Semana 22 – Terremoto: A Falha de San Adreas

Filme-desastre estrelado por Dwayne Johnson fez bonito em sua estreia e se tornou um marco na carreira do ator. Enquanto isso, a dramédia Sob o Mesmo Céu, não emplacou e acabou se tornando um dos fracassos da temporada de verão

Banner internacional de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ADREAS (2015), de Brad Peyton

Banner internacional de TERREMOTO: A FALHA DE SAN ADREAS (2015), de Brad Peyton

Conforme o esperado, o filme-desastre Terremoto: A Falha de San Adreas (San Adreas) abalou as estruturas da concorrência e estreou direto no topo das bilheterias norte-americanas. Lançado em 3.777 salas de cinema dos Estados Unidos e Canadá na última sexta-feira, 29, o longa estrelado por Dwayne Johnson (franquia Velozes e Furiosos) fez um sucesso estrondoso junto ao público e nos seus três primeiros dias em cartaz arrecadou empolgantes US$ 53,21 milhões, valor que superou bastante as expectativas de mercado (as estimativas apontavam para um faturamento de US$ 40 milhões) e que ainda transformou a produção na maior abertura de um filme com Johnson no papel principal, ultrapassando os números de G.I. Joe: Retaliação (US$ 40,50 milhões). E por falar em Dwayne Johnson, foi ao ator que o presidente de distribuição da Warner, Dan Fellman, atribuiu o sucesso de Terremoto. Dwayne Johnson é um grande astro de cinema e ele está ganhando reconhecimento no momento, então nós tivemos a sorte de tê-lo na hora certa, disse Fellman ao Deadline. Terremoto: A Falha de San Adreas já está em exibição nos cinemas brasileiros.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Em um distante segundo lugar aparece a comédia musical A Escolha Perfeita 2, que fez US$ 14,38 milhões, o que representa uma perda de 53% em relação ao último final de semana. No total, o filme detém uma bilheteria de ótimos US$ 147,54 milhões no mercado norte-americano, resultado que equivale a mais que o quíntuplo do seu orçamento.

Na esquerda, cena de TOMORROWLAND e na direita cena de MAD MAX

Na esquerda, cena de TOMORROWLAND e na direita cena de MAD MAX

Na sequência do ranking vem a sci-fi juvenil Tomorrowland, que após uma estreia desanimadora na semana passada, levou um tombo de 58% e faturou US$ 13,80 milhões, quantia que lhe garantiu por muito pouco uma vitória sobre o longa de ação Mad Max: Estrada da Fúria, que obteve US$ 13,62 milhões e ocupou a quarta posição. Ao todo, Tomorrowland acumula uma renda de US$ 63,18 milhões, enquanto que Mad Max soma US$ 115,91 milhões.

Robert Downey Jr. como Tony Stark em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Robert Downey Jr. como Tony Stark em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

O quinto lugar coube novamente à aventura Os Vingadores: Era de Ultron, que dessa vez registrou uma queda de 49% e arrecadou US$ 10,92 milhões. No acumulado, o longa da superquipe de heróis da Marvel contabiliza um faturamento de US$ 427,07 milhões, de longe a maior bilheteria do ano até o momento no mercado norte-americano.

Banner internacional de SOB O MESMO CÉU (2015), de Cameron Crowe

Banner internacional de SOB O MESMO CÉU (2015), de Cameron Crowe

Mais abaixo, na sexta colocação, está a segunda maior estreia da semana, a dramédia Sob o Mesmo Céu (Aloha), que mesmo tendo a seu favor um elenco estrelar (que inclui Bradley Cooper, Emma Stone e Rachel McAdams) não animou muito o público e terminou por encerrar seu primeiro fim de semana com US$ 10 milhões, desempenho que ficou dentro das expectativas dos executivos da Sony, mas que não chega a ser de fato animador, tendo em vista que estamos em plena temporada de verão, época em que se espera resultados bem maiores dos filmes que entram em cartaz. Sob o Mesmo Céu tem lançamento no Brasil agendado para o dia 11 de junho.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

06

Assista ao trailer de Terremoto: A Falha de San Adreas.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING BRASIL – MAD MAX segue na frente

Mad Max: Estrada da Fúria manteve a liderança das bilheterias brasileiras, conquistada na semana anterior. A chegada do terror Poltergeist: O Fenômeno, que terminou o fim de semana na segunda posição, apertou um pouco o ranking, fazendo com o primeiro colocado não ficasse tão isolado no topo. Poltergeist tomou a posição de Os Vingadores: Era de Ultron, que terminou na terceira após uma queda de 40% na renda. A Incrível História de Adaline estreou na quarta colocação com uma boa renda, enquanto Velozes e Furiosos 7 despencou para a quinta após uma queda de 60%.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Tom Hardy em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Em sua segunda semana em cartaz no país, Mad Max: Estrada da Fúria sustentou a liderança do ranking com uma queda de aproximadamente 35% em relação a semana anterior. A ação terminou o último fim de semana com uma renda de R$ 6,7 milhões, suficiente para mantê-lo em primeiro, mas nem tanto para deixá-lo isolado do segundo colocado, o estreante Poltergeist: O Fenômeno. Mad Max levou cerca de 420 mil espectadores aos cinemas no último fim de semana, acumulando um total de 1,35 milhões. Na renda, o filme acumulou um total de R$ 20,7 milhões com o valor obtido no fim de semana.

Cena de POLTERGEIST: O FENÔMENO.

Cena de POLTERGEIST: O FENÔMENO

O remake do clássico terror de 1982, Poltergeist: O Fenômeno, foi bem recebido no Brasil em sua estreia. O filme foi assistido por cerca de 390 mil espectadores em aproximadamente 650 salas no país, o que lhe rendeu uma boa arrecadação, R$ 6 milhões, e a melhor média de público por sala do fim de semana, 600. Mesmo com o sucesso no Brasil, o terror continua sendo mal recebido pela crítica internacional, estando com média 47 de 100 no MetaCritic e 5,3 de 10 no IMDb.

Hulk em cena de OS VINGADORES: A ERA DE ULTRON.

Hulk em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Na terceira colocação, ficou Os Vingadores: Era de Ultron, que em sua quinta semana em cartaz no país vai se despedindo dos tempos de soberania no Top 5 do ranking. A aventura obteve uma queda de cerca de 40% em relação ao fim de semana anterior, terminando o último com uma renda de R$ 5,9 milhões. Como Poltergeist, Os Vingadores também levou cerca de 390 mil espectadores aos cinemas no último fim de semana, no entanto ainda é exibido em cerca de 100 salas a mais que o terror, no país. Com os números do fim de semana, o filme acumula um público total de aproximadamente 9,3 milhões de espectadores e uma renda de R$ 135 milhões.

Michiel Huisman e Blake Lively em cena de A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE.

Michiel Huisman e Blake Lively em cena de A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE

Estrelado por Blake Lively, o drama A Incrível História de Adaline estrou no Brasil com um bom resultado, no último fim de semana. Distribuído pela Diamond Filmes no país, o filme foi exibido em cerca de de 220 salas no fim de semana, levando aproximadamente 76 mil espectadores aos cinemas em sua estreia. Por fim, o drama arrecadou cerca de R$ 1,2 milhão em seu primeiro fim de semana no país.

Dwayne Johnson, Vin Diesel e Paul Walker em cena de VELOZES & FURIOSOS 7.

Dwayne Johnson, Vin Diesel e Paul Walker em cena de VELOZES E FURIOSOS 7

Velozes e Furiosos 7, que também passou um bom tempo na liderança do ranking Brasil como Os Vingadores: Era de Ultron, despencou para a quinta colocação do ranking após terminar o fim de semana uma queda de 60% em relação ao anterior. Em sua sétima semana em cartaz no país, a ação arrecadou apenas R$ 650 mil. No entanto, o valor total acumulado no país já chega próximo dos R$ 142 milhões, o que torna mais que satisfatório o desempenho local do filme. Enquanto isso, o público acumulado se aproxima dos 10 milhões de espectadores, faltando pouco mais de 150 mil.

Confira abaixo a tabela com os dez melhores.

RBRA-21-2015

Veja o trailer de Poltergeist: O Fenômeno.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING INTERNACIONAL – OS VINGADORES mantém liderança

Os Vingadores: Era de Ultron caiu bastante na renda mas conseguiu manter a liderança, ficando ainda a frente de Mad Max: Estrada da Fúria, que manteve a segunda colocação. O estreante Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível se deu bem em seu primeiro fim de semana em cartaz, terminando o fim de semana na terceira colocação. A Escolha Perfeita 2 ficou em quarto, enquanto o estreante A Espiã Que Sabia de Menos ficou com a quinta colocação

Cena de OS VINGADORES A ERA DE ULTRON.

Cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Em sua quinta semana em cartaz, Os Vingadores: Era de Ultron caiu de forma grotesca, quase 80%, em relação ao fim de semana passado, mas conseguiu manter novamente a liderança do ranking. A aventura arrecadou cerca de US$ 45,8 milhões no fim de semana, sendo a maior parte dessa renda vinda da China, onde já acumula US$ 210 milhões. Em 4 de julho, Os Vingadores: Era de Ultron finaliza o seu calendário de estreias, no Japão. Com o valor arrecadado, a aventura soma atualmente uma renda de US$ 860 milhões no mercado internacional.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Exibido em cerca de 70 países, Mad Max: Estrada da Fúria também caiu no último fim de semana, mas se manteve na posição anterior, assim como o líder Os Vingadores: Era de Ultron. A ação arrecadou cerca de US$ 38,2 milhões no fim de semana, valor que representa uma queda de 40%, suficiente para a medalha de prata. Em sua segunda semana em cartaz, Mad Max: Estrada da Fúria continua tendo o seu melhor desempenho nas bilheterias internacionais na Coréia do Sul, onde arrecadou cerca de US$ 6,1 milhões no último fim de semana. A ação tem obtido bons números também na Austrália e no Brasil. No total, soma cerca de US$ 124 milhões nas bilheterias internacionais.

Cena de UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL.

Cena de TOMORROWLAND – UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL

A sci-fi juvenil estrelada por George Clooney, Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível, estreou no último fim de semana nas bilheterias internacionais com uma boa renda, cerca de US$ 26,7 milhões, que lhe garantiu a terceira colocação do ranking. Dentre os países em que o drama estreou, os que se destacaram com os melhores números foram França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Rússia e México. Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível ainda tem estreia prevista para vários países e dentre esses estão alguns sigficantes no mercado internacional, como Espanha, Austrália, China, Coréia do Sul, Japão e Brasil. No Brasil, a estreia tem data marcada para 4 de junho.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Em quarto lugar, ficou a comédia musical A Escolha Perfeita 2 que arrecadou cerca de US$ 15,2 milhões em 37 países. Em sua terceira semana em cartaz no mercado internacional, o filme continua com bons números, tendo obtido a primeira colocação em vários lugares, como Espanha, Noruega, Hungria, Alemanha e Áustria. A Escolha Perfeita 2 acumula US$ 61,7 milhões nas bilheterias internacionais e US$ 187 milhões, somado com a renda doméstica.

Cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS.

Cena de A ESPIÃ QUE SABIA DE MENOS

Na quinta colocação do ranking internacional ficou o estreante A Espiã Que Sabia de Menos que entrou em cartaz em 10 países no último fim de semana, de onde obteve uma arrecadação de cerca de US$ 12,5 milhões. Dentre os países em que o filme se destacou estão Austrália, onde obteve cerca de 94% da renda de estreia da famosa comédia Missão Madrinha de Casamento, e Coréia do Sul, onde conseguiu um dos melhores números no país para um filme com ação e comédia. No Brasil, a estreia tem data marcada para 9 de julho.

Confira abaixo a tabela completa.

RINT-21-2015

Veja o trailer de A Espiã Que Sabia de Menos.

Imagem de Amostra do You Tube

O VENDEDOR DE PASSADOS – VERDADE OU MENTIRA?

Livremente inspirado no livro O Vendedor de Passados, do escritor angolano José Eduardo Agualusa, o filme de Lula Buarque de Hollanda (série Mandrake) mostra que acreditamos em tudo que as pessoas nos contam, independente de ser verdade ou mentira

Cena de O VENDEDOR DE PASSADOS (2013) DE Lula Buarque de Hollanda

Cena de O VENDEDOR DE PASSADOS (2013), de Lula Buarque de Hollanda

Vicente (Lázaro Ramos) tem um trabalho inusitado como vendedor de passados, recriando a história de seus clientes por meio de vídeos e fotos antigas. Certo dia Vicente recebe a visita de uma bela e misteriosa mulher (Alinne Moraes), que aparece para contratar seus serviços e mudar de vida. Ela dá liberdade total para ele inventar seu passado, lhe passado quase nenhuma informação. Sua única exigência é que ela tenha cometido um crime. Vicente aceita o desafio e, sem perceber, se apaixona pela personagem que ele mesmo inventou.

Muitas pessoas gostariam de alterar seu passado, até para se livrarem deles. Para isso, recorrem ao Vicente, que cria documentos, alguns fotográficos, vídeos e outros indícios necessários para reescrever a história. Vicente desempenha a profissão por buscar conhecer o seu verdadeiro passado. Por ter sido adotado ainda criança, inventa alguns passados capazes de seduzir as mulheres que vão à sua casa. O filme acaba expondo como as pessoas são infelizes no mundo em que vivemos.

O filme transita em seus curtos 80 minutos no drama, no suspense, flerta com a comédia e aparenta ser um romance. Clara (Alinne Moraes, muito bem no papel), assume o passado criado por Vicente e escreve um livro abordando um tenebroso passado em meio à ditadura militar. Com orçamento de R$ 5,5 milhões, as filmagens foram realizadas nos estúdios do Polo Cinematográfico de Paulínia, São Paulo e também no Rio de Janeiro. Tem seus defeitos, mas é uma obra ousada e agradável.

Poster de O VENDEDOR DE PASSADOS (2013) de Lula Buarque de Hollanda

Pôster de O VENDEDOR DE PASSADOS (2013), de Lula Buarque de Hollanda

FICHA TÉCNICA

Título: O Vendedor de Passados

Estreia: 21/05/2015

Gênero: Drama

Duração: 80 min.

Origem: Brasil

Direção: Lula Buarque de Hollanda

Roteiro: Isabel Muniz

Distribuidor: Imagem Filmes

Classificação: 12 anos

Ano: 2013

 

Veja o trailer de O Vendedor de Passados:

Imagem de Amostra do You Tube

Semana 21 – Tomorrowland

Nova sci-fi juvenil da Disney, Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível, não empolgou e está a caminho de se tornar o novo grande fracasso do estúdio. Segunda novidade em cartaz, Poltergeist: O Fenômeno teve uma estreia sólida e em breve deverá começar a render lucros para a Fox

Banner internacional de TOMORROWLAND: (2015), de Brad Bird

Banner internacional de TOMORROWLAND: UM LUGAR ONDE NADA É IMPOSSÍVEL (2015), de Brad Bird

Pelo visto, ao contrário da crença popular, um raio pode sim cair duas vezes no mesmo local. Digo isso porque, três anos após amargarem um fracasso estrondoso com o filme John Carter: Entre Dois Mundos (John Carter, 2012), os executivos da Disney se preparam para mais um grande prejuízo, novamente com uma sci-fi juvenil, nesse caso, Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível (Tomorrowland).

Orçado em elevados US$ 190 milhões, Tomorrowland terminou por não empolgar muito o público norte-americano e no seu final de semana de estreia faturou somente US$ 33,02 milhões, com uma projeção de US$ 41,70 milhões para o fim de semana prolongado (na segunda, 25, comemorou-se nos EUA o Memorial Day), resultado que colocou o filme na liderança do ranking das bilheterias, mas que está longe de ser satisfatório, principalmente porque que os prognósticos iniciais apontavam para uma renda de US$ 50 milhões para o período sexta-segunda. É menos do que nós esperávamos, mas quando você decide correr o risco com uma história original e uma nova propriedade intelectual, isso acarreta questões de escolha no público e falta de conhecimento prévio, declarou ao The Wrap o presidente de distribuição da Disney, Dave Hollis, sobre o desempenho de Tomorrowland, desempenho este que com certeza já é motivo de grande preocupação dentro do estúdio, uma vez que a produção também não decolou na sua abertura no mercado internacional, tendo arrecadado fracos US$ 26,70 milhões em 65 países.

Na esquerda, cena de A ESCOLHA PERFEITA 2 e na direita cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Na esquerda, cena de A ESCOLHA PERFEITA 2 e na direita cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

Na sequência da lista dos mais rentáveis aparecem os campeões da semana passada, a comédia musical A Escolha Perfeita 2 e o longa de ação Mad Max: Estrada da Fúria, que renderam respectivamente US$ 30,81 milhões e US$ 24,63 milhões. Em dez dias, o segundo filme das Bellas acumula animadores US$ 118,29 milhões, quantia que supera a arrecadação mundial do primeiro filme (US$ 115,35 milhões), ao passo que o novo longa do guerreiro das estradas soma US$ 88,07 milhões.

Banner internacional de POLTERGEIST: O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Banner internacional de POLTERGEIST: O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Em quarto lugar ficou a segunda principal estreia da semana, o terror Poltergeist: O Fenômeno (Poltergeist), que não seguiu o mesmo caminho que Tomorrowland e encerrou seus três primeiros dias em cartaz superando expectativas ao faturar US$ 22,62 milhões. Assim, levando em consideração o modesto orçamento de US$ 35 milhões do filme, não deve demorar muito até que os executivos da Fox comecem a registrar os lucros com a produção.

Elizabeth Olsen como a Feiticeira Escarlate em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Elizabeth Olsen como a Feiticeira Escarlate em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Encerrando a lista dos cinco mais rentáveis está a aventura Os Vingadores: Era de Ultron, que trouxe um sopro de alegria para o pessoal da Disney ao obter mais US$ 21,69 milhões e com isso ultrapassar a marca dos US$ 400 milhões arrecadados no mercado norte-americano. Mundialmente, o longa da superquipe de heróis da Marvel detém uma renda de aproximadamente US$ 1,30 bilhão.

Confira abaixo o ranking completo com as dez maiores bilheterias deste final de semana na América do Norte:

05

Assista ao trailer de Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível.

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 22 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

São sete as estreias desta semana em Fortaleza. Temos o drama Permanência (2015), de Leonardo Lacca; o disaster movie Terremoto – A Falha de San Andreas (2015), de Brad Peyton; o documentário Nostalgia da Luz (2010), de Patricio Guzmán; o drama Promessas de Guerra (2014), de Russell Crowe; o documentário Os Últimos Cangaceiros (2011), de Wolney Oliveira; a comédia Trocando os Pés (2014), de Thomas McCarthy; e a animação The Last: Naruto – O Filme (2014), de Tsuneo Kobayashi

Irandhir Santos e Rita Carelli em PERMANÊNCIA (2015), de Leonardo Lacca

Irandhir Santos e Rita Carelli em PERMANÊNCIA (2015), de Leonardo Lacca

A sinopse de Permanência, em si, já aponta para uma situação no mínimo desconfortante: um fotógrafo pernambucano, vivido por Irandhir Santos, ao viajar para São Paulo para apresentar sua primeira exposição, decide se hospedar na casa de sua ex-namorada (Rita Carelli), agora casada com outro homem. O diretor pernambucano Leonardo Lacca procura lidar com sentimentos comuns nesse tipo de situação, como a dor, a tentativa de abafá-la ou afungentá-la. Lacca filma silêncios em sua obra, a fim de que possamos sentir um pouco o sentimento dos personagens. E com um rigor formal de dar gosto. Certamente, um dos melhores filmes brasileiros dos últimos anos.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PERMANÊNCIA (Brasil, 2015), de Leonardo Lacca. Com Irandhir Santos, Rita Carelli, Sílvio Restiffe, Laila Pas, Genésio de Barros, Sabrina Greve. 90 min. Vitrine. 14 anos.

Dwayne Johnson em TERREMOTO - A FALHA DE SAN ANDREAS (2015), de Brad Peyton

Dwayne Johnson em TERREMOTO – A FALHA DE SAN ANDREAS (2015), de Brad Peyton

Filmes sobre catástrofes nunca saem de moda. Vez ou outra estão de volta para mostrar que o gosto do espectador em presenciar grandes desastres no conforto da sala escura ainda permanece intacto. O disaster movie da vez é Terremoto – A Falha de San Andreas, que explora a possibilidade de que um dia um grande terremoto separará o estado da Califórnia em dois e transformará uma parte numa ilha. Aproveitando essa expectativa, o novo filme mostra a perigosa viagem de um homem (Dwayne Johnson) atravessando a Califórnia em busca de sua filha (Alexandra Daddario). Esperam-se muitos efeitos especiais, mas se San Andreas também apostar no lado humano, como fez O Impossível, de Juan Antonio Bayona, teremos muito mais lucro.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TERREMOTO – A FALHA DE SAN ANDREAS (San Andreas, EUA, 2015), de Brad Peyton. Com Dwayne Johnson, Alexandra Daddario, Carla Gugino, Colton Haynes, Ioan Grufudd, Archie Panjabi, Vanessa Ross, Paul Giamatti, Kylie Minogue, Will Yun Lee. 114 min. Warner. 12 anos.

Cena de NOSTALGIA DA LUZ (2010), de Patricio Guzmán

Cena de NOSTALGIA DA LUZ (2010), de Patricio Guzmán

Neste documentário focado em Atacama, famoso deserto do Chile, o cineasta Patricio Guzmán lida com uma situação inusitada: enquanto um grupo de astrônomos se propõe a estudar os astros com seus aparelhos fantásticos, grupos de mulheres procuram cuidadosamente restos de ossos, a fim de saber se são de seus familiares desaparecidos durante a ditadura Pinochet, já que o lugar servia de cárcere para presos políticos durante esse regime. Para uma das entrevistadas, em vez de a ciência focar tanto no que está longe da Terra, deveria também ter um grande telescópio para enxergar o que acontece no nosso planeta. Nostalgia da Luz ganhou mais de dez prêmios internacionais e é um lançamento exclusivo do Cinema de Arte.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

NOSTALGIA DA LUZ (Nostalgia de la Luz, Chile/França/Alemanha/Espanha/EUA, 2010), de Patricio Guzmán. Com Gaspar Galaz, Lautaro Núñez, Luís Henríquez, Miguel Lawner, Victor González, Vicky Saaveda, George Preston. 90 min. Bretz Filmes. 12 anos.

Russell Crowe em PROMESSAS DE GUERRA (2014), de Russell Crowe

Russell Crowe em PROMESSAS DE GUERRA (2014), de Russell Crowe

Falando em busca obsessiva, como a dos filmes anteriores, Promessas de Guerra conquistou o ator Russell Crowe a partir da força de seu roteiro e da história fantástica de um homem que perdeu os seus três filhos durante a Batalha de Gallipoli, em 1919, promovida pelos aliados durante a Primeira Guerra Mundial. Joshua Connor (Crowe) é um fazendeiro que viaja à Turquia quatro anos após essa batalha a fim de saber do paradeiro de seus filhos, onde seus corpos foram enterrados, já que eles foram tidos como desaparecidos em combate. Determinado a seguir com a missão, ele é ajudado pela dona de um hotel local (Olga Kurylenko) e descobre algo que pode reacender um sentimento de esperança. Trata-se do primeiro longa-metragem dirigido por Crowe e conquistou diversos prêmios na Austrália.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

PROMESSAS DE GUERRA (The Water Diviner, Austrália/EUA/Turquia, 2014), de Russell Crowe. Com Russell Crowe, Olga Kurylenko, Jai Courtney, Yilmaz Erdogan, Cem Yilmaz, Dylan Georgiades, Steve Buscemi, Isabel Lucas, Salih Kalyon. 111 min. Paris. 12 anos.

José Antonio Souto em OS ÚLTIMOS CANGACEIROS (2011), de Wolney Oliveira

José Antonio Souto em OS ÚLTIMOS CANGACEIROS (2011), de Wolney Oliveira

Quatro anos após ter sido exibido no Cine Ceará, finalmente chega ao circuito comercial Os Últimos Cangaceiros, de Wolney Oliveira. O documentário resgata a história pouco conhecida de Durvinha e Moreno, um casal que durante 66 anos escondeu o fato de terem feito parte do bando de Lampião. O filme traz depoimentos interessantes e imagens inéditas de arquivo que fazem do trabalho de Wolney quase um objeto arqueológico, embora se destaque também no aspecto humano, ao contar a vida desse casal e de sua tentativa de reconstruir a vida em Minas Gerais, fugindo das forças federais que dizimaram o bando de Virgulino. Na quinta-feira, 28, às 19h30, haverá debate com o realizador após a sessão, no Cinema do Dragão.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

OS ÚLTIMOS CANGACEIROS (Brasil, 2011), de Wolney Oliveira. Com José Antonio Souto, Jovina Maria da Conceição. 79 min. Classificação a definir.

Adam Sandler em TROCANDO OS PÉS (2014), de Thomas McCarthy

Adam Sandler em TROCANDO OS PÉS (2014), de Thomas McCarthy

Interessante notar que a nova comédia de Adam Sandler é dirigida por um cineasta, por assim dizer, sério. Thomas McCarthy tem no currículo os dramas O Agente da Estação (2003) e O Visitante (2007) e Trocando os Pés parece um corpo estranho em sua filmografia. Parece mais um filme de encomenda feito especialmente para Sandler, já que a premissa é de natureza fantástica, como em Click (2006), e muito provavelmente deve trazer também uma mensagem embutida. Em Trocando os Pés, Sandler é dono de uma loja de conserto de calçados de Nova York que descobre que tem o dom de se transformar no dono do calçado, se o calçar. Possibilidades de brincar com essa trama não faltam.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

TROCANDO OS PÉS (The Cobbler, EUA, 2014), de Thomas McCarthy. Com Adam Sandler, Method Man, Elli, Adam B. Shapiro, Evan Neumann, Allen Lewis Rickman, Donnie Keshawarz, Dan Stevens, Steve Buscemi, Dustin Hoffman, Sondra James. 99 min. Imagem. 14 anos.

Cena de THE LAST: NARUTO - O FILME (2014), de Tsuneo Kobayashi

Cena de THE LAST: NARUTO – O FILME (2014), de Tsuneo Kobayashi

Naruto é um personagem extremamente popular no Japão e no mundo, especialmente entre os fãs de mangás e animes. O herói foi criado inicialmente em um mangá one-shot em 1997 que fez tanto sucesso que virou uma série mensal. Logo depois foi realizada uma série em anime, nos anos 2000. The Last: Naruto – O Filme já é o décimo longa-metragem do herói a ser produzido, embora seja o primeiro a ser lançado nos cinemas brasileiros. O novo filme foi feito para comemorar o 15º ano da série e é o primeiro a fazer parte do enredo oficial da franquia. O longa mostra Naruto e seus companheiros tentando impedir que a Lua se choque contra a Terra.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

THE LAST: NARUTO – O FILME (The Last: Naruto – The Movie, Japão, 2014), de Tsuneo Kobayashi. Com as vozes originais de Junko Takeuchi, Nana Mizuki, Jun Fukuyama, Chie Nakamura, Shotaro Morikubo, Satoshi Hino, Akira Ishida. 112 min. PlayArte. 10 anos.

Saem de cartaz

Club Sandwich
Dívida de Honra
Noite sem Fim
O Último Ato
Sorria, Você Está Sendo Filmado – O Filme
Winter Sleep

Estreias nacionais desta quinta-feira, 28, que não entram em cartaz em Fortaleza

A Menina dos Campos de Arroz
Cauby – Começaria Tudo Outra Vez
Meu Verão na Provença
O Amuleto
O Homem Que Elas Amavam Demais

Veja o trailer de O Homem Que Elas Amavam Demais

Imagem de Amostra do You Tube

METANOIA – HÁ ESPERANÇA PARA UM DROGADO

Companhia de Artes Nissi e 4U Films apresentam Metanoia (2013), de Miguel Nagle, filme premiado no Festival Nacional de Cinema Cristão 2014 que chega às salas de cinema de todo o país abordando o tema das drogas de maneira sincera e verdadeira, apontando uma esperança para quem lida com esse tipo de situação

Cena de METANOIA (2013) de Miguel Nagle

Cena de METANOIA (2013), de Miguel Nagle

Eduardo (Caique Oliveira) cresceu no Jardim Ângela, periferia de São Paulo, e recebeu uma boa educação de sua genitora, Solange (Einat Falbel). No entanto, por influencias de amigos, conhece o universo das drogas e se torna usuário de crack. Ele demonstra imaturidade e é de certa forma acomodado, apesar da ausência da figura paterna.

Já adulto, Eduardo passa a trabalhar como entregador de pizza, mas após um acidente com a moto emprestada de seu vizinho, ele deixa o serviço e passa o tempo todo ao lado de um amigo rico Jeff (Caio Blat), que lhe ajuda a sanar umas dívidas e o introduz para drogas ainda mais pesadas, inclusive a pedra, que como dito no filme, passa a chamá-lo pelo nome.

Rapidamente, Eduardo se vê dependente do crack, vendendo seus pertences e lidando com o traficante Pequeno (Thogun Teixeira). Assaltos passam a ser realizados para sustentar o vício. Eduardo sai de casa e passa a viver nas ruas, representando um desafio para sua mãe que tenta de todas as formas ajudar o filho a se livrar da dependência química, inclusive o mantendo preso dentro de casa. O filme expõe a cruel luta contra o vício e as consequências devastadoras, que quase sempre depende da intervenção divina para que um viciado abandone a nóia.

Apesar de ser declaradamente cristão, o filme não é essencialmente religioso, aliás, ele é extremamente verdadeiro e capaz de dialogar com inúmeras pessoas que são dependentes ou co-dependentes. Parte das filmagens foram realizadas na região da Cracolândia em São Paulo, onde milhares de viciados vão à procura de satisfazer seus anseios.

As atuações estão muito boas, mas merece destaque a cena entre Cadu (Silvio Guindane) e Clara (Solange Couto), que encenam um encontro emocionante entre um filho viciado em crack e sua mãe no dia do aniversário dele. Fotografia, direção de arte e figurinos também merecem elogios. Ver os créditos subindo ao som de Até Que A Casa Esteja Cheia, de Rodolfo Abrantes, provoca uma sensação arrebatadora. Altamente edificante.

Poster de METANOIA (2013) de Miguel Nagle

Pôster de METANOIA (2013), de Miguel Nagle

FICHA TÉCNICA

Titulo: Metanoia

Estreia: 14/05/2015

Gênero: Drama

Duração: 107 min.

Origem: Brasil

Direção: Miguel Nagle

Roteiro: Caique Oliveira, Miguel Nagle

Distribuidor: Europa Filmes

Classificação: 14 anos

Ano: 2015

 

Veja o trailer de Metanoia:

Imagem de Amostra do You Tube

 

RANKING INTERNACIONAL – China mantém OS VINGADORES na liderança

Os Vingadores: Era de Ultron estreou no último fim de semana na China, onde conseguiu cerca de 80% da renda total do fim de semana no mercado internacional. Com o resultado, a aventura se isolou novamente na liderança e tirou por completo as chances do estreante Mad Max: Estrada da Fúria assumir a primeira colocação, tendo este ficado em segundo lugar. Na terceira colocação, A Escolha Perfeita 2 continua com bons números na sua arrecadação, mostrando um desempenho bem melhor que o do primeiro filme. Bem longe, Velozes e Furiosos 7 e Cada Um na Sua Casa fecharam, respectivamente em sequencia, o top cinco do ranking

Cena de OS VINGADORES: A ERA DE ULTRO

Cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Em sua quarta semana em cartaz no mercado internacional, Os Vingadores: Era de Ultron finalmente estreou na China, obtendo cerca de US$ 160 milhões em apenas seis dias de exibição no país. A aventura arrecadou um total de US$ 185 milhões no fim de semana e, com a nova estreia, isolou-se mais uma vez na liderança do ranking internacional. Atualmente em cartaz em mais de 90 países, Os Vingadores: Era de Ultron soma US$ 770 milhões no mercado internacional e US$ 1,15 bilhão, com a renda doméstica.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA.

Cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

O tão esperado Mad Max: Estrada da Fúria estreou no mercado internacional em cerca de 70 países com um ótimo resultado, cerca de US$ 65 milhões em arrecadação no seu primeiro fim de semana em cartaz, o que lhe assegurou a segunda posição do ranking internacional. Cerca de US$ 4 milhões desse total foram obtidos apenas nas 182 salas IMAX, das quase 17 mil salas distribuídas pelo mercado internacional em que o filme está em cartaz.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2.

Cena de A ESCOLHA PERFEITA 2

Na sequência vem A Escolha Perfeita 2 que, apesar de não obter um resultado equiparável ao dos dois primeiros, também conseguiu um bom número na renda do fim de semana, US$  27 milhões, o que lhe garantiu a medalha de bronze e ainda uma certa vantagem sobre o restante do ranking. Na renda total no mercado internacional, a comédia soma US$ 38,1 milhões, estando com um desempenho quase que duas vezes melhor que o obtido pelo primeiro filme, até então.

Cena de VELOZES & FURIOSOS 7

Cena de VELOZES E FURIOSOS 7

Em sua sétima semana em cartaz, Velozes e Furiosos 7 caiu bastante, terminando o fim de semana com uma arrecadação de US$ 6,6 milhões, na quarta colocação. A ação terminou a sua passagem pela China com uma arrecadação de cerca de US$ 390 milhões, a maior renda acumulada por um filme no país. Internacionalmente, Velozes 7 continua com o terceiro melhor desempenho da história, ao passo que, somando com a renda doméstica, o filme fica em quarto lugar, atrás de Os Vingadores, Avatar e Titanic. Velozes e Furiosos 7 acumula uma renda de US$ 1,15 milhão no mercado internacional, que somada a renda doméstica chega a US$ 1,5 milhão.

Cena de CADA UM NA SUA CASA.

Cena de CADA UM NA SUA CASA

Cada Um na Sua Casa ficou na quinta posição do ranking no último fim de semana, após arrecadar US$ 4,6 milhões no período. Já em sua nona semana no mercado internacional, a animação saiu de cartaz em mais de 10 países, estando atualmente em apenas 23. O último país onde o filme estreia é a Coréia do Sul, na próxima segunda-feira, 25. No total, Cada Um na Sua Casa acumula uma renda de US$ 185 milhões nas bilheterias internacionais.

Confira a tabela com os dez melhores do ranking.

RBRA-20-2015

Veja o trailer de Mad Max: Estrada da Fúria.

Imagem de Amostra do You Tube

RANKING BRASIL – MAD MAX derruba OS VINGADORES

Mad Max: Estrada da Fúria estreou no Brasil no último fim de semana na liderança do ranking nacional, pondo fim ao reinado de Os Vingadores: Era de Ultron por uma diferença muito pequena na renda. A aventura da Disney ficou na segunda colocação, seguida de Velozes e Furiosos 7, na terceira. Os brasileiros Divã a 2, em seu primeiro fim de semana no país, e Entre Abelhas, completaram o top cinco

Tom Hardy como Mad Max em cena de MAD MAX ESTRADA DE FÚRIA.

Tom Hardy como Mad Max em cena de MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA

A sequencia tão espera da famosa franquia do cultuado diretor George Miller chegou aos cinemas. Mad Max: Estrada da Fúria estreou de forma simplesmente impactante em termos de recepção da crítica. Apenas no primeiro fim de semana em cartaz, a ação já recebeu nota máxima no Hitfix, The Telegraph e Time Out New York, ainda com nenhuma crítica com nota abaixo da média, 70 de 100. No Brasil, Mad Max: Estrada da Fúria estreou em cerca de mil salas distribuídas pelo país, conseguindo levar cerca de 600 mil espectadores aos cinemas para arrecadar um valor total de R$ 10,1 milhões, que lhe pôs na liderança do ranking.

Scarlett Johannson como Viúva Negra em cena de OS VINGADORES A ERA DE ULTRON.

Scarlett Johannson como Viúva Negra em cena de OS VINGADORES: ERA DE ULTRON

Derrotado, Os Vingadores: A Era de Ultron teve de se despedir da primeira colocação, após quase quatro semanas de soberania no ranking, e se contentar com a medalha de prata. A aventura obteve uma queda de aproximadamente 40% em relação ao fim de semana anterior, terminando o último com uma arrecadação de cerca de R$ 9,8 milhões. Mesmo com renda menor que a do estreante Mad Max e sendo exibido em uma quantidade menor de salas que esse, Os Vingadores: Era de Ultron conseguiu ultrapassar a ação no público acumulado do fim de semana, conseguindo levar quase 640 mil espectadores aos cinemas. No total, a aventura acumula R$ 126 milhões no Brasil.

Dwayne Jhonson em cena de VELOZES & FURIOSOS 7.

Dwayne Jhonson em cena de VELOZES E FURIOSOS 7

Velozes e Furiosos 7 foi mais um forçado a cair uma posição no ranking por conta da estreia de Mad Max: Estrada da Fúria. A ação terminou o fim de semana em terceiro lugar com uma queda de cerca de 45% em relação ao fim de semana anterior, arrecadando apenas R$ 1,5 milhão nesse último. Em sua sexta semana em cartaz no país, apenas cerca de 110 mil espectadores assistiram ao filme no último fim de semana. Com o valor arrecadado, Velozes 7 acumula cerca de R$ 141 milhões no país.

Cena de DIVÃ A 2.

Cena de DIVÃ A 2

A nova comédia brasileira Divã a 2 estreou no país no último fim de semana conseguindo terminar o domingo entre os cinco primeiros do ranking, especificamente na quarta posição. Estrelada por Vanessa Giácomo, Rafael Infante e Marcelo Serrado, a comédia arrecadou aproximadamente R$ 1 milhão. Sendo exibida em aproximadamente 300 salas no país, cerca de 75 mil espectadores foram vê-la de quinta a domingo.

Fábio Porchat em cena de ENTRE ABELHAS.

Fábio Porchat em cena de ENTRE ABELHAS.

O brasileiro Entre Abelhas obteve a segunda maior queda do fim de semana, cerca de 50%, caindo duas posições em relação a posição do fim de semana anterior, mas mantendo-se ainda entre os cinco primeiros colocados, em quinto lugar. Estrelada por Fábio Porchat, a comédia arrecadou apenas R$ 650 mil nesse último fim de semana. Cerca de 50 mil espectadores assistiram ao filme de quinta a domingo, acumulando assim um público de aproximadamente 412 mil desde a sua estreia. No total, Entre Abelhas acumula uma renda de R$ 5,5 milhões.

Confira a tabela com os dez melhores do ranking Brasil do último fim de semana.

TABELA-RBRA-20-2015

Assista ao trailer de Divã a 2.

Imagem de Amostra do You Tube

SEMANA 21 – AS ESTREIAS DESTA QUINTA-FEIRA EM FORTALEZA

A semana traz seis estreias, sendo que três dos filmes são brasileiros: o thriller O Vendedor de Passados (2015), de Lula Buarque de Hollanda; o documentário musical Los Hermanos – Esse É Só o Começo do Fim da Nossa Vida (2014), de Maria Ribeiro; e a comédia Sorria, Você Está Sendo Filmado – O Filme (2014), de Daniel Filho. Entre os filmes estrangeiros, temos o terror Poltergeist – O Fenômeno (2015), de Gil Kenan;  o drama fantástico A Incrível História de Adaline (2015), de Lee Toland Krieger; e o thriller Crimes Ocultos (2015), de Daniel Espinosa

Lázaro Ramos e Alline Moraes em O VENDEDOR DE PASSADOS (2015), de Lula Buarque de Hollanda

Lázaro Ramos e Alline Moraes em O VENDEDOR DE PASSADOS (2015), de Lula Buarque de Hollanda

Bastante habilidoso na direção de vídeos e filmes musicais, Lula Buarque de Hollanda tem sua estreia em longa-metragem de ficção com O Vendedor de Passados, que conta uma intrigante história de suspense na qual Lázaro Ramos é um sujeito que ganha a vida vendendo passados. Ele faz isso mudando o passado das pessoas que lhe pagam, ou seja, se alguém quer limpar a ficha, ele faz isso com documentos, fotos, vídeos, de modo a recriar a vida da pessoa. As coisas se complicam do lado dele quando uma cliente nada comum (Alline Moraes) pede para que ele recrie o seu passado, mas que a faça uma criminosa. Surpresas aguardam o protagonista e também o espectador.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

O VENDEDOR DE PASSADOS (Brasil, 2015), de Lula Buarque de Hollanda. Com Lázaro Ramos, Alline Moraes, Odilon Wagner, Giselle Motta, Mayana Neiva, Anderson Muller, Débora Olivieri, Ruth de Souza, Marcelo Escorel, Fábio Ferreira Dias. 82 min. Imagem. 12 anos.

Cena de LOS HERMANOS - ESSE É SÓ O COMEÇO DO FIM DA NOSSA VIDA (2014), de Maria Ribeiro

Cena de LOS HERMANOS – ESSE É SÓ O COMEÇO DO FIM DA NOSSA VIDA (2014), de Maria Ribeiro

Se a busca por este documentário refletir a busca dos fãs pelos shows catárticos e cheios de emoção do grupo, bem como quase tudo que envolve o universo do Los Hermanos, o filme dirigido por Maria Ribeiro será um baita sucesso. Com o passar dos anos, a banda de Camelo e Amarante se tornou algo tão grande que nem mesmo eles conseguiram administrar. Los Hermanos – Esse É Só o Começo do Fim da Nossa Vida trata de uma turnê que a banda fez em 2012, cinco anos após a aposentadoria por tempo indeterminado. Maria Ribeiro, entusiasta da banda, conseguiu que os introvertidos membros abrissem suas portas para as gravações desse documentário, que procura captar o espírito desse momento de busca de fãs por mais uma experiência que os shows do Los Hermanos proporcionam.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

LOS HERMANOS – ESSE É SÓ O COMEÇO DO FIM DA NOSSA VIDA (Brasil, 2014), de Maria Ribeiro. Com Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Bruno Medina, Rodrigo Barba, Mallu Magalhães. 80 min. Copacabana Filmes. 12 anos.

Cena de POLTERGEIST - O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Cena de POLTERGEIST – O FENÔMENO (2015), de Gil Kenan

Mais um caso de remake de filme de horror clássico, Poltergeist – O Fenômeno procura apresentar para as novas plateias a história que deu o que falar na década de 80, no filme dirigido por Tobe Hooper e Steven Spielberg (quase todo mundo diz que Spielberg dirigiu muitas partes e preferiu não ser creditado). O novo filme não deve mudar muita coisa no enredo, que trata de uma família que vive em uma casa assombrada por forças malignas. Quando as aparições se tornam mais frequentes e a menina mais nova é capturada, a família precisa procurar uma maneira de reverter a situação, resgatando a criança e alcançando a tão sonhada paz de espírito. O diretor, Gil Kenan, é mais conhecido pela ótima animação A Casa Monstro (2006).

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

POLTERGEIST – O FENÔMENO (Poltergeist, EUA, 2015), de Gil Kenan. Com Sam Rockwell, Rosemarie DeWitt, Kennedi Clements, Saxon Sharbino, Kyle Catlett, Jared Harris, Jane Adams, Susan Heyward, Nicholas Braun, Karen Ivany. 93 min. Fox. 12 anos.

Michiel Huisman e Blake Lively em A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE (2015), de Lee Toland Krieger

Michiel Huisman e Blake Lively em A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE (2015), de Lee Toland Krieger

Há algo que remete a O Curioso Caso de Benjamin Button neste A Incrível História de Adaline. Tanto no título quanto na questão do tempo e na forma mágica como ele age sobre a vida de seus protagonistas. No caso de A Incrível História de Adaline, o tempo para de envelhecê-la aos 29 anos de idade desde um acidente de automóvel. A partir de então, ela apenas testemunha pessoas queridas envelhecerem e morrerem, assim como precisa também mudar de lugar e de identidade, a fim de manter o seu segredo. Depois de muitos anos de solidão, ela encontra e se apaixona por um homem (Michiel Huisman) que complica a vida eterna a qual ela estava já acostumada, principalmente quando ela é apresentada aos pais dele.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE (The Age of Adaline, EUA, 2015), de Lee Toland Krieger. Com Blake Lively, Michiel Huisman, Harrison Ford, Ellen Burstyn, Kathy Baker, Amanda Crew, Linda Boyd, Hugh Ross, Richard Harmon, Fulvio Cecere. 112 min. Diamond. 12 anos.

Gary Oldman e Tom Hardy em CRIMES OCULTOS (2015), de Daniel Espinosa

Gary Oldman e Tom Hardy em CRIMES OCULTOS (2015), de Daniel Espinosa

Aproveitando que Tom Hardy está em cartaz atualmente na obra-prima Mad Max – Estrada da Fúria, de George Miller, eis mais um filme protagonizado pelo jovem astro, o thriller Crimes Ocultos. O filme se passa durante o governo stalinista na União Soviética e o protagonista é um homem obstinado que ouve falar de um país em que o número de assassinatos de crianças é altíssimo e começa a suspeitar na existência de um serial killer. Sem contar com a ajuda do Estado, ele e a esposa procuram ir a fundo no caso por conta própria. A direção é de Daniel Espinosa, mais conhecido pelo thriller policial Protegendo o Inimigo (2012), com Denzel Washington.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

CRIMES OCULTOS (Child 44, República Checa, Reino Unido, Romênia, EUA, 2015), de Daniel Espinosa. Com Tom Hardy, Gary Oldman, Noomi Rapace, Joel Kinnaman, Mark Lewis Jones, Fares Fares, Agnieska Grochowska, Petr Vanek, Xavier Atkins. 137 min. Paris. 14 anos.

Lázaro Ramos em SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO - O FILME (2015), de Daniel Filho

Lázaro Ramos em SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO – O FILME (2014), de Daniel Filho

Daniel Filho já fazia um bom tempo que estava sem trazer um filme novo para o circuito – Confissões de Adolescente (2013) é mais um filme de sua pupila Cris D’Amato. Seu último trabalho solo para cinema foi Chico Xavier (2010), e lá se vão bons cinco anos. Sorria, Você Está Sendo Filmado foge um pouco à fórmula das comédias que ele havia dirigido até então. O diferencial é ser um filme com a câmera parada o tempo inteiro (uma webcam oculta) em um único plano sequência de 80 minutos. Apenas os personagens passeiam pela lente, na maior parte das vezes sem saber disso. Baseado em um filme sérvio, Sorria… nos apresenta a um grupo de pessoas que chega a um apartamento depois do suicídio do dono da câmera. Rostos conhecidos de novelas e filmes globais não faltam, assim como também não devem faltar situações divertidas.

Veja o trailer

Imagem de Amostra do You Tube

SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO – O FILME (Brasil, 2014), de Daniel Filho. Com Lázaro Ramos, Otávio Augusto, Roberta Rodrigues, Susana Vieira, Marcos Caruso, Lúcio Mauro Filho, Juliano Cazarré, Deborah Secco, Thiago Rodrigues. 80 min. H2O Filmes. 14 anos.

Saem de cartaz

Entre Abelhas
Frank
O Exótico Hotel Marigold 2
O Franco-Atirador
Super Velozes, Mega Furiosos
Um Jovem Poeta

Estreias nacionais desta quinta-feira, 21, que não entram em cartaz em Fortaleza

James Brown
Miss Julie

Veja o trailer de Miss Julie

Imagem de Amostra do You Tube