de Luis Prieto

Já faz um bom tempo que Halle Berry ganhou seu Oscar com a ótima performance de A Última Ceia (2001), de Marc Forster. Desde então, porém, a carreira da atriz não andou muito boa. Talvez apenas, dentre os filmes que ela protagonizou, Coisas Que Perdemos pelo Caminho (2007), de Suzanne Bier, seja um título de destaque. Agora que O Sequestro está chegando aos cinemas, é possível lembrar de outro suspense similar feito em 2013 com ela, Chamada de Urgência. Na trama de O Sequestro, ela é uma mãe que vive um pesadelo: seu filho pequeno é sequestrado e ela resolve não agir passivamente esperando pela polícia e passa a ir em busca dos bandidos. Em cartaz em grande circuito.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O SEQUESTRO (Kidnap, EUA, 2017), de Luis Prieto. Com Halle Berry, Sage Correa, Chris McGinn, Lew Temple, Jason George. 95 min. H2O. 14 anos.

Cena de ESTA É A SUA MORTE - O SHOW (2017), de Giancarlo Esposito

Cena de ESTA É A SUA MORTE – O SHOW (2017), de Giancarlo Esposito

Giancarlo Esposito não é muito famoso como diretor. Ele deve ser mais conhecido pelas novas gerações por seu marcante papel de chefe das drogas em Breaking Bad, embora tenha já uma carreira de ator com quase 200 títulos. Esta É a Sua Morte – O Show é o seu segundo filme como diretor. Na trama, Adam Rogers (Josh Duhamel) é um apresentador de TV que tem um novo e ousado programa, em que as pessoas são pagas para se matarem ao vivo. Tal iniciativa macabra gera muitos protestos mas também faz bastante sucesso, graças ao fascínio do público em acompanhar a degradação de outras pessoas. Pena que o filme só será exibido na cidade em cópias dubladas. Em cartaz no Centerplex Via Sul e Centerplex Messejana.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

ESTA É A SUA MORTE – O SHOW (This Is Your Death, EUA, 2017), de Giancarlo Esposito. Com James Franco, Famke Janssen, Josh Duhamel, Sarah Wayne Callies, Giancarlo Esposito. 104 min. Cineart. 18 anos.

Cena de RODIN (2017), de Jacques Doillon

Cena de RODIN (2017), de Jacques Doillon

Um filme que só tem duas horas mas parece ter três este Rodin, de Jacques Doillon. Impressionantemente desinteressante, mesmo com um ator da força de um Vincent Lindon à frente do personagem. Tentam dar um ar “de arte”, com uns fade outs e uns hiatos temporais e tal, mas não tem jeito. De ponto positivo, as modelos e, claro, o trabalho impressionante do artista. No caso, o problema nem é o filme ser quadrado. Se fosse, quem sabe até descesse melhor. Na trama, o escultor Auguste Rodin (Vincent Lindon) já é bastante conhecido, mas nunca conseguiu nenhuma encomenda do Estado. Esta oportunidade chega aos 40 anos de idade, com a escultura “La Porte de l’Enfer”. Em cartaz no Pátio Dom Luís.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

RODIN (França/Bélgica/EUA, 2017), de Jacques Doillon. Com Vincent Lindon, Izïa Higelin, Séverine Caneele, Bernard Verley, Anders Danielsen Lie. 119 min. Mares. Classificação a definir.

Saem de cartaz

Corpo Elétrico
David Lynch – A Vida de um Artista
Dupla Explosiva
Homem-Aranha – De Volta ao Lar
Meu Malvado Favorito 3

A estreia nacional desta quinta-feira, 21, que não entra em cartaz em Fortaleza

A Garota do Armário

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube